Segurança cognitiva: o que esperar dessa área?

As mudanças tecnológicas têm sido cada vez mais rápidas e intensas para as empresas, demandando um grande esforço para que as companhias se mantenham atualizadas e competitivas. Isso porque as inovações tecnológicas são determinantes para o sucesso dos negócios de maneira geral, uma vez que impactam diretamente na produtividade, na redução de custos e no aumento da receita. A segurança cognitiva é uma dessas novidades e é o tema do artigo de hoje.

Diante dessas questões, fica evidente a importância da adoção de novas medidas para garantir que as companhias estejam sempre alinhadas com as tendências da tecnologia e a demanda dos consumidores — e para não ser um alvo fácil: não só da concorrência, mas também de agentes e organizações maliciosas.

Saiba que esses últimos que citamos estão à espreita, prontos para sequestrar seus dados e fazer com eles o que bem entenderem. Por esse motivo, é crucial o entendimento de qualquer gestor, executivo ou profissional técnico dessa área sobre o assunto. Assim, fazer com que a sua rede esteja sempre segura pode ser mais fácil (utilizando as ferramentas corretas).

Durante o artigo, você vai ver que o avanço tecnológico também pode ser um alívio para seus negócios, proporcionando facilidades que antes não seriam possíveis. Continue sua leitura para descobrir mais sobre o tema.

O que é a segurança cognitiva?

A segurança cognitiva é uma área da segurança da informação que ganha crescente importância e espaço de discussão nas empresas mais modernas do mercado.

Essa área trata da proteção dos sistemas e das informações das organizações públicas e privadas contra ataques cibernéticos — além de buscar meios para melhorar a segurança do usuário final, já que muitas dessas ferramentas podem funcionar de forma autônoma.

Por meio de aplicações avançadas de Machine Learning e de Inteligência Artificial, os sistemas de segurança cognitiva funcionam “estudando” constantemente seus próprios usuários. Dessa forma, o próprio sistema consegue identificar padrões, antes invisíveis a olho humano, sem ajuda dessas aplicações. 

O conjunto de procedimentos está, em sua maior parte, tanto baseados na Ciência da Computação, quanto nos princípios da Psicologia. A partir do aprimoramento e da aplicação de técnicas sofisticadas, as análises desses comportamentos também têm a capacidade de identificar os padrões de um potencial ataque em tempo real em uma rede corporativa.

Realmente as empresas estão investindo nesse tipo de solução?

Sim, as empresas estão mais conscientes da importância da segurança cognitiva a cada momento. As organizações estão investindo consideravelmente nessa área. Em 2022, por exemplo, o investimento anual na área de Inteligência Artificial chegou a superar 80 bi de dólares e tem previsão de constante aumento para os próximos anos — então, dá para ter uma ideia bem clara sobre a importância que vem sendo dada a esses temas no mundo todo.

Outra questão, também importante de ser considerada, são os recentes avanços tecnológicos que permitiram a criação de novas ferramentas e técnicas para melhorar a segurança dos dados, processados e armazenados pelas companhias diariamente. As soluções disponíveis no mercado para aumentar a segurança cognitiva das empresas incluem o desenvolvimento de políticas e procedimentos adequados, além da implementação de tecnologias avançadas, como firewalls inteligentes e sistemas anti-falsificação autônomos. 

De que forma a segurança cognitiva pode ajudar a melhorar os sistemas e processos da minha empresa?

Permitindo que as pessoas tomem decisões mais conscientes e racionais, a segurança cognitiva é uma ferramenta que auxilia na identificação de riscos e de problemas em determinado sistema em que ela é aplicada. Isso significa que as chances de erros humanos diminuirão, pois as pessoas estarão avisadas dos possíveis riscos ou informadas sobre o que precisam resolver. Entenda como isso é realizado, na prática, nos próximos tópicos!

Cresça cada vez mais rápido e de forma inteligente

A segurança cognitiva pode contribuir para um ambiente de trabalho mais dinâmico, já que as pessoas serão incentivadas a compartilhar informações sobre os dados que acompanham diariamente em suas funções por meio de sistemas que implementam o recurso. 

