Squad de serviço: quando vale a pena optar por essa solução?

O termo "squad de serviço" vem sendo cada vez mais utilizado no universo corporativo nos últimos tempos. Um dos motivos é o aumento das necessidades com as quais as empresas vêm sofrendo, como a de mão de obra técnica altamente capacitada.

Suprir essa falta de agentes capacitados é, realmente, um desafio para as empresas modernas. Se você tem esses problemas e precisa saber como pode começar a resolvê-los, saiba que este material tem tudo para ajudar você.

A montagem de uma equipe squad de uma companhia é um processo complexo, que envolve muito conhecimento da área em que será aplicada. Por isso, no artigo você confere os detalhes sobre o que é esse modelo de serviços, quais as vantagens e como montar a sua equipe. Tenha uma boa leitura!

O que é squad de serviços no gerenciamento de elementos da TI?

Explicando de maneira bem resumida, squads são equipes de TI que gerenciam um conjunto específico de tecnologias e serviços para uma empresa. Eles podem ser responsáveis por tarefas como, o gerenciamento de redes, sistemas operacionais, bancos de dados ou aplicativos. 

Os squads estão usualmente envolvidas no suporte técnico e na solução de problemas relacionados às suas áreas de especialidade. Esse serviço também pode ser encontrado como Agile Squads ou, ainda, Squads as a Service.

Os squads de TI estão sendo cada vez mais importantes para as empresas modernas. Muito disso se devendo à garantia de que as tecnologias essenciais sejam gerenciadas e mantidas de forma adequada e otimizada.

Elas também podem fornecer suporte valioso nos mais diversos setores para os colaboradores de sua empresa, ajudando a resolver problemas relacionados às tecnologias utilizadas por sua companhia.

Como esse modelo de prestação de serviços funciona?

Os squads de TI são geralmente formadas por profissionais especializados em diferentes áreas de tecnologia. Cada membro de uma squad pode ter sua própria especialidade e trabalhar em estreita colaboração com os outros para garantir que as tecnologias usadas para cumprir suas tarefas sejam adequadamente gerenciadas. 

Elas também são capazes de fornecer suporte técnico para várias empresas em simultâneo, já que o caráter de especialidade é bastante reforçado nesse modelo de prestação de serviços. Você terá a certeza de que o profissional que está atuando ali é altamente capacitado naquela tecnologia específica.

Qual a diferença entre squad de serviço e outsourcing de TI?

Squads de serviço são equipes internas de TI que gerenciam um conjunto específico de tecnologias e serviços. É uma equipe totalmente bem preparada para trabalhar apenas com aquela área que seu projeto de tecnologia precisa de mais atenção, independentemente do motivo.

Já as empresas de outsourcing de TI (contratação de colaboradores diretamente de parcerias externas prestadoras de serviços na área), os agentes são contratadas para fornecer suporte técnico e soluções para problemas relacionados às tecnologias da empresa de maneira geral.

Quando optar pela solução de squad de serviço

É bom entendermos que os squads de serviços gerenciados de TI são uma ótima opção para as empresas que desejam ajuda para otimizar o gerenciamento e a manutenção de algumas de suas tecnologias.

Elas também podem ser úteis para as empresas que enfrentam problemas relacionados ã baixa produtividade de seus projetos ou setores e precisam de um suporte técnico ainda mais especializado que se tem à disposição.

Quais os benefícios da solução?

Já podemos observar, ao longo do que exploramos até agora, que não são poucas as vantagens que a contratação de um squad para aqueles que mais precisam de agilidade e eficiência em muitos dos processos envolvidos no dia a dia das empresas. Entre os principais benefícios dos squads de TI, podemos apontar algumas, como você poderá conferir adiante. 

Promoção de um ambiente de inovação

Um squad especializado pode fornecer não apenas um suporte técnico altamente capacitado para as tecnologias da empresa, mas, também, insights valiosíssimos para que seus gestores possam avaliar com mais clareza quais as melhores inovações e modelos que podem ser mais bem implementados nos sistemas de sua companhia.

Garantia de que as tecnologias estão sendo usadas corretamente

Os squads podem ajudar a garantir que as tecnologias essenciais sejam adequadamente gerenciadas e mantidas. O fato de esse serviço ser altamente especializado, você minimiza bastante os riscos de algo dar errado e acabar gerando prejuízos.

Otimização de seus processos internos 

Quando bem implementadas, os squads também podem resolver problemas relacionados às tecnologias específicas da empresa. É possível preparar um squad que analise quais os pontos mais precisam ser otimizados em determinado sistema e organizar as tarefas para que as atualizações mais críticas sejam implementadas antes.

Como montar um squad?

Para montar um squad de TI, é preciso escolher as pessoas certas para as posições-chave e garantir que todos estejam alinhados com os objetivos da empresa. Principalmente nos quesitos que abrangem a capacitação técnica do agente. Isso é importantíssimo, pois as tarefas que serão demandadas certamente exigirão que essa perícia seja aplicada.

Também é importante estabelecer processos e procedimentos claros para que o squad possa trabalhar de forma eficiente. Feito isso, o squad poderá começar a gerenciar as tecnologias da empresa e fornecer suporte técnico valioso para os colaboradores e gestores.

Outra coisa importante de se notar, quando estiver planejando seu squad perfeito, é a importância de investigar e ter um bom conhecimento sobre as tecnologias que serão gerenciadas pelo grupo. É necessário também escolher pessoas que sejam habilidosas em resolver problemas de softskill (pensamento crítico de uma situação e proatividade, por exemplo).

Quais os diferenciais do esquadrão de especialistas da Scala?

Os melhores squads de TI são compostos por especialistas em suas áreas de atuação. Possuem um vasto conhecimento técnico e podem fornecer orientação valiosa para as empresas.

Em suma, é bom saber que os melhores squads estão sempre dispostos a aprender novas tecnologias e têm um histórico comprovado de soluções bem-sucedidas para os problemas enfrentados pelos clientes. Na Scala, nossos colaboradores param por treinamentos regulares com as maiores empresas de tecnologia do mundo, para garantir, sempre, a melhor entrega de nosso trabalho!

É bom saber que um squad de serviço pode ajudar muito as empresas modernas por meio de uma assistência qualificada aplicada nas melhorias dos processos internos de sua organização.

Quer saber mais sobre o tema? Entre agora mesmo em contato com os especialistas da Scala e saiba o que temos preparado para sua empresa!


SAS® Viya® em Cloud: fique por dentro dos recursos da plataforma

Em meio a um cenário de transformação digital nas empresas, uma ferramenta que contribuirá bastante para esse processo em organizações é o SAS® Viya® em Cloud. Essa é uma tecnologia que funciona em nuvem e traz vários recursos que proporciona um grande número de vantagens para negócios de todos os tipos, ramos e portes.

Muitas empresas deixam de aproveitar desse tipo de inovação e acabam colocando seu negócio em risco, já que não conseguem se modernizar com eficiência. Por isso, preparamos este conteúdo especial que explica melhor o que é SAS® Viya®, qual é sua finalidade, seu papel no gerenciamento de dados, recursos e outros tópicos relevantes. Acompanhe!

O que é a plataforma SAS® Viya® em Cloud?

Essa é uma plataforma de IA, analítica e de gerenciamento de dados que funciona em uma arquitetura nuvem (cloud), moderna e escalável. Sua arquitetura funciona de forma nativa em nuvem, o que significa que foi criada para tirar o máximo de vantagem do cloud computing.

Além disso, ela permite integração entre modelos desenvolvidos em diferentes linguagens e vários sistemas, como Google, Azure, OpenShift e AWS. Isso significa que, com o SAS® Viya®, os usuários não estarão mais limitados por apenas uma linguagem de programação ou silos de dados.

Para que serve essa plataforma?

Sua finalidade principal é unir Cloud Computing e Inteligência Artificial (IA), bem como simplificar como esses e outros recursos são incorporados à tomada de decisão da empresa.

O SAS® Viya® usa IA, o Machine Learning (Aprendizado de Máquina) e outras tecnologias para integrar diferentes áreas da organização, coletar informações de variadas fontes e gerar relatórios úteis para sua tomada de decisão. Além disso, ele também fornece aos gestores informações mais amplas e transparentes sobre as atividades do negócio.

No final de 2020 foi lançada a versão mais moderna da ferramenta, chamada de SAS® Viya® 4, seu maior diferencial é a maximização do aproveitamento das plataformas em nuvem.

Como atua no gerenciamento de dados?

