Análise Descritiva / BI


Buscar padrões nos dados gera melhorias e produtividade

A análise descritiva consiste em observar os dados existentes e buscar padrões entre eles. Esse processo inclui analisar dados relacionados, organizar, interpretar e descrever os resultados.

Umas das formas de realizar a análise descritiva é através de uma ferramenta de BI (Business Intelligence), que permite ao analista visualizações poderosas em forma de gráficos, listas, painéis, relatórios, infográficos, mapas e até uma narrativa precisa de como os dados se comportaram ao passar do tempo.

O analista também pode criar indicadores de desempenho (KPI), detectar padrões, explorar o comportamento dos dados, acompanhar o cenário atual, rastrear a evolução e correlacionar dados de forma visual, para facilitar as análises do dia a dia e trazer informações precisas sobre as atividades da empresa.

Antigamente, essas ferramentas necessitavam que os dados já estivessem em um nível avançado de maturidade, mas hoje as ferramentas de BI já conseguem realizar o que é chamado de self-service BI. Ou seja, o analista de negócio consegue conectar a solução em um arquivo de dados, como por exemplo um arquivo Excel, e extrair as informações necessárias, conectar e juntar várias fontes de dados diferentes e gerar insights em tempo real. Tudo isso sem a necessidade de ajuda da TI, tornando as áreas de negócios muito mais dinâmicas e independentes.

Sem Erros


A análise descritiva soluciona o problema de encontrar padrões nos dados que ainda não foram reconhecidos, entender o que aconteceu e fazer com que a empresa consiga novas formas de melhorar sua produtividade. Também podem apontar erros que não foram identificados pelos gestores responsáveis.

Por exemplo, a empresa consegue identificar a sazonalidade na venda de determinado produto e fazer uma campanha direcionada para incrementar as vendas. Outro exemplo muito utilizado é a aplicação do Business Intelligence para acompanhar as metas e objetivos planejados, desde o nível estratégico (definido pela diretoria), passando pelo tático (definido pelos gestores e gerentes de áreas) e chegando ao operacional (onde a granularidade dos dados é importante para o entendimento da performance).

 

Benefícios


Com a análise descritiva, empresas de todos os segmentos são beneficiadas, pois a solução ajuda a entender e melhorar o processo de venda. Também permite construir uma análise olhando para dentro da empresa, para entender os padrões ocultos dos processos internos, identificar gargalos e pontos que podem ser melhorados, medir a qualidade de um serviço ou tarefa, ajudando assim a diminuir os riscos e custos com a operação.

Trata-se de uma solução fundamental para que empresas atuem no mercado competitivo de hoje e para que, com relatórios detalhados em mãos, os analistas consigam tomar as melhores decisões, baseadas nos dados históricos da empresa.

Nossa Análise Descritiva gera ganhos de processo e de produtividade. Vamos trabalhar? Fale conosco!