Essas facilidades auxiliam as empresas a crescerem de forma mais rápida e inteligente, pois elas permitem que os sistemas identifiquem padrões antes invisíveis a olho nu e que, muitas vezes, só por meio de um número muito grande de dados (o big data) poderiam ser detectados.

Dessa forma, as equipes e as organizações podem tomar medidas preventivas contra possíveis ataques cibernéticos, brechas na segurança e melhorar a conexão para o usuário final.

Crie novas ferramentas e aprimore seus serviços e produtos 

Precisa de um sistema que seja integrado com os recursos já utilizados por seu negócio? É importante compreender que as ferramentas da área de Segurança Cognitiva são extremamente moldáveis para sua necessidade. Um bom exemplo de um novo modelo de aplicação desses sistemas é o sistema de Análise Preditiva, utilizado aqui na Scala.

Trata-se de uma ferramenta que aplica tudo em termos de inovação na área de Ciência de Dados em benefício de sua empresa.

Com a aplicação de ferramentas desse tipo, associada às implementações de recursos da segurança cognitiva, seus analistas podem, além de determinar quais variáveis estão estatisticamente relacionadas a um evento, verificar se existe algo de errado ou se houve qualquer tentativa de quebra de segurança em algum momento, em tempo real.

Para isso, são usadas várias técnicas de tomada de decisão (como redes neurais, regras de probabilidade condicional, além de outros sistemas) e, assim, é possível visualizar a totalidade e a complexidade por trás de uma rede de Internet.

É importante entender como os sistemas de Machine Learning e Inteligência Artificial ajudaram a tecnologia a dar um passo importante, mais realista e preciso para seu negócio.

Os dados da sua empresa são um recurso importantíssimo

Os dados gerados pela sua empresa hoje são um recurso muito valioso. Com ele, seus executivos e gestores têm melhores e mais possibilidades de margens para abordar um problema. Um exemplo disso são as plataformas de analytics, que têm sido uma ferramenta indispensável para muitos negócios. Dada a importância desse recurso, é importante cuidar muito bem dele.

A Cibersegurança Cognitiva, como também o principal tema deste artigo é chamado, vai sempre buscar, portanto, garantir que sua rede esteja protegida ao máximo de qualquer risco de invasão por agente não autorizado. Como a tecnologia dos dispositivos também está avançando, tem se tornando mais fácil ser alvo de ataques. Por isso é requerida atenção redobrada, e as ferramentas de Big Data, Machine Learning e Inteligência Artificial existem para ajudar nesse processo.

Concluindo, vimos no decorrer do artigo que a segurança cognitiva é a área da TI que cuida da segurança das suas conexões e dos seus dados de maneira autônoma e mais independente de ações humanas. Acompanhamos que seu desenvolvimento tem sido realizado por meio da aplicação de relativamente recentes novidades da tecnologia e tem ajudado na detecção de invasões e tentativas de fraude no momento em que elas acontecem.

Quer mais facilidade para sua empresa? Acesse o site da Scala e confira tudo que podemos oferecer para ajudar seu negócio a ir cada vez mais longe! Não deixe de falar com nossos especialistas se precisar de qualquer ajuda.


Entenda como funciona a blockchain e quais as vantagens dessa tecnologia

Com protocolos digitais cada vez mais baseados em criptografia, negócios de toda parte começaram a adotar essa solução para melhor gerenciamento dos riscos operacionais — geralmente relacionados aos processos das áreas da Logística e da Segurança da Informação. Por esse motivo, muitos têm dúvida sobre como funciona a blockchain, uma tecnologia que vem sendo aplicada em várias dessas áreas, inclusive no universo corporativo.

Como você vai ver, esse modelo de rede, embora descentralizado, permite que haja confirmação sobre as informações registradas sem a necessidade de um intermediário. Por meio dessa característica, torna-se seguro e confiável construir contratos inteligentes entre partes desconhecidas e ao transacionar por meio da Internet. 

Se quiser saber mais sobre o que é a blockchain, entender como ela funciona e se ela é realmente segura, continue sua leitura. Nas próximas linhas, você vai poder conferir um apanhado sobre os principais aspectos dessa tecnologia, qual a sua relação com criptomoedas e detalhes sobre o seu funcionamento. Vamos lá?