No que diz respeito à gestão de dados, a plataforma SAS® Viya® auxilia negócios a ter uma visão mais completa, transparente e concretada de seus dados, clientes e operações. Além de novas formas que possibilitam tomar decisões embasadas, gerando mais confiança e assertividade.

Como funciona na prática?

Na prática, a empresa que deseja se transformar digitalmente ou modernizar cada vez mais seus processos entram em contato com uma empresa que fornece esse tipo de plataforma. É importante que o fornecedor tenha experiência e ofereça todo o suporte durante a implementação da ferramenta.

Ao implantar o SAS® Viya®, ele é integrado aos sistemas que já são utilizados pelo negócio, modificado para se adequar às necessidades específicas do negócio. Com isso, os colaboradores poderão realizar suas atividades online, de forma mais produtiva, com mais economia e agilidade. É interessante entender que essa tecnologia continuará sendo desenvolvida e evoluída com o passar do tempo, sendo melhorada para trazer cada vez mais benefícios ao negócio.

Quais os recursos do SAS® Viya®?

SAS® Viya® traz um grande número de recursos que auxiliarão os colaboradores em suas rotinas. Nos tópicos seguintes explicamos melhor quais são eles, como funcionam e como podem ser úteis ao negócio.

Relatórios interativos

São criados diversos relatórios gerenciais e interativos que trazem todas as informações úteis para o negócio. Esses documentos apoiam a tomada de decisão pelos líderes, já que fazem com que o processo seja baseado em dados concretos, não meras suposições.

Fluxos de decisão são orientados analiticamente em escala em lote ou em tempo real. Não será preciso aguardar dias ou semanas para que um profissional gere o relatório, já que eles são criados imediatamente. Esse recurso possibilita que os líderes tomem decisões rápidas e fornece uma melhor experiência analítica.

Criação e compartilhamento de visualizações

Graças à avançada IA, com a ferramenta é possível descobrir novos padrões, criar e compartilhar visualizações inteligentes, bem como relatórios interativos. Tudo isso é feito com apenas em uma interface de autoatendimento.

Descoberta de novos padrões

Esse é um recurso avançado que possibilita encontrar padrões e histórias mais aprofundadas com análises mais detalhadas, porém ainda fáceis de usar e ler.

Basicamente, é possível criar e refinar de forma fácil um grande número de modelos de previsão no momento de coletar informações, o que também traz mais resultados. Assim, pode-se colocar melhores modelos em ação mais rápido com a exploração e descoberta de dados interativos para diversos usuários.

Obtenção de insights

Com os dados coletados os gestores conseguem obter insights que não poderiam ser obtidos sem a ajuda da tecnologia. Isso acontece porque a ferramenta colhe e coletar um grande volume de dados sem incorrer em erros, além de encontrar vários padrões e possíveis tendências, permitindo que o gestor se prepare para mudanças no mercado ou aproveite de oportunidades.

Estatísticas

A ciência de dados é modernizada e potencializada graças à IA de ponta, ela incrementa com análises de texto, previsões, otimizações e econometria no seu ambiente.

Visual Machine Learning

Machine Learning é um tipo de IA que aprende e aprimora seus próprios algoritmos de forma autônoma. Com o tempo essa tecnologia se tornará cada vez mais avançada e mais profunda.

Quais os benefícios de adotar essa plataforma?

Essa tecnologia será uma grande aliada para que você alavanque seu desenvolvimento no mercado, permitindo que ela tenha mais destaque no mercado. Entre os principais benefícios obtidos estão:

  • adaptação: por ser compatível com diversos APIs, o SAS® Viya® possibilita que os desenvolvedores colaborem de forma mais fácil com os profissionais de ciências de dados e responder agilmente às mudanças do negócio, podendo atender suas demandas agilmente;
  • capacitação: sua flexibilidade permitirá que os colaboradores sejam capacitados em diferentes linguagens de programação e sistemas;
  • otimização de resultados: graças à automação, os resultados são obtidos de forma mais rápida e com menos recursos;
  • resultados confiáveis: os relatórios trazem informações reais e precisas, além de serem sem erros;
  • IA testada: o Machine Learning garante que a IA aplicada já esteja moderniza e aprimorada;
  • insights valiosos: você conseguirá ter visões bastante valiosas e tomar as melhores decisões para o futuro da sua organização;
  • evolução contínua: a ferramenta SAS® Viya® é considerada bastante flexível, pois ela pode ser atualizada com o passar do tempo para se adaptar às inovações que são lançadas e melhorar seus recursos.

Quando você implementa o SAS® Viya® em Cloud na sua organização, você observará grandes ganhos no que diz respeito à produtividade, eficiência, economia de recursos e, consequentemente, no desenvolvimento da sua organização. Mas é fundamental que você tenha o apoio de uma empresa especializada, como a Scala.

Entenda mais sobre o SAS® Viya®, seus recursos, funcionalidades e outras informações importantes!


O que é OpenShift e quais as características da Red Hat Linux Enterprise?

Ao explorar as soluções em nuvem presentes no mercado, é fácil nos depararmos com vários serviços e sistemas — e que podem ser usados para inovar as soluções e nossos modelos de negócio. Assim, surgem dúvidas sobre o que é OpenShift e quais são as características e os diferenciais da Red Hat Linux Enterprise.

Se você está nesse seleto grupo, curioso por esse sistema, saiba que suas principais funcionalidades incluem o armazenamento de dados nas nuvens e a realização de operações de processamento em alta capacidade, tudo baseado em aplicações open source — termo que se refere a software cujo código-fonte está disponível para ser usado, modificado e redistribuído livremente.

Todas essas características trazem diversas vantagens para as organizações modernas, reduzindo os custos operacionais e permitindo uma flexibilidade maior na criação e implementação desses mesmos recursos no futuro. Aprenda mais sobre como esse modelo estratégico vem sendo adotado pelas grandes organizações, neste artigo.

Venha explorar conosco esse tema e conferir as principais dicas sobre como aplicar esses recursos em seu negócio!

O que é OpenShift e quais as características da Red Hat Linux Enterprise?

A computação em nuvem, também conhecida como cloud computing, é um tipo de tecnologia que permite aos usuários acessarem recursos e serviços por meio da internet. A Red Hat, empresa multinacional e pioneira da tecnologia no mercado, traz o OpenShift como sua melhor plataforma para as empresas expandirem seus negócios por meio da implementação de recursos em nuvem.

Primeiro, é importante entender que a empresa tem um amplo leque de soluções disponíveis, para as mais diversas áreas informáticas de qualquer modelo e tamanho de empresa. Veja mais sobre eles na sequência!

Red Hat Linux Enterprise

O Red Hat Linux Enterprise é um sistema operacional de código aberto (open source), desenvolvido pela empresa Red Hat

Ele é baseado no kernel do Linux e oferece uma plataforma bastante robusta para a execução de aplicações corporativas e sistemas de comunicação instantâneos. Além disso, o Red Hat Linux Enterprise também inclui várias ferramentas usadas pelos profissionais de TI para o gerenciamento e para a automação de processos.

Essa dinâmica de liberdade de aplicação é o que mais facilita a implantação e administração do sistema em ambientes empresariais e dos mais diversos recursos da Red Hat.

Red Hat OpenShift

A OpenShift, da Red Hat, é uma plataforma de aplicações em nuvem que permite que os desenvolvedores criem, implante e gerencie aplicativos em contêineres.

A plataforma fornece um ambiente de execução para esses contêineres, utilizado para um funcionamento mais otimizado das aplicações, bem como recursos para o seu gerenciamento do ciclo de vida, incluindo a orquestração, a escalabilidade e o monitoramento.

Red Hat OpenShift Container Storage

Entre seus principais recursos, está o Red Hat OpenShift Container Storage, um software de armazenamento (e também de código aberto) que fornece suporte a contêineres em execução no Red Hat OpenShift, citado anteriormente. 

Ele oferece recursos para gerenciar o ciclo de vida do armazenamento, bem como para orquestrar e monitorar o uso do armazenamento das aplicações.

Red Hat AMQ

Ainda é possível contar, na plataforma da Red Hat, com o produto Red Hat AMQ. É o software de mensagens instantâneas oficial da Red Hat. Oferecendo suporte a diversos protocolos de mensagem (incluindo o STOMP, MQTT e AMQP). 

O Red Hat AMQ pode ser implementado em qualquer lugar, desde ambientes virtuais até grandes clusters físicos.

Quais as vantagens de contar com esses serviços?

Desde a redução da burocracia até a melhora da disponibilidade, não são poucos os efeitos positivos advindo da aplicação dessas tecnologias. Todas as ferramentas são personalizáveis, deixando muito mais simples a adequação ao compliance e manutenção do serviço de forma contínua.

