Ao explorar as soluções em nuvem presentes no mercado, é fácil nos depararmos com vários serviços e sistemas — e que podem ser usados para inovar as soluções e nossos modelos de negócio. Assim, surgem dúvidas sobre o que é OpenShift e quais são as características e os diferenciais da Red Hat Linux Enterprise.

Se você está nesse seleto grupo, curioso por esse sistema, saiba que suas principais funcionalidades incluem o armazenamento de dados nas nuvens e a realização de operações de processamento em alta capacidade, tudo baseado em aplicações open source — termo que se refere a software cujo código-fonte está disponível para ser usado, modificado e redistribuído livremente.

Todas essas características trazem diversas vantagens para as organizações modernas, reduzindo os custos operacionais e permitindo uma flexibilidade maior na criação e implementação desses mesmos recursos no futuro. Aprenda mais sobre como esse modelo estratégico vem sendo adotado pelas grandes organizações, neste artigo.

Venha explorar conosco esse tema e conferir as principais dicas sobre como aplicar esses recursos em seu negócio!

O que é OpenShift e quais as características da Red Hat Linux Enterprise?

A computação em nuvem, também conhecida como cloud computing, é um tipo de tecnologia que permite aos usuários acessarem recursos e serviços por meio da internet. A Red Hat, empresa multinacional e pioneira da tecnologia no mercado, traz o OpenShift como sua melhor plataforma para as empresas expandirem seus negócios por meio da implementação de recursos em nuvem.

Primeiro, é importante entender que a empresa tem um amplo leque de soluções disponíveis, para as mais diversas áreas informáticas de qualquer modelo e tamanho de empresa. Veja mais sobre eles na sequência!

Red Hat Linux Enterprise

O Red Hat Linux Enterprise é um sistema operacional de código aberto (open source), desenvolvido pela empresa Red Hat

Ele é baseado no kernel do Linux e oferece uma plataforma bastante robusta para a execução de aplicações corporativas e sistemas de comunicação instantâneos. Além disso, o Red Hat Linux Enterprise também inclui várias ferramentas usadas pelos profissionais de TI para o gerenciamento e para a automação de processos.

Essa dinâmica de liberdade de aplicação é o que mais facilita a implantação e administração do sistema em ambientes empresariais e dos mais diversos recursos da Red Hat.

Red Hat OpenShift

A OpenShift, da Red Hat, é uma plataforma de aplicações em nuvem que permite que os desenvolvedores criem, implante e gerencie aplicativos em contêineres.

A plataforma fornece um ambiente de execução para esses contêineres, utilizado para um funcionamento mais otimizado das aplicações, bem como recursos para o seu gerenciamento do ciclo de vida, incluindo a orquestração, a escalabilidade e o monitoramento.

Red Hat OpenShift Container Storage

Entre seus principais recursos, está o Red Hat OpenShift Container Storage, um software de armazenamento (e também de código aberto) que fornece suporte a contêineres em execução no Red Hat OpenShift, citado anteriormente. 

Ele oferece recursos para gerenciar o ciclo de vida do armazenamento, bem como para orquestrar e monitorar o uso do armazenamento das aplicações.

Red Hat AMQ

Ainda é possível contar, na plataforma da Red Hat, com o produto Red Hat AMQ. É o software de mensagens instantâneas oficial da Red Hat. Oferecendo suporte a diversos protocolos de mensagem (incluindo o STOMP, MQTT e AMQP). 

O Red Hat AMQ pode ser implementado em qualquer lugar, desde ambientes virtuais até grandes clusters físicos.

Quais as vantagens de contar com esses serviços?

Desde a redução da burocracia até a melhora da disponibilidade, não são poucos os efeitos positivos advindo da aplicação dessas tecnologias. Todas as ferramentas são personalizáveis, deixando muito mais simples a adequação ao compliance e manutenção do serviço de forma contínua.

E não pense que é um investimento muito pesado. Com essas facilidades, o ROI muito possivelmente será positivo em pouco tempo. A diminuição de custos deverá vir no longo prazo, com as otimizações constantes que as ferramentas sofrerão, você terá um valor real muito maior do que foi aplicado durante a implementação. 

Outra questão, também importante, é o aproveitamento dos recursos, o que maximiza ainda mais o valor da sua ferramenta ao longo do uso.

A criação de ambiente de testes pode ser outro atrativo para as empresas de maior porte ou prestadoras de serviços mais complexos. Os recursos da Red Hat oferecem diversas ferramentas que contribuem para uma testagem mais segura e acertada dos produtos de software produzidos pela e para sua organização.

Como contar com essa solução?

A empresa que quer contar com a parceria da Red Hat para implementar as soluções OpenShift precisa estar atenta aos diversos detalhes que envolvem a implementação. São diversos passos e planejamentos a serem seguidos por pessoal altamente especializado, para evitar quaisquer prejuízos durante a migração dos dados da sua empresa para o ambiente virtual.

Red Hat oferece suporte técnico para implantar e gerenciar essas soluções, além de fornecer recursos adicionais para ajudar a maximizar o valor dessas tecnologias para a empresa. Para maximizar o uso dessa assistência, é importante que se precise buscar uma parceria especializada.

Assim, você pode tirar o máximo proveito das vantagens que uma das maiores empresas de software do mundo tem a oferecer. Saiba que para isso você pode contar com a Scala, pois somos parceiros oficiais da Red Hat, conhecendo há anos os mínimos detalhes de implementação e serviços gerenciados do mercado.

Em suma, vimos ao longo do conteúdo que as soluções da Red Hat, desde as soluções como Red Hat Linux Enterprise e até OpenShift, entre outras, não deverão passar despercebidas pelos melhores gestores da atualidade. Sua flexibilidade, devido ao fato de o sistema ser em código aberto, pode ser um imenso campo aberto para que suas equipes utilizem a ferramenta focando no máximo de personalização para as suas necessidades.

Gostou de saber sobre os recursos da Red Hat e o que é OpenShift? E para você, quais desses elementos mais importam para que sua migração em nuvem seja perfeita? Deixe a resposta logo abaixo, nos comentários! Queremos saber o que você achou do nosso material!