Análise Prescritiva


Recomendações para otimizar a tomada de decisões

“Existem duas maneiras de aumentar a eficiência de uma loja, empresa ou indústria. Uma delas requer a melhoria tecnológica, isto é, atualização dos equipamentos, mudança no processo tecnológico, descoberta de novos e melhores tipos de matéria prima. A outra maneira, até hoje muito menos utilizada, envolve melhorias na organização do planejamento. Isto é, melhorias no processo de distribuição do trabalho entre as máquinas da empresa, distribuição de matéria prima, combustível, entre outros fatores.”(Dantzig, 1963)

A Análise Prescritiva refere-se à utilização de modelos matemáticos alinhados à gestão de negócios para gerar recomendações de ações a serem tomadas de forma automática ou semiautomática, visando otimizar as estratégias adotadas pelas empresas e alcançar melhores resultados no menor espaço de tempo.

Portanto, enquanto a Análise Preditiva é responsável por dizer como provavelmente será o futuro, a Análise Prescritiva fornece subsídios para o processo de tomada de decisão, identificando o que deve ser feito para que os objetivos almejados pelas organizações sejam alcançados.

Benefícios


A adoção depende do momento e da maturidade das empresas. Segundo a agência Gartner, apenas 3% das empresas utilizam a Análise Prescritiva, por mais evidente que sejam seus benefícios. E eles são vários:

 Permite tomar decisões baseadas em dados, com visão holística dos custos, processos e desempenho.
Fornece análise do risco.
Fornece para a inteligência de negócios informações de impacto significativo, que possibilitam melhores decisões em marketing e vendas.
Confere mais eficiência ao gerenciamento da cadeia de suprimentos, que resulta em otimização da produção e aumento de produtividade e qualidade.
Otimiza estoques e distribuição e melhora a experiência do cliente, garantindo a entrega do produto certo, no momento certo e no local certo.

É importante destacar que uma barreira para a adoção da Análise Prescritiva está na quebra de paradigmas. A análise não tem como objetivo combater as ideias dos gestores e sim agregar, uma vez que ela analisa o cenário e indica a melhor ação a ser tomada, considerando a autonomia do gestor em tomar a decisão final.

Contudo, a partir de nossa experiência, podemos afirmar que a Análise Prescritiva pode ser uma ferramenta poderosa na Indústria, na Saúde, no Varejo e em Serviços.

Nossa equipe pode ajudar a sua equipe a tomar decisões melhores. Fale conosco!