E não pense que é um investimento muito pesado. Com essas facilidades, o ROI muito possivelmente será positivo em pouco tempo. A diminuição de custos deverá vir no longo prazo, com as otimizações constantes que as ferramentas sofrerão, você terá um valor real muito maior do que foi aplicado durante a implementação. 

Outra questão, também importante, é o aproveitamento dos recursos, o que maximiza ainda mais o valor da sua ferramenta ao longo do uso.

A criação de ambiente de testes pode ser outro atrativo para as empresas de maior porte ou prestadoras de serviços mais complexos. Os recursos da Red Hat oferecem diversas ferramentas que contribuem para uma testagem mais segura e acertada dos produtos de software produzidos pela e para sua organização.

Como contar com essa solução?

A empresa que quer contar com a parceria da Red Hat para implementar as soluções OpenShift precisa estar atenta aos diversos detalhes que envolvem a implementação. São diversos passos e planejamentos a serem seguidos por pessoal altamente especializado, para evitar quaisquer prejuízos durante a migração dos dados da sua empresa para o ambiente virtual.

Red Hat oferece suporte técnico para implantar e gerenciar essas soluções, além de fornecer recursos adicionais para ajudar a maximizar o valor dessas tecnologias para a empresa. Para maximizar o uso dessa assistência, é importante que se precise buscar uma parceria especializada.

Assim, você pode tirar o máximo proveito das vantagens que uma das maiores empresas de software do mundo tem a oferecer. Saiba que para isso você pode contar com a Scala, pois somos parceiros oficiais da Red Hat, conhecendo há anos os mínimos detalhes de implementação e serviços gerenciados do mercado.

Em suma, vimos ao longo do conteúdo que as soluções da Red Hat, desde as soluções como Red Hat Linux Enterprise e até OpenShift, entre outras, não deverão passar despercebidas pelos melhores gestores da atualidade. Sua flexibilidade, devido ao fato de o sistema ser em código aberto, pode ser um imenso campo aberto para que suas equipes utilizem a ferramenta focando no máximo de personalização para as suas necessidades.

Gostou de saber sobre os recursos da Red Hat e o que é OpenShift? E para você, quais desses elementos mais importam para que sua migração em nuvem seja perfeita? Deixe a resposta logo abaixo, nos comentários! Queremos saber o que você achou do nosso material!


Saiba mais sobre a hiperautomação nas empresas e como adaptar meu negócio a essa tendência?

A automação nas empresas inclui uma série de processos, todos contidos na área da Tecnologia da Informação que se concentra na criação e manutenção de sistemas automatizados. Usada para processar os mais diversos tipos de dados, sua evolução deu origem à hiperautomação — o prefixo “hiper”, neste caso, pode significar “extremo”.

Essa “automação extrema” de processos pode ajudar as empresas que usam de tecnologias avançadas a serem mais ágeis, eficientes e rentáveis, pois permite que elas automatizem tarefas repetitivas e muito complexas para humanos. Fazendo a hiperautomação um recurso extremamente necessário para melhor a adaptação das empresas no mercado moderno em relação à concorrência.

Se você quer saber quais tecnologias estão envolvidas, quais as vantagens que a hiperautomação nas empresas pode trazer para seus empreendimentos e ainda saber ótimas dicas para implementar esse sistema em sua organização, não deixe de continuar a leitura. Vamos lá?

Qual é a diferença da hiperautomação e automação de processos?

A automação dos processos está cada vez mais presente nas empresas e indústrias modernas. Ela permite que as tarefas sejam realizadas de forma mais rápida e eficiente.

Sendo um termo muito utilizado para designar a utilização de tecnologias de informação e comunicação no processo produtivo industrial. Essas tecnologias permitem a automação completa de processos industriais (e corporativos) e a redução dos erros humanos durante o processo.

Já a hiperautomação aplicada nas empresas é uma das principais tendências do universo corporativo para os próximos anos. Ela consiste na integração de diversos sistemas de controle, para que as empresas possam maximizar a eficiência e a produtividade do seu processo.

A automação altamente otimizada também pode reduzir os custos operacionais, pois elimina a necessidade de mão de obra para realizar diversas tarefas. Isso porque permite que as máquinas e os sistemas operem de forma ainda mais eficaz, o que reduz o número de erros e aumenta a produtividade.

Os processos hiperautomatizados contam com auxílio de elementos de Inteligência Artificial, Machine Learning e Big Data, falaremos mais sobre eles adiante. Esses recursos, quando utilizados juntos, podem ajudar a reduzir os custos operacionais, aumentar a flexibilidade e a agilidade das operações e melhorar a qualidade do produto ou serviço.

Qual a importância da hiperautomação e seus benefícios para as empresas?

A hiperautomação nas empresas pode trazer diversos benefícios, como a redução de erros e acidentes, aumento da produtividade e eficiência e menor tempo de recuperação de eventos críticos.

Para as organizações que ainda não a adotaram, significa um aumento da competitividade, pois podem oferecer produtos e serviços com qualidade superior. Ainda, aumenta a segurança e a previsibilidade durante o processo produtivo.

Os benefícios da hiperautomação para as empresas também incluem a satisfação dos colaboradores, pois os trabalhadores não precisam mais se preocupar com tarefas repetitivas e monótonas. Sendo uma evolução do conceito de automação, visa o aumento da eficiência e produtividade das empresas.

Uma solução inovadora que integra várias tecnologias, como inteligência artificial, robótica, aprendizado de máquina — tudo aplicado na automação de um mesmo processo e de forma escalável em todo o sistema.

Hoje, essa área faz parte do grupo seleto das tecnologias mais importantes para a transformação digital das empresas. Desde a popularização da internet, a transformação digital tem sido um dos principais focos das companhias, contribuindo para o processo de usar a tecnologia para modificar a forma como as empresas realizam seus negócios.

Como adaptar o meu negócio à hiperautomação na minha empresa? Confira 5 dicas!

1. Faça um bom planejamento estratégico

Se não tiver um plano estratégico para a aplicação da hiperautomação na sua empresa, ela pode automatizar processos que não são essenciais ou que não trarão muitos benefícios.

O planejamento estratégico interfere em cada aspecto da aplicação dessas tecnologias nos processos que contam com o uso da informação, por isso deve ser realizado com muito cuidado, acompanhado de pesquisas e especialistas, para que, assim, possam decidir o melhor caminho a ser adotado pela organização.

2. Mapeie bem os processos

O mapeamento dos processos é crucial para uma boa aplicação da hiperautomação. Sem um bom entendimento dos processos, fica muito mais difícil automatizar e otimizar as tarefas. Se isso for bem realizado, o mapeamento dos processos também ajuda a identificar quais áreas da TI podem ser mais beneficiadas com as inovações.

3. Defina planos de ação

Já vimos que existem muitas vantagens na implementação da hiperautomação dos processos informacionais e que ela pode ajudar a simplificar e otimizar processos de TI. No entanto, para que isso seja possível, é preciso que os planos de ação sejam bem definidos, claros e objetivos.

Dessa forma, essa prática pode ser melhor aplicada e menos custosa, pois os objetivos serão mais fáceis de serem alcançados. Uma definição clara dos planos de ação ajuda a evitar erros e problemas, pois todos os envolvidos na execução das tarefas saberão exatamente o que deve ser feito.

4. Desenvolva o projeto de maneira completa

Um desenvolvimento responsável e meticuloso (e nos mínimos detalhes) do projeto interfere em uma melhor aplicação dos elementos tecnológicos nos processos informáticos e nas tarefas dos colaboradores.

Isso vai garantir que os processos que serão automatizados estejam sempre funcionando de acordo com o planejado e que os dados processados estejam sempre consistentes.

5. Analise bem os indicadores para tomar as melhores decisões

Uma análise adequada dos indicadores do projeto pode contribuir muito positivamente na aplicação da hiperautomação nos processos de Tecnologia da Informação, pois permite que sejam identificadas as áreas com maior potencial de automação e, assim, sejam aplicados os recursos de forma mais eficiente.

Além disso, uma análise adequada dos indicadores também pode ajudar a identificar possíveis problemas nos processos que ainda não foram automatizados, diminuindo ainda mais os riscos e melhorando a produtividade.

Como observamos ao longo do conteúdo, a hiperautomação estará cada vez mais presente nas empresas e indústrias modernas. É um dos processos de inovação tecnológica mais promissora e merece toda a atenção voltada a ele nos últimos tempos. Portanto, é importante que os gestores se atentem às novidades como essas e se certifiquem de que estão aproveitando ao máximo todos os seus benefícios.

