Governança de Dados


Tenha controle sobre os dados e evite vazamento de informações

Governança de dados é o nome que se dá ao processo de gerenciamento de dados dentro de uma empresa, ou seja, é o conjunto de práticas, processos, plataformas e pessoas que ajudam a garantir o controle sobre os dados de uma organização.

Podemos destacar três principais elementos do programa de governança de dados.

Há 3 principais disciplinas dentro de um programa de governança de dados: gerenciamento do ciclo de vida dos dados (como serão capturados, processados, utilizados e descartados), a segurança (definição de papeis para acesso aos dados) e a qualidade das informações (definir os níveis de qualidade aceitável para cada informação dentro do pipeline do processo).

Classificação dos dados

O importante é termos em mente que quão melhor for essa classificação, maior será a governança sobre os dados. Podemos classificar os dados por confidencialidade (uso interno, confidencial, restrito), retenção (temporário, permanente), severidade (severidade 1, severidade 2), impacto nos negócios (importante, crítico, catastrófico), classes de dados (informações pessoais, endereço, financeiro), processos de negócios (feedback, compliance), classificações semânticas por áreas da empresa, dentre outros.

Criação e definição de políticas e suas regras

As políticas e regras definem como usar os dados classificados. Por exemplo: uma política de LGPD diz que os dados identificados como sensíveis e pessoais não poderão ser compartilhados. Ou a política financeira diz que os dados classificados como financeiros só poderão ser acessados e alterados pelo gerente da área.

Execução das políticas e regras definidas

Um erro comum na implantação de governança de dados é achar que se trata de uma disciplina dentro da área de Tecnologia da Informação. Na verdade, o CDO (Chef Data Officer) é responsável pelo funcionamento da governança de dados e deverá responder diretamente ao CEO da empresa; deverá também engajar todas as áreas da empresa, conscientizando sobre o uso de dados, que são um ativo da empresa, aplicando padrões, procedimentos e obrigações.

Benefícios


Temos registrado muito benefícios entre os nossos clientes, que implantaram a Governança de Dados. Além de garantir que os dados estejam sempre disponíveis e acessados pelas pessoas certas, a Governança ajuda a gerenciar a qualidade dos dados, a evitar a perda ou vazamento das informações, a aumentar a eficácia operacional, impactando assim no aumento de receita e na diminuição de custos e riscos.

A Governança também cria uma linguagem única de dados, ou seja, cada área sabe exatamente o que cada dado significa, evitando o consumo de informações erradas para geração de insights, divulgação ou construção de relatórios importantes.

Todas as empresas se beneficiam da implantação de um programa de governança de dados, desde as pequenas, que precisam gerenciar uma menor quantidade de informações e processos, até as gigantes, que necessitam reportar informações específicas para órgãos reguladores e demonstrar seus resultados a diretores e investidores.

Conte com os nossos especialistas em Governança, LGPD e segurança de dados. Fale Conosco!