Entenda como funciona a blockchain, como ela surgiu e seus principais detalhes

A blockchain é uma tecnologia criada para ser muito semelhante a um livro contábil distribuído, compartilhado e imutável hospedado na internet. Todos os dias, são registradas centenas de milhares de transações P2P (peer-to-peer, modelo de conexão "entre pares") em todo o mundo. Esse modelo é muito utilizado com os arquivos torrent, um tipo de distribuição de arquivos pela tnternet que usa a solução da blockchain em seu funcionamento.

Antes da sua invenção, quaisquer transações financeiras deveriam ser registradas pelos bancos centrais. Essas instituições, quase sempre públicas nos maiores países do mundo, têm a finalidade de manter a segurança dos fundos depositados e a fiscalização de instituições financeiras privadas. Mas havia, ali, um grande desafio: o convencional modelo apresentava problemas crônicos, como uma custosa burocracia para verificar as operações e lacunas na confiança nos governantes. 

A invenção do Bitcoin e o início da era da blockchain

A solução chegou no anonimato, por meio do protocolo usado pelo Bitcoin — lançado em 2009, trata-se de uma moeda virtual criada pelo pseudônimo de Satoshi Nakamoto. A criptomoeda usava a blockchain como principal sistema para identificação das transações na nova moeda, tanto que a tecnologia blockchain foi, logo de início, reconhecida como extremamente confiável porque não dependia de um único computador ou banco, mas sim de uma rede distribuída. 

Em outras palavras, o sistema de blockchain funciona como um consenso entre os participantes, com as regras para a criação de novos blocos sendo bem definidas. Ou seja, eles são um conjunto ordenado de itens cronologicamente dispostos. Cada bloco armazena informações sobre as transações anteriores — com data, horário e valor — isso tudo servirá para a identificação da ação realizada em um “código hash” (uma informação única, usada para identificar determinado bloco).

Daí o nome de "blockchain": uma "cadeia de sucessivos blocos". O sistema mantém esses dados publicamente acessíveis, possibilitando a sua autenticação

Um pouco mais sobre o assunto: entenda o que é um hash

O hash, que acabamos de mencionar anteriormente, é calculado pelo sistema de blockchain sendo realizado a partir da implementação de complexas funções, considerando todos os dados do bloco anterior. Dessa forma, qualquer alteração nos dados antigos implica necessariamente na mudança das informações contidas no hash atual e dos subsequentes. 

Nesse caso, se alguém quiser tentar adulterar esse tipo de informação, precisaria recalcular os hashes milhares (ou até milhões) de vezes por segundo para manter a consistência daquela rede de blockchain — o que tornaria praticamente impossível fazer isso (atualmente) sem ser detectado pelos outros participantes da rede.

Conheça as principais vantagens de usar a tecnologia de blockchain

As principais vantagens da blockchain são a segurança, a transparência, o livre acesso e a descentralização. A tecnologia oferece uma forma mais segura de registrar e armazenar dados, pois estes são criptografados em um bloco adicionado à rede. Além disso, como a blockchain é uma rede descentralizada (características das redes P2P), não há um único ponto de falha que possa ser explorado pelos hackers. 

Sua descentralização significa que nenhuma entidade ou indivíduo tem controle sobre a rede. Em vez disso, ela é mantida coletivamente pelos seus usuários. O livre acesso que esse recurso oferece a quem utiliza permite a qualquer pessoa se tornar um participante daquela rede, sem a necessidade de intermediários. 

Como você poderá conferir no próximo tópico, as operações realizadas são seguras e confiáveis, uma vez que todas as transações são registradas em um banco de dados distribuído, sendo imutáveis.

Sobre o nível de segurança de um sistema de blockchain

Enquanto a imutabilidade garante que as informações registradas na blockchain sejam permanentemente preservadas e incorruptíveis, a segurança oferecida pela tecnologia de blockchain depende muito da maneira como a rede foi configurada, como é mantida e do tipo de transações que estão sendo realizadas.