Quer saber mais sobre os próximos passos para implementar processos hiperautomatizados em sua empresa? Trabalhamos diariamente para trazer os melhores conteúdos em nosso perfil do LinkedIn! Siga-nos e fique sabendo das próximas novidades do mercado de tecnologia!


Red Hat Cloud Infrastructure: fique por dentro dos seus benefícios

As empresas estão armazenando e processando seus dados de forma diferente com a evolução da tecnologia. A implementação de nuvens está se tornando cada vez mais comum, pois as empresas buscam melhorar a agilidade, a flexibilidade e a eficiência do seu negócio. O Red Hat Cloud Infrastructure ajuda a simplificar e otimizar esses processos.

Sendo uma plataforma aberta e completa, consegue oferecer suporte a essas implementações mais complexas e consideradas de maior dificuldade pelos profissionais técnicos de Tecnologia da Informação (TI).

Continue sua leitura e descubra como a Red Hat Cloud Infrastructure ajuda as empresas a processarem e armazenarem seus dados de forma mais eficiente, simplificando o gerenciamento desses ambientes mais complexos.

Entenda, durante a sua leitura, como essa plataforma oferece um conjunto bastante abrangente de ferramentas de gerenciamento, monitoramento e automação, que ajudam as equipes de TI a manter o controle do seu ambiente multi-cloud.

Saiba tudo sobre o uso moderno da infraestrutura como serviço e como ela pode colaborar para o desenvolvimento de suas empresas. Tenha uma boa leitura!

O que é a Infraestrutura como Serviço?

A infraestrutura como serviço (também chamada conhecida pela sigla IaaS) é uma das categorias de nuvem mais importantes para as empresas. A IaaS fornece um conjunto de recursos de TI gerenciados, incluindo computação, armazenamento, rede e segurança.

O uso da IaaS permite que as empresas modernas sejam mais ágeis e eficientes, pois não precisam mais investir em infraestrutura física ou em grandes equipes de TI e especialistas para gerenciá-la.

Além disso, a IaaS é mais flexível do que a infraestrutura tradicional. Isso porque ela permite que as organizações implantem e gerenciem seus ambientes de TI de acordo com suas necessidades específicas naquele momento — ainda podendo aumentar ou diminuir as capacidades conforme essas necessidades.

O que é Red Hat Cloud Infrastructure

A Red Hat é uma empresa com grande portfólio de produtos de software. É uma subsidiária da IBM que atua principalmente no fornecimento de aplicações de código aberto para empresas de todo o mundo. Foi fundada em 1993 nos Estados Unidos e conta, atualmente, com filiais ao redor do planeta.

A Red Hat Cloud Infrastructure é uma plataforma de software aberto para a criação, implantação e gerenciamento de aplicações na nuvem, ou seja, um conjunto de ferramentas IaaS mantida pela Red Hat.

O recurso é composto por vários componentes, entre eles estão:

  • Red Hat Enterprise Linux: uma distribuição Linux comercial, desenvolvida e mantida pela Red Hat. É um produto de software de código aberto e está disponível para download gratuito para usuários de desktops e servidores;
  • Red Hat OpenStack Platform: uma solução de infraestrutura em nuvem de código aberto que pode ser implantada em ambientes de data center convergentes. Suporta uma variedade de aplicativos e workflows de nuvem e permite aos usuários criar e gerenciar um ambiente de nuvem convergente unificado. A plataforma é construída sobre o projeto OpenStack e usa a infraestrutura de virtualização de Kernel-based Virtual Machines (KVMs);
  • Red Hat CloudForms: uma plataforma de gerenciamento de clouds híbridas que fornece um conjunto de ferramentas para gerenciar ambientes de TI em nuvem. Baseada em código aberto, fornece um painel unificado para gerenciar nuvens públicas e privadas. A plataforma também oferece um conjunto de ferramentas de automação para simplificar o gerenciamento de todo o sistema em nuvem;
  • Red Hat Satellite: uma ferramenta de gerenciamento de sistemas projetada para implantar e gerenciar aplicações em data centers e ambientes de nuvem híbridos. Suporta a implementação em larga escala e fornece aos usuários um conjunto abrangente de ferramentas para gerenciar sua infraestrutura de TI.

Dessa forma, é visível como a Red Hat Cloud Infrastructure é uma plataforma completa, que oferece a melhor solução para a criação de infraestruturas em nuvem, desde a virtualização até o gerenciamento de aplicações.

Quais os seus principais benefícios da implementação da Red Hat Cloud Infrastructure?

A Red Hat Cloud Infrastructure utiliza diversas tecnologias de virtualização, armazenamento, gerenciamento e segurança, permitindo que as empresas criem e implementem soluções de nuvem híbridas eficientes e seguras. Continue a leitura e saiba os principais benefícios que essa plataforma cloud pode trazer para sua empresa.

A virtualização de processos será mais econômica

A virtualização com o Red Hat Cloud Infrastructure pode ajudar a sua empresa a economizar dinheiro, tempo e esforço, permitindo que você crie e implemente soluções de nuvem híbridas mais eficientes e seguras.

Isso porque a virtualização permite que você crie máquinas virtuais (VMs) para executar aplicações e serviços, eliminando a necessidade de comprar e manter servidores físicos. Além disso, a virtualização também pode ajudar a diminuir o consumo de energia e aumentar a eficiência do seu data center.

Faça o processo de deployment na cloud que você preferir

A Red Hat Cloud Infrastructure é uma plataforma aberta e flexível que permite que as empresas criem e implementem soluções de nuvem híbridas em qualquer lugar, seja na nuvem pública, privada ou híbrida.

Isso significa que as empresas podem aproveitar o melhor de cada nuvem e escolher a solução que melhor atenda às suas necessidades específicas. Aliás, essa é uma das melhores qualidades dos sistemas de código aberto.

Mais escalabilidade para o seu negócio

A Red Hat Cloud Infrastructure oferece às empresas flexibilidade e maior eficiência na implementação de soluções de nuvem híbridas. Isso faz com que ela seja completamente escalável.

A plataforma permite que as organizações criem e gerenciem ambientes de nuvem híbridos de forma eficiente e segura, aproveitando ao máximo os recursos de TI existentes, tendo a liberdade total para aumentar ou diminuir o processamento disponível conforme as necessidades.

Capacidade de automação e gerenciamento completo

A automação é uma das principais vantagens do Red Hat Cloud Infrastructure. A ferramenta pode ajudar a simplificar o gerenciamento e a implantação de aplicativos em nuvem, além de agilizar a criação e o escalonamento de recursos. Com as ferramentas da plataforma a vida da sua equipe de TI será muito mais simplificada.

Fora que os seus gestores e administradores de rede terão um olhar mais abrangente de todo o sistema com as funcionalidades dessa plataforma cloud.

Em suma, conferimos que Red Hat Cloud Infrastructure é um ambiente de gerenciamento e desenvolvimento bastante robusto e que já tem a garantia de segurança conferida pelo mercado durante seus anos de atuação. Aos gestores que pretendem adotar essas tecnologias em suas empresas, recomenda-se a busca de pessoal especializado. Escolha uma parceria experiente para não correr riscos desnecessários e prejuízos com implementações não otimizadas.

Para isso, você pode entrar em contato com os especialistas da Scala! Faça isso agora mesmo e constate o que a nossa empresa tem a expertise necessária para ajudar sua organização a ir cada vez mais longe!


Dados na nuvem: quais os benefícios e como trabalhar com eles?

Inovar é uma tarefa constante para as empresas mais modernas presentes no mercado. Ter os dados na nuvem, hoje, é quase mandatório para as organizações que precisam de uma maior otimização de seus processos – seja para garantir uma melhor atuação de seus colaboradores em ambientes remotos, seja para minimizar os riscos de invasões por agentes maliciosos.

A cultura de inovação, sendo cada vez mais valorizada nas organizações, tem sido responsável por promover mudanças rápidas na forma com que as companhias operam. Essas empresas sabem o quanto é essencial para manter uma vantagem competitiva sobre aqueles concorrentes que não fazem uso dessa prática no dia a dia de suas organizações.

Se você quer saber mais sobre o funcionamento da nuvem e as vantagens que podem ser trazidas por essa tecnologia para sua empresa, não deixe de continuar a leitura. Ao longo do material, você vai entender como a nuvem pode beneficiar inúmeros processos corporativos internos. Vamos lá?

O que é a nuvem?

A nuvem é um modelo de arquitetura da computação que permite acessar os dados e aplicações por meio da internet. É uma solução moderna para as empresas, o que faz com que os recursos informacionais corporativos estejam disponíveis de qualquer lugar do mundo, bastando uma conexão à internet e uma autorização para acessá-los.

