As mudanças tecnológicas têm sido cada vez mais rápidas e intensas para as empresas, demandando um grande esforço para que as companhias se mantenham atualizadas e competitivas. Isso porque as inovações tecnológicas são determinantes para o sucesso dos negócios de maneira geral, uma vez que impactam diretamente na produtividade, na redução de custos e no aumento da receita. A segurança cognitiva é uma dessas novidades e é o tema do artigo de hoje.

Diante dessas questões, fica evidente a importância da adoção de novas medidas para garantir que as companhias estejam sempre alinhadas com as tendências da tecnologia e a demanda dos consumidores — e para não ser um alvo fácil: não só da concorrência, mas também de agentes e organizações maliciosas.

Saiba que esses últimos que citamos estão à espreita, prontos para sequestrar seus dados e fazer com eles o que bem entenderem. Por esse motivo, é crucial o entendimento de qualquer gestor, executivo ou profissional técnico dessa área sobre o assunto. Assim, fazer com que a sua rede esteja sempre segura pode ser mais fácil (utilizando as ferramentas corretas).

Durante o artigo, você vai ver que o avanço tecnológico também pode ser um alívio para seus negócios, proporcionando facilidades que antes não seriam possíveis. Continue sua leitura para descobrir mais sobre o tema.

O que é a segurança cognitiva?

A segurança cognitiva é uma área da segurança da informação que ganha crescente importância e espaço de discussão nas empresas mais modernas do mercado.

Essa área trata da proteção dos sistemas e das informações das organizações públicas e privadas contra ataques cibernéticos — além de buscar meios para melhorar a segurança do usuário final, já que muitas dessas ferramentas podem funcionar de forma autônoma.

Por meio de aplicações avançadas de Machine Learning e de Inteligência Artificial, os sistemas de segurança cognitiva funcionam “estudando” constantemente seus próprios usuários. Dessa forma, o próprio sistema consegue identificar padrões, antes invisíveis a olho humano, sem ajuda dessas aplicações. 

O conjunto de procedimentos está, em sua maior parte, tanto baseados na Ciência da Computação, quanto nos princípios da Psicologia. A partir do aprimoramento e da aplicação de técnicas sofisticadas, as análises desses comportamentos também têm a capacidade de identificar os padrões de um potencial ataque em tempo real em uma rede corporativa.

Realmente as empresas estão investindo nesse tipo de solução?

Sim, as empresas estão mais conscientes da importância da segurança cognitiva a cada momento. As organizações estão investindo consideravelmente nessa área. Em 2022, por exemplo, o investimento anual na área de Inteligência Artificial chegou a superar 80 bi de dólares e tem previsão de constante aumento para os próximos anos — então, dá para ter uma ideia bem clara sobre a importância que vem sendo dada a esses temas no mundo todo.

Outra questão, também importante de ser considerada, são os recentes avanços tecnológicos que permitiram a criação de novas ferramentas e técnicas para melhorar a segurança dos dados, processados e armazenados pelas companhias diariamente. As soluções disponíveis no mercado para aumentar a segurança cognitiva das empresas incluem o desenvolvimento de políticas e procedimentos adequados, além da implementação de tecnologias avançadas, como firewalls inteligentes e sistemas anti-falsificação autônomos. 

De que forma a segurança cognitiva pode ajudar a melhorar os sistemas e processos da minha empresa?

Permitindo que as pessoas tomem decisões mais conscientes e racionais, a segurança cognitiva é uma ferramenta que auxilia na identificação de riscos e de problemas em determinado sistema em que ela é aplicada. Isso significa que as chances de erros humanos diminuirão, pois as pessoas estarão avisadas dos possíveis riscos ou informadas sobre o que precisam resolver. Entenda como isso é realizado, na prática, nos próximos tópicos!

Cresça cada vez mais rápido e de forma inteligente

A segurança cognitiva pode contribuir para um ambiente de trabalho mais dinâmico, já que as pessoas serão incentivadas a compartilhar informações sobre os dados que acompanham diariamente em suas funções por meio de sistemas que implementam o recurso. 

Essas facilidades auxiliam as empresas a crescerem de forma mais rápida e inteligente, pois elas permitem que os sistemas identifiquem padrões antes invisíveis a olho nu e que, muitas vezes, só por meio de um número muito grande de dados (o big data) poderiam ser detectados.

Dessa forma, as equipes e as organizações podem tomar medidas preventivas contra possíveis ataques cibernéticos, brechas na segurança e melhorar a conexão para o usuário final.

Crie novas ferramentas e aprimore seus serviços e produtos 

Precisa de um sistema que seja integrado com os recursos já utilizados por seu negócio? É importante compreender que as ferramentas da área de Segurança Cognitiva são extremamente moldáveis para sua necessidade. Um bom exemplo de um novo modelo de aplicação desses sistemas é o sistema de Análise Preditiva, utilizado aqui na Scala.

Trata-se de uma ferramenta que aplica tudo em termos de inovação na área de Ciência de Dados em benefício de sua empresa.

Com a aplicação de ferramentas desse tipo, associada às implementações de recursos da segurança cognitiva, seus analistas podem, além de determinar quais variáveis estão estatisticamente relacionadas a um evento, verificar se existe algo de errado ou se houve qualquer tentativa de quebra de segurança em algum momento, em tempo real.

Para isso, são usadas várias técnicas de tomada de decisão (como redes neurais, regras de probabilidade condicional, além de outros sistemas) e, assim, é possível visualizar a totalidade e a complexidade por trás de uma rede de Internet.

É importante entender como os sistemas de Machine Learning e Inteligência Artificial ajudaram a tecnologia a dar um passo importante, mais realista e preciso para seu negócio.

Os dados da sua empresa são um recurso importantíssimo

Os dados gerados pela sua empresa hoje são um recurso muito valioso. Com ele, seus executivos e gestores têm melhores e mais possibilidades de margens para abordar um problema. Um exemplo disso são as plataformas de analytics, que têm sido uma ferramenta indispensável para muitos negócios. Dada a importância desse recurso, é importante cuidar muito bem dele.

A Cibersegurança Cognitiva, como também o principal tema deste artigo é chamado, vai sempre buscar, portanto, garantir que sua rede esteja protegida ao máximo de qualquer risco de invasão por agente não autorizado. Como a tecnologia dos dispositivos também está avançando, tem se tornando mais fácil ser alvo de ataques. Por isso é requerida atenção redobrada, e as ferramentas de Big Data, Machine Learning e Inteligência Artificial existem para ajudar nesse processo.

Concluindo, vimos no decorrer do artigo que a segurança cognitiva é a área da TI que cuida da segurança das suas conexões e dos seus dados de maneira autônoma e mais independente de ações humanas. Acompanhamos que seu desenvolvimento tem sido realizado por meio da aplicação de relativamente recentes novidades da tecnologia e tem ajudado na detecção de invasões e tentativas de fraude no momento em que elas acontecem.

Quer mais facilidade para sua empresa? Acesse o site da Scala e confira tudo que podemos oferecer para ajudar seu negócio a ir cada vez mais longe! Não deixe de falar com nossos especialistas se precisar de qualquer ajuda.