Em geral, as redes e sistemas em que as comunicações baseadas em blockchain são consideradas mais seguras que as tradicionais. Isso acontece devido aos dados serem replicados e distribuídos entre vários nós. Essa prática faz com que se dificulte para os agentes maliciosos obterem acesso em que o sistema de blockchain é aplicado. 

Além disso, as transações podem ser facilmente rastreadas e verificadas por qualquer pessoa, o que torna ainda mais difícil para os criminosos cometer alguma fraude. Seja arquivos em formato torrent, sejam moedas em forma digital (Etherium e Bitcoin, por exemplo), a blockchain vem se mostrando muito segura.

No entanto, a segurança desse tipo de rede pode ser comprometida se os "nós da rede" forem mal configurados ou se as transações suspeitas realizadas na rede não forem percebidas a tempo. Por exemplo, um recente ataque à plataforma Ethereum resultou na perda de US$ 320 milhões em moedas virtuais por conta de problemas de configuração de segurança da rede blockchain do Ether, a criptomoeda da organização.

Durante o nosso artigo, exploramos os principais aspectos que envolvem o sistema de blockchain e observamos que é uma inovação interessante. Ela pode ser usada para muitas aplicações, sendo atualmente bastante conhecida por ser um elemento importante das principais moedas digitais.

É um sistema confiável e seguro, oferecendo muitos benefícios para quem usa, trazendo mais confiabilidade, transparência e livre acesso no contexto em que é aplicado. O controle do hash, característica principal e essencial para entender como funciona a blockchain, oferece às organizações a certeza de que não estão sendo invadidas (se tudo estiver bem implementado, é claro).

E você, tem alguma ideia inovadora para aplicar blockchain em sua empresa? Mande uma mensagem nos comentários. Queremos muito saber das suas ideias e do que achou do artigo!


Scala e SAS: o que você precisa saber sobre essa parceria

Para uma empresa de tecnologia, consultoria, processos e implementações, as parcerias são uma das melhores formas de evidenciar seu sucesso, consistência e reputação — e a Scala é uma referência nesse sentido, não apenas por conta dos mais de 30 anos de atuação e das mais de 600 certificações tecnológicas, mas sim por conta de suas parcerias referenciais no mercado. 

Entre elas, destacamos o IBM, Microsoft, Kaspersky e outras gigantes, a qual a Scala tem um histórico de longa data marcado por tecnologia, excelência e qualificação. E hoje, falaremos sobre uma das alianças mais emblemáticas da nossa atuação no mercado. Afinal, você sabe como se beneficiar da parceria entre Scala e SAS? Bem, isso é o que você descobrirá nesta leitura — acompanhe!  

Como surgiu a parceria entre Scala e SAS?

Em essência, toda parceria estabelecida pela Scala passa por uma análise cuidadosa do nosso segmento. É por meio dessa observação que identificamos as principais tendências e dores do mercado e a partir disso avaliamos os melhores fornecedores de tecnologias e soluções para cada nicho, problema e aplicação. Com a SAS, isso não foi diferente. 

O grande diferencial dessa empresa, que é uma referência global em inteligência artificial e geração de insights a partir da análise de dados, é justamente a consistência dos seus sistemas, que são capazes de entregar resultados positivos para as operações, efetivamente, elevando o ROI (Return on Investiment) da solução contratada. 

E entre as várias soluções desenvolvidas por essa empresa, existe uma que se destaca — especialmente para o público da Scala. Aqui, falamos do SAS® Viya®, uma plataforma analítica que é líder de mercado, tanto pela sofisticação da sua abordagem, que combina computação em nuvem e inteligência artificial, quanto pela sua escalabilidade, arquitetura e confiabilidade. 

Qual o objetivo da parceria?

Como em qualquer outra parceria, o nosso objetivo é oferecer um meio prático, seguro e rápido para a implementação dessa tecnologia na sua operação. Conosco, você tem uma via ágil para conhecer e introduzir as principais ferramentas do mercado na sua gestão, combinando a velocidade da sua visão com a expertise de quem entende desta solução. 

Inclusive, esse é um dos maiores diferenciais da nossa atuação no mercado — o suporte, a orientação e o acompanhamento feito por profissionais especialistas na tecnologia que você está implementando, e que não apenas estão comprometidos com o seu objetivo, como são capazes de auxiliar no ajuste desta ferramenta para atender as expectativas da sua operação. 