A nuvem é composta por várias estruturas, constituída por data centers (grandes centros de armazenamento e processamento de dados) e um gateway (permitindo o acesso remoto à rede corporativa pela internet).

É possível, também, contar com os servidores virtuais (VPSs): pequenos sistemas operacionais usados ​para executar programas e tarefas com taxas de processamento menores.

Cada servidor em nuvem tem seu próprio conjunto de aplicativos e dados, que podem ser compartilhados por múltiplas pessoas ou empresas. A tecnologia também é conhecida como Cloud Computing — e resumidamente definida como um modelo de arquitetura da computação baseado na internet. Podendo ser observada nas empresas com os seguintes denominações e características:

  • Software as a Service (SaaS): Sistema operacional, planilhas e outros produtos disponibilizados online;
  • Platform as a Service (PaaS): plataforma para desenvolvimento de produtos software, entre outros sistemas;
  • Infrastructure as a Service (IaaS): servidores físicos fornecidos por empresas especializadas nesse tipo de serviço.

Pouco tempo atrás, essa tecnologia era apenas usada por grandes organizações, devido ao valor inicial necessário para implementá-la nas suas operações internamente.

Com o passar do tempo, ela foi sendo melhorada e tornou-se bem mais barata, sendo uma ótima solução para gerar economia de recursos na maioria das médias e grandes empresas.

Como os dados são armazenados na nuvem e quais as diferenças para o modelo convencional de armazenamento?

Antigamente, as maiores empresas tinham uma infraestrutura própria, usada para armazenar e processar as informações produzidas pelos colaboradores e aplicações públicas ativas.

Em caso de invasão, a organização estaria em uma péssima situação, pois toda a infraestrutura estaria comprometida — inclusive os backups. Isso é muito diferente para os dados armazenados em nuvem.

Quais as vantagens dos dados na nuvem?

Com a tecnologia cloud está cada vez mais presente no mercado e capaz de oferecer diversas vantagens — e não apenas para as grandes empresas! O modelo cloud ganhou força, principalmente, devido a suas facilidades conferidas ao universo corporativo de TI e a segurança que a nuvem pode oferecer.

Por exemplo, com o uso da cloud computing, é possível a realização de backup dos dados armazenados em um servidor remoto. Em caso de perda ou roubo desses arquivos, também é possível fazer o reenvio do mesmo material por meio da nuvem.

Além do aumento do alcance das atividades dos profissionais colaboradores (com relação às ferramentas necessárias para suas tarefas). As ferramentas cloud também são excelentes para quem quer ter autonomia sobre os seus próprios recursos, sem precisar investir pesado na aquisição de hardware e software dedicados às suas atividades.

Outra grande vantagem é a liberdade que ela proporciona no controle sobre os arquivos. Bastando apenas transferir as informações solicitadas por um cliente ou uma equipe de trabalho, simplesmente criando as instruções e enviando-as diretamente para qualquer contato da sua lista!

Pensa em migrar para a nuvem? Saiba antes os cuidados que deve tomar!

Ainda que a nuvem seja o futuro das empresas, há cuidados básicos que as empresas precisam ter antes de migrar para ela. Já exploramos, em nosso blog, sobre o que é o conceito de serverless e os prós e contras dessa tecnologia — e assim como qualquer inovação, precisamos entender alguns cuidados que precisam ser tomados ao realizar a migração de nossos dados para a cloud.

A seguir, você confere alguns detalhes para atentar antes de começar a sua migração, veja na sequência!

Entenda bem o modelo de cobrança do provedor de Cloud Computing escolhido

O acesso aos dados e às informações, ainda que os servidores cloud sejam mais baratos do que as plataformas tradicionais, muitas vezes têm um custo adicional para manter esses sistemas ativos e garantir o acesso dos usuários. Um ponto importante é que já existem alguns países europeus que regulamentaram a governança desses ambientes. Saiba que isso pode ser uma questão importante no momento em que se decide migrar para esse tipo de tecnologia.

O melhor e mais recomendado é buscar por serviços que contam com suporte 24 horas por dia com a nuvem obedecendo sempre às melhores práticas, para que o sistema seja acessível como qualquer outro dispositivo tradicional — algo essencial quando temos compromissos urgentes, como um deploy para correção de uma atualização recente, por exemplo.

Atente para as ferramentas de comunicação da sua empresa

Comunicar-se frequentemente entre todas as equipes da organização é fundamental na hora de inovar em qualquer área corporativa. Essa intermediação torna as equipes mais eficientes, além de facilitar a troca de informações e diminuir as possibilidades de erros.

Quando se trata da nuvem, é possível ter todos os dados disponíveis em qualquer lugar com apenas um clique no mouse! Por isso, o ideal é cuidar para que seus colaboradores tenham livre acesso às ferramentas de comunicação eficientes antes de implementar essa tecnologia.

Essa atitude incentiva à proatividade e transversalidade entre as diferentes áreas da corporação, trazendo mais uma vantagem para sua empresa em relação a sua concorrência.

Inove constantemente

Todas essas dicas são muito importantes, pois a adoção dessa postura contribui muito para a inovação dos processos (e da empresa de maneira integral).

É importante dar um treinamento regular para seus colaboradores, visando o aumento do nível de conhecimento dos seus profissionais da área de TI, qualificação técnica e habilidades do pessoal.

A estrutura em nuvem vai contribuir muito com isso. Com a hospedagem e processamento de seus dados e informações sendo realizados por uma empresa parceira, confere mais tempo para que seu setor de TI possa atuar naquilo que realmente faz diferença para o produto ou serviço oferecido por sua empresa.

Nesse caso, a otimização dos modelos de processamento e de armazenamento de dados será como uma bola de neve, contribuindo também para o aumento da qualidade, agilidade e eficiência da sua marca.

Concluindo, vimos, durante o artigo, que os dados na nuvem estão mais protegidos e acessíveis para os usuários do que modelos mais tradicionais de processamento e armazenamento. Também conferimos que a tecnologia vem ficando mais barata e mais simples de ser implementada. Esperamos que as dicas tenham sido úteis na elucidação dos problemas que devem ser atentados durante a migração de seus dados.

Domine os dados que a sua empresa produz e deixe os gestores extraírem insights valiosos deles! Entre agora mesmo em contato com os especialistas da Scala! Nossa empresa está preparada para ajudar você a encontrar a melhor solução para o seu negócio!


Tire agora suas principais dúvidas sobre segurança na nuvem

A preocupação com a segurança na nuvem nas áreas de Proteção de Dados e Segurança da Informação tem evoluído muito nos últimos tempos. A maior razão está principalmente ligada ao aumento da necessidade do uso desses serviços e de equipamentos tecnológicos — cada vez mais requisitados pelo mercado para um cumprimento satisfatório de suas funções.

Se você busca por melhores insights que possam ser aplicados nos seus negócios, saiba que está no lugar certo. Nosso objetivo com este conteúdo é ajudar você a esclarecer dúvidas muito comuns sobre segurança na nuvem, trazendo uma série de dicas que podem ajudar a sua empresa a obter sempre os melhores resultados.

Tenha certeza de que sua tomada de decisão será muito facilitada ao ter acesso a estas informações sobre o tema!

Segurança na nuvem: o que é e como funciona?

A segurança da informação é um assunto cada vez mais importante para as empresas em todo o mundo. E isso se deve ao aumento da dependência da tecnologia e ao crescimento dos riscos de segurança.

As empresas precisam proteger seus dados e sistemas de ataques e fraudes, além de assegurar a confidencialidade das informações que têm armazenadas. Logo, para garantir a segurança da informação, devem adotar algumas medidas, como:

  • criptografia;
  • uso de senhas;
  • proteção física dos dados;
  • limitação do acesso aos dados.

Além disso, é importante ter um plano de backup para garantir a recuperação de informações em caso de um incidente de segurança.

Contudo, quando esse tema é abordado em relação à computação em nuvem, temos algumas diferenças. Resumidamente, segurança na nuvem é um termo usado para descrever a proteção de dados e aplicações hospedadas em ambientes cloud.

Para garantir acesso e armazenamento seguro dos dados ali utilizados (e produzidos), precisamos incluir medidas de segurança físicas (controle de acesso local dos servidores), lógicas (uso de algoritmos de monitoramento e prevenção de ataques) e de processamento (utilização de hardwares seguros e atualizados) para proteger os dados e as aplicações.

Qual é a diferença entre segurança na nuvem e segurança em TI?

A segurança na nuvem se refere à proteção de dados e aplicações armazenados em serviços cloud, enquanto a segurança em TI se trata da proteção de dados e de aplicações, armazenados em servidores e redes internas.

Dessa forma, podemos dizer que a área de segurança em TI engloba, também, a segurança na nuvem. Para saber se você precisa se preocupar com a segurança em todo o setor de TI ou apenas de suas aplicações hospedadas em cloud, é necessário um conhecimento aprofundado da realidade desse setor na empresa em que atua.

Precisamos saber questões que envolvem o estado atual dos Data Centers e de bancos de dados, os dispositivos utilizados para acessar a rede, o provedor ISP e de cloud utilizados para as conexões, entre outras tarefas que envolvem um uso seguro de equipamentos e informações.

A depender do caso, a segurança dos dados na nuvem estará intimamente ligada aos cuidados tomados com todo o sistema de TI da empresa.

Confidencialidade das informações: como ela é garantida pelo provedor?

A confidencialidade é um dos temas principais que envolvem a área de segurança da informação, valendo também para serviços hospedados na nuvem.

A confidencialidade da conexão é um fator primordial e deve ser garantida pelo provedor cloud, sendo um princípio fundamental de seu serviço oferecido.

Todas as informações recebidas em seus servidores deverão ser tratadas como confidenciais e nunca poderão ser divulgadas a terceiros sem a prévia autorização do cliente — nesse caso, a nossa própria empresa, a contratante da hospedagem.

Será por meio de medidas de segurança físicas, lógicas e organizacionais que eles protegerão suas informações contra acesso não autorizado, uso indevido, modificação, divulgação ou ataques.

Como escolher um bom provedor de cloud? O que é mais importante?

Existem diversas questões a serem observadas antes de contratar um bom provedor de cloud. Alinhar os objetivos de ambos os negócios é uma atitude que poderá gerar uma maior segurança para sua empresa e mais tranquilidade aos seus colaboradores, parceiros e clientes.

Questões que envolvem a imagem da empresa diante do mercado e seu comportamento nos últimos anos é algo que deverá ser observado. Marcas há mais tempo na atuação poderão ser mais efetivas na resolução de seus problemas e atendimento de suas necessidades, devido à experiência de seu corpo colaborativo — conseguindo oferecer maior eficiência nos quesitos técnicos necessários.

Além disso, existem outros pontos que precisam ter atenção, que tangem a adequação do provedor à sua necessidade, tais como:

  • tempo de atividade (ou relatórios de uptime): precisamos saber quanto tempo o servidor ficará online — quanto mais próximo de 100%, melhor será a efetividade dos recursos;
  • políticas de governança adequadas: seu provedor precisa se preocupar com cada detalhe que envolva o servidor utilizado pela sua empresa. Então, cheque cada política de gestão adotada e desconfie daquelas que tiverem problemas para fornecer essas informações;
  • Service Level Agreement (Contrato de Nível de Serviço): também conhecido por SLA, é um recurso que podemos utilizar para definir qual provedor escolhemos para nossa empresa. Com ele, você poderá ter uma ideia clara do acordo estabelecido entre as companhias para a efetividade do serviço. Ali você poderá encontrar os prazos fixados para manutenção e demais detalhes do oferecimento do serviço.

A nuvem está protegida contra ataques DDoS?

De maneira resumida, um ataque DDoS é um ataque cibernético que usa uma rede de computadores para inundar um servidor com solicitações, tornando-o incapaz de responder a qualquer outra requisição.

Podemos dizer que os recursos hospedados em ambientes em nuvem estão, sim, protegidos contra esse tipo de ataque. Isso se dá por uma combinação de técnicas, incluindo detecção e prevenção baseada em host e na rede e bloqueio de solicitações mal-intencionadas.

As análises podem ser incorporadas a recursos como inteligência artificial e machine learning, automatizando o controle e deixando a hospedagem ainda mais segura.

O que fazer se a segurança falhar?

Primeiramente, não entrar em pânico é a melhor saída. Como vimos, com a preocupação com a segurança sendo levada a sério pelos gestores, será muito mais difícil qualquer interferência externa maliciosa. Mesmo assim, ainda há algum risco de invasão, e cuidados como backups devem mostrar sua importância nesses momentos.

O que podemos fazer é tentar evitar ao máximo qualquer falha possível na segurança de dados. Mesmo com um backup, se a invasão tinha por motivo o sequestro de dados, ter uma cópia se mostra inútil, por exemplo. Depois que formos invadidos, não poderemos retroceder.

Dessa maneira, a melhor solução é se reunir com os principais gestores envolvidos após o problema ter sido detectado, assim como os responsáveis pelo provedor de cloud. Será necessário que a equipe trabalhe em cooperação para que a brecha seja fechada e não se repita.

Por esse motivo, questões como uma cultura que preza pela segurança na nuvem é de extrema importância para assegurar seus dados.

E você, sabe como proteger ainda mais sua empresa e os recursos hospedados em nuvem utilizados por ela? Deixe aqui seu comentário — será um prazer imenso ter a sua participação em nosso blog!


Veja quais as 5 vantagens de trabalhar com a cloud da Microsoft Azure

Já pensou em ter maior flexibilidade e escalabilidade em seus negócios, menores custos na atualização de seus processos e maior segurança em seus dados? Saiba que existem serviços inovadores, como é o caso daqueles encontrados na Microsoft Azure, que trazem todas essas vantagens para sua empresa.

Esse tipo de tecnologia cloud permite que as empresas aumentem ou diminuam o uso de seus recursos de TI conforme as suas necessidades, o que torna mais fácil e ágil a adaptação às mudanças do mercado.

Ao contrário do modelo tradicional de TI, ela permite que as empresas paguem apenas pelos recursos que utilizam, representando uma significativa economia de custos — além disso, organizações de menor porte podem contar com os recursos de segurança das maiores empresas de tecnologia.

Se você quer saber mais sobre as vantagens de trabalhar com a cloud da Microsoft Azure, você chegou ao lugar certo! Neste artigo, vamos acompanhar os principais benefícios que esse recurso está trazendo para as companhias do mundo todo. Confira!

O que é e para que serve o Microsoft Azure?

Microsoft Azure é o nome dado para um serviço de computação em nuvem operado pela Microsoft. O recurso é usado para o gerenciamento de aplicativos via data centers. Esses centros de processamento de dados são mantidos pela própria Microsoft.

Sendo uma plataforma de computação em nuvem, oferece aos seus usuários acesso a uma série de ferramentas e serviços de TI. Com o Azure, como também é chamado, os usuários do serviço podem criar e implantar aplicativos em nuvem, bem como gerenciar e armazenar os mais diversos tipos de dados.

O Azure também oferece aos seus usuários acesso a uma ampla rede de serviços de nuvem, facilitando para as empresas criarem e implementarem aplicativos.

Existem vantagens ao trabalhar com a cloud da Microsoft Azure?

Sim, saiba que há várias vantagens em se trabalhar com a Microsoft Azure. Essa nuvem oferece muitos recursos para facilitar o gerenciamento de aplicativos, além de ser muito segura. Também tem uma alta escalabilidade e disponibilidade, fazendo da Azure um recurso em nuvem extremamente flexível.

Ela também pode ser facilmente ajustada para atender às necessidades específicas da sua organização. Acompanhe os benefícios que podem ser conquistados ao utilizar as ferramentas contidas neste pacote de serviços.

Quais as principais vantagens de trabalhar com Microsoft Azure? Confira 6 delas!

1. Mais segurança em suas operações

A Azure é uma das principais plataformas de nuvem da Microsoft e oferece uma ampla gama de soluções de segurança para as empresas. Com a Azure, as organizações podem monitorar e gerenciar seus recursos de forma segura, além de proteger seus dados contra ameaças internas e externas. 

Além disso, a Azure oferece um nível de escalabilidade e disponibilidade que é extremamente flexível, o que permite que as empresas se adaptem rapidamente às mudanças do mercado.

2. Integração e escalabilidade no mais alto nível

A Azure oferece uma ampla gama de soluções de integração, o que permite que as empresas integrem seus sistemas de forma segura e eficiente. Sem contar que a Azure é extremamente escalável, o que permite que as empresas se adaptem rapidamente às mudanças do mercado.

3. Governança de dados extremamente facilitada

A Azure oferece uma série de recursos para ajudar as empresas a gerenciarem seus dados de forma mais eficiente. Com o recurso, as empresas podem classificar, armazenar e analisar seus dados de forma mais eficiente, além de gerenciar suas políticas de governança de melhores maneiras.

Com a Azure, as empresas também podem acessar seus dados de forma mais segura e compartilhá-los com outras organizações de forma mais otimizada.

4. Otimização de custos favorecida

A Azure oferece muitos recursos para ajudar as empresas a gerenciarem seus custos de forma mais eficiente. Com a ferramenta, as empresas podem diminuir seus custos operacionais e ainda melhorar a eficiência do uso de seus recursos.

5. Suporte técnico completo

Essa é, certamente, uma das melhores vantagens para a sua equipe de TI. Isso porque a Azure oferece um amplo suporte técnico aos seus clientes. Usando essas ferramentas, os times das empresas podem contar com uma equipe de profissionais especializados que estão disponíveis 24 horas, 7 dias por semana.

O serviço conta com auxílio e orientação de técnicos extremamente bem capacitados para ajudar as pessoas com qualquer problema que possam enfrentar durante o uso de seu sistema.

Além do suporte técnico, a Azure também oferece uma série de documentações e tutoriais que podem ajudar as empresas a configurar e gerenciar suas contas de forma mais eficiente.

6. O backup é muito prático

Outra vantagem é que a Microsoft Azure oferece um recurso de backup integrado que é extremamente prático. Com ele, é possível fazer backup de dados e aplicativos de forma fácil e rápida, além de poder restaurá-los de forma simples e eficiente.

Como implementar esses recursos em minha empresa?

Para aproveitar ao máximo os recursos da Azure, é importante contar com uma parceria especializada, que possa oferecer o suporte necessário para a implantação e o gerenciamento da plataforma. A Scala, por exemplo, é uma empresa especializada em soluções em nuvem e oferece o serviço de implantação e gerenciamento da Azure para as organizações. 

Com a ajuda de nossos especialistas, você pode contar com um serviço completo de apoio para que sua empresa e seus colaboradores não precisem ficar perdidos durante uma imigração. Aqui, buscamos sempre entender o seu problema para sugerir a melhor solução para o futuro do seu negócio.

Concluindo nosso artigo, vimos que a Microsoft Azure é uma plataforma em nuvem que oferece muitos benefícios para quem deseja gerenciar seus aplicativos e dados na nuvem. Sendo uma solução extremamente flexível, a Azure pode ser facilmente ajustada para atender às necessidades específicas da sua organização. 

Atenda agora mesmo as necessidades de inovação da sua empresa! Entre agora em contato com os especialistas da Scala! Saiba que a nossa empresa tem a expertise necessária para ajudar na inovação de seus empreendimentos!


Do que se trata o IBPMS e por ele é importante? Descubra!

Atender às demandas do cliente com agilidade é uma exigência crucial para empresas de todos os ramos que desejam ter vida longa no mercado. Nesse sentido, investir na automatização dos seus processos e em iBPMS não é mais um diferencial, mas uma necessidade urgente para que o seu negócio execute e entregue um produto ou serviço competitivo.

Por meio dessa tecnologia, a sua empresa adquire a capacidade de mapear, executar e monitorar todas as suas operações a fim de gerar melhorias contínuas. Tudo isso traz a rapidez e a eficiência de que você precisa para construir uma marca forte na sua área de atuação. Quer saber mais? Neste post, vamos falar sobre tudo o que envolver iBPMS. Confira!

O que são os sistemas BPMS?

Toda tarefa executada dentro de uma empresa faz parte de um processo. No dia a dia, gerenciar tudo isso é um esforço complexo. Diante disso, foi criado o Business Process Management (BPM), cuja tradução para o português significa Gestão por Processos de Negócio, sendo uma disciplina que funciona por meio de um conjunto de conhecimentos que abrangem princípios e práticas voltados para a gestão de processos em empresas.

Apesar de ter os primeiros registros datados de 1776, o conceito atual do BPM foi apresentado ao mundo dos negócios em 2003 a partir do livro ‘’Business Process Management: The Third Wave’’, ou ‘’Gerenciamento de Processos de Negócio: A Terceira Onda’’ em português, escrito por Howard Smith e Peter Fingar.

A finalidade é potencializar os resultados da empresa com base na gestão e na otimização de seus processos. Em vez de enxergar os departamentos de forma isolada e vertical, o BPM propõe olhar para todos os processos de ponta a ponta no que se refere ao gerenciamento da organização.

Com a digitalização das empresas, foram criados os BPMSs, que são os softwares que possibilitam às empresas aplicar o BPM em sua rotina operacional. Esses sistemas contam com funcionalidades que facilitam a tomada de decisão, usando para isso a análise quantitativa dos dados, que envolve os processos internos e externos da companhia.

Em 2012, foi desenvolvida uma nova forma de gestão que ficou conhecida como Intelligent Business Process Management (iBPM), que pode ser traduzido para ‘’Gestão Inteligente de Processos de Negócios’’. O objetivo da nova proposta é integrar os processos à tecnologia de ponta, o que deu origem ao Intelligent Business Process Management Suites (iBPMS) — conjunto de sistemas que atuam na automatização da gestão dos processos de negócio, incluindo a modelagem e a execução, bem como o controle e o monitoramento.

Qual é a relação entre o BPMS e a automatização nas empresas?

A transformação digital provocou um enorme impacto na forma como os negócios funcionam, pois trouxe tecnologias que revolucionaram tanto as tarefas operacionais quanto as de gestão. Nesse contexto, pode-se dizer que o BPMS consiste no lado tecnológico da disciplina de gestão de BPM.

Em uma época de hiperautomação das empresas, o BPMS é um sistema que permite mapear, automatizar e monitorar todos os processos que fazem parte da rotina operacional da empresa. A tecnologia contribui para a criação de fluxos de trabalho que são executados automaticamente, delegando as tarefas para cada profissional responsável, além de agir no controle de prazos.

De forma simples, o uso do BPMS é um recurso que automatiza os processos de uma organização, o que é feito por meio da simplificação e da desburocratização do seu fluxo de operações. Na prática, isso significa eliminar o desperdício de tempo e de recursos empregados nas suas atividades, tornando-as muito mais eficientes e precisas.

O que é o iBPMS?

Conforme já dissemos, Intelligent Business Process Management Suites é uma evolução do BPMS que foi lançada após o entendimento de que as companhias deveriam pensar na otimização de processos com o intuito de elevar a eficiência e reduzir custos, sendo necessário tornar o fluxo de trabalho mais flexível e capaz de se adaptar à dinâmica de consumo dos seus clientes e às mudanças do mercado.

Os sistemas iBPMS se caracterizam por aliar o Software de Gerenciamento de Processos de Negócios (BPMS) a recursos adicionais que potencializam o desempenho das organizações, como a Inteligência Artificial, com o intuito de auxiliar a automatizar de forma dinâmica um número maior de experiência, do começo até o final.

Ao utilizar um sistema iBPMS, você conta com o suporte adequado para acompanhar e melhorar todo o ciclo de vida dos processos e a tomada de decisão das companhias, tais como:

  • descoberta;
  • análise;
  • design;
  • desenvolvimento;
  • implementação;
  • execução;
  • monitoramento;
  • otimização contínua.

Geralmente, essas ferramentas são implementadas na computação em nuvem e disponibilizam ferramentas de baixo código, que permitem aos desenvolvedores projetar novas soluções para o seu fluxo de trabalho em menor tempo. Entre os principais recursos de um iBPMS, estão:

  • validação: faz uma simulação do processo;
  • verificação: visa a uma conformidade lógica;
  • otimização: automatiza cada processo do fluxo de trabalho;
  • visão ampla: controla a dependência de todos os processos e departamentos.

Quais são os benefícios do iBPMS para os negócios?

Você quer ter mais controle sobre as operações do seu fluxo de trabalho? É exatamente isso que os sistemas iBPMS fazem pela gestão do seu negócio. Isso porque contam com mecanismos que eliminam a ocorrência de falhas e melhoram consideravelmente os seus resultados internos, o que reflete na sua performance externa. Saiba quais são os principais benefícios do iBPMS a seguir.

Contribui para a melhoria contínua de processos

Na atualidade, os dados são recursos inesgotáveis e fundamentais para o sucesso das empresas, pois contribuem para orientá-las em suas decisões. O uso do iBPMS expande a análise de dados do ambiente de operações, fazendo com que você tenha mais facilidade para checar o êxito das práticas em execução e de tendências.

O acesso a essas informações de forma ágil contribui para que o gestor e os seus colaboradores reconheçam eventuais falhas, entendam o que pode ser feito para corrigi-las e implementem ações de correção rapidamente, trazendo melhoria contínua para os seus processos.

Permite a integração com outras ferramentas

Dependendo da área de atuação da sua empresa, o seu fluxo de trabalho necessita de ferramentas que atendam às especificidades dos seus serviços. Levando isso em consideração, o iBPMS permite a integração do seu sistema com outras ferramentas para descomplicar as suas atividades.

Ajuda a realizar análises avançadas

É preciso ter em mente que o foco do iBPMS não está nos processos do ambiente de trabalho, mas nas informações. Assim, um dos principais diferenciais do software é transformar dados em informações valiosas que impactam diretamente a gestão do negócio.

Essas informações favorecem a realização de análises avançadas, que expandem o conhecimento da organização sobre o seu cenário interno e externo e a ajudam a obter insights que refletem na melhoria da sua performance e na eficiência do serviço ou do produto que chega ao consumidor final.

Reduzir erros e ser mais ágil são fatores imprescindíveis para trilhar uma jornada de sucesso no mercado atual. Ao atuar na eliminação de desperdícios e na otimização de processos, o iBPMS proporciona agilidade e qualidade na entrega dos seus serviços, o que gera valor para o cliente e constrói uma relação de confiabilidade entre ele e a organização.

Quer automatizar os seus processos e alavancar os seus resultados? Entre em contato agora mesmo com a Scala e descubra como ajudamos nessa missão!


Como uma plataforma de Analytics melhora os processos empresariais?

Uma empresa que não implementou uma plataforma Analytics na sua rotina deixará de aproveitar de um grande número de vantagens que contribuem para o crescimento da sua empresa. Essa tecnologia já se tornou padrão na rotina corporativa, sendo utilizada por administradores de organizações de variados ramos e portes.

Na prática, os gestores adotam uma tecnologia que aplica a análise de dados (Data Analytics) no campo prático. Porém, para garantir que o negócio aproveite das vantagens, é importante ler este conteúdo para conhecer exatamente o que é o Analytics, suas funções, como ele traz maior eficiência para os procedimentos corporativos, como fazer a escolha correta e os diferenciais do Scala Lore!

O que é uma plataforma de Analytics?

Entenda que Analytics significa “análise” em português se trata de um campo de estudo que usa a estatística, matemática e outros campos para encontrar padrões de dados em estratégias. Uma plataforma de Analytics é uma tecnologia que tem como objetivo principal coletar informações relevantes ao negócio, estuda os dados e gera insights que serão úteis aos gestores.

Os dados coletados podem ser obtidos de métricas, pesquisas, feedbacks, entre outras fontes. Além disso, as operações de análise podem ser aplicadas em diferentes áreas da empresa, como na contabilidade, marketing, Recursos Humanos (RH), administração, entre outros.

Quais as funções?

De forma geral, há vários tipos de análises que realizadas pelas soluções de Analytics auxiliam na construção de uma jornada de dados com eficiência, precisão e praticidade para a empresa. Entenda quais são eles e suas respectivas funções:

  • descritiva: essa é uma atividade que sumariza os dados coletados pela solução. Seu objetivo é fazer com que os gestores vejam o que acontece na empresa em tempo real;
  • prescritiva: considerada a mais complexa, ela verifica as consequências das ações tomadas pela empresa;
  • preditiva: usa o Machine Learning e algoritmos para categorizar os dados, antecipar acontecimentos no mercado e fazer projeções para organizações.

Como traz eficiência para os processos empresariais?

Com a plataforma de Analytics você observará impactantes ganhos nos processos empresariais. Isso acontece porque os gestores terão uma visão mais ampla da empresa e tomarão decisões mais vantajosas de forma mais rápida.

Por exemplo, com a análise prescritiva você poderá verificar a eficiência dos procedimentos da empresa, identificar problemas e aplicar as correções necessárias, diminuindo custos e desperdícios — tanto de recursos como de tempo. Outro exemplo é a análise preditiva que você pode antecipar situações e se adaptar aos eventos futuros.

Apenas compilar os números não basta, é relevante atentar para algumas questões que você deve ter em mente ao analisar os dados apresentados pela plataforma.

Um dos cuidados necessários é conhecer muito bem sua empresa, assim você conseguirá entender como os dados transcrevem os acontecimentos reais na rotina da empresa. Outro cuidado é alinhar os líderes para um mesmo objetivo, que será aumento da eficiência corporativa, assim, eles utilizarão os dados em busca de resultados

Quais os seus benefícios?

A empresa aproveitará de muitos benefícios quando implementar uma plataforma de Analytics. Esses ganhos serão um grande diferencial para alavancar seu desenvolvimento. Nos tópicos seguintes, trouxemos alguns exemplos deles.

Torna o processo de tomada de decisão mais acertado

Data Analytics é uma ferramenta útil para descobrir lacunas, gerar insights e identificar oportunidades de mercado. Os gestores não tomarão mais decisões com base em suposições ou intuições, mas sim a partir de relatórios que usam dados concretos, reais e imparciais, o que significa que os relatórios serão mais transparentes.

Atua em diferentes contextos

Uma plataforma de Data Analytics tem várias finalidades e podem ser aplicadas em um grande número de contextos, como:

  • encontrar oportunidades de negócio, seja para encontrar melhores fornecedores ou atender novos públicos;
  • prever cenários futuros, identificando quais eventos são prováveis de ocorrerem;
  • traçar novos objetivos que poderão dar um novo rumo para o futuro do negócio;
  • conhecer o comportamento dos usuários, do público e dos clientes.

Traz mais segurança de dados

A análise de dados pode ser usada para encontrar falhas e vulnerabilidades da segurança da informação. Ao corrigi-las, você consegue minimizar as chances do sucesso de ciberataques, evitando que dados sejam roubados, vazados, perdidos, editados ou acessados por pessoas não autorizadas.

Potencializa a definição das estratégias

Seus planejamentos se tornarão mais completos e você conseguirá implantar uma cultura data driven, já que todas as informações que serão usadas para criá-lo serão reais. No entanto, uma boa plataforma também gera relatórios, gráficos e insights em tempo real, o que significa que você pode verificar se os resultados serão alcançados.

Como escolher a plataforma de Analytics ideal?

Há diversas plataformas de Analytics disponíveis no mercado, cada uma tem suas próprias características e nem todas poderão atender suas demandas, o que torna fundamental que você analise determinadas qualidades para ter a certeza de que você está adotando a ideal para sua empresa.

Também é necessário fazer algumas análises em relação ao fornecedor da tecnologia, assim, você saberá que está firmando uma parceria com uma empresa que preza pelo desenvolvimento da sua empresa.

Entre os principais critérios que devem ser considerados estão:

  • personalização: os projetos devem seguir um padrão, mas serem desenvolvidos e orientados para as necessidades específicas do seu negócio;
  • atendimento: entre em contato com a empresa que será contratada e para testar a qualidade do atendimento, o contato deve ser rápido, cordial e o atendente deve buscar solucionar as dúvidas no primeiro contato;
  • robustez da tecnologia: é importante que a tecnologia seja ampla, tenha diferentes módulos e funcionalidades;
  • experiência do parceiro: uma empresa com anos de mercado mostra que ela consegue agradar seus clientes a longo prazo;
  • especialidade: prefira um parceiro especialista em Analytics, bem como tecnologias de processos, integração e cloud.

Quais os diferenciais da LORE?

A Scala é uma empresa com 32 anos de expertise no mercado que se destaca em todos os critérios listados anteriormente. Com o objetivo de maximizar os resultados de seus clientes, ela oferece a LORE, que traz vários módulos que garantem alta performance, eficiência na estruturação de dados e o melhor custo-benefício. Confira-os:

  • Data Scraper: envolve diversos recursos, como monitoramento de preços de concorrentes, comparação de preços do mercado, acompanhamento de taxas e pagamentos, informações dos aplicativos, sites e mais;
  • Data Ingestion: diferentes formas que dados são coletados e manipulados para uso ou armazenamento;
  • Data Quality: mensura quão bem um conjunto de dados é adequado para servir um propósito específico, sendo usados critérios como integridade, consistência, pontualidade, precisão, validade, entre outros;
  • Data Store: é a forma que os dados são guardados, fazendo com que eles sejam acessados com velocidade e facilidade;
  • Reports: são relatórios, métricas, conclusões, análises e recomendações úteis para a empresa;
  • Business insights: fornece informações para solucionar desafios da empresa e tornar a gestão dos negócios mais estratégica.

Com uma boa plataforma Analytics, você conseguirá fazer com que o negócio sobreviva e se adapte ao mercado, mas também encontrará as melhores decisões — de forma ágil e acertada — para aperfeiçoar os processos empresariais da sua empresa.

Ainda há muitos recursos, funções e diferenciais da tecnologia oferecida pela Scala, por isso acesse e conheça já mais sobre a LORE!