Com a SAS, e mais especificamente, com a plataforma Viya®, nós encurtamos a distância entre você e uma das principais utilizações da inteligência artificial na era contemporânea. Com essa solução, IA e aprendizado de máquina passam a fazer parte das suas decisões, gerando insights importantes a partir da coleta, preparo e análise dos seus dados operacionais. 

Quais os resultados esperados?

A sofisticação da análise de dados, a modernização operacional e o diferencial competitivo. Em nossa visão, esses são os principais resultados e expectativas de quem investe em uma solução desse tipo. Para muitos clientes, o SAS® Viya® é uma das únicas soluções capazes de entregar aquele “edge” sobre a competição, com uma análise mais granular das informações. 

Outra qualidade importante é justamente a arquitetura baseada em container, que pode ser portabilizada para diferentes ambientes de nuvem — inclusive as principais referências desse mercado, como Microsoft Azure, Google Cloud, Amazon Web Services e Red Hat OpenShift. Além disso, vale destacar que o Viya® é uma contratação versátil do ponto de vista gerencial. 

Afinal, a SAS oferece a plataforma sob o consagrado formato SaaS (Software as a Service). Isso significa uma contratação mais flexível, com o acesso a serviços sob demanda. Dessa forma, você consome apenas a computação de IA que você realmente precisar e quando precisar. Com o Viya®, a SAS consolida sua posição no segmento de On Demand Analytics. 

Como essa parceria impacta nos resultados das empresas?

Como muitas empresas estão descobrindo, a vantagem de combinar tecnologias como Cloud Computing e Inteligência Artificial a áreas como a Ciência e Análise de Dados é justamente o leque “infinito” de possibilidades. Na indústria, essas tecnologias podem ser introduzidas para elevar a preditividade da performance, manutenção e durabilidade das máquinas. 

Já em outros setores, essa abordagem pode ser fundamental para entender a jornada do consumidor, criando interfaces de UX e UI com menos atrito e maior potencial de vendas. O mesmo vale para a análise de sentimentos em texto e por aí adiante. No fim das contas, a aplicabilidade e os resultados dependem diretamente de quais são as suas expectativas, problemas e soluções. 

Como contar com a parceria entre Scala e SAS?

Por último, mas igualmente importante, vale a pena destacar como a sua empresa pode se beneficiar da nossa parceria com a SAS. O grande diferencial que nós oferecemos nessa relação é o suporte, a orientação e o acompanhamento necessário para ajustar a tecnologia às suas expectativas. 

Conosco, a sua equipe tem um onboarding e uma jornada de aprendizado facilitada no uso e interação com a ferramenta. Dessa forma, é possível reduzir aquele famoso período de incertezas e ociosidades, que é um fenômeno comum na adoção de novas tecnologias. Dessa forma, a sua operação consegue extrair o que há de melhor na tecnologia no menor tempo possível. 

É disso que se trata a nossa parceria com as maiores desenvolvedoras de tecnologia do mercado. Muito além de fazer uma ponte para o acesso e contratação dessas plataformas, nós oferecemos a expertise necessária para fazer uma integração com o menor atrito possível, designando especialistas certificados na tecnologia em questão.

Como pôde ver, o SAS® Viya® entrega um conjunto diferenciado de qualidades e recursos para alavancar a sua operação. Com uma plataforma desse nível de sofisticação e confiabilidade, você eleva a qualidade da sua análise de dados à mesma praticada pelas empresas mais referenciais da indústria e da tecnologia. 

Agora que você tem uma noção completa sobre a parceria entre Scala e SAS, aproveite o momento para conhecer mais sobre as empresas e a solução desenvolvida pela SAS. Para isso, basta acessar nossa página e entrar em contato


Como funciona o NFT e como estar atento a essa tendência?

A tecnologia está cada vez mais presente em nosso dia a dia. Serviços financeiros, compras, notícias e entretenimento estão cada vez mais disponíveis online. Por isso, é importante que as pessoas se atentem para a tecnologia e saibam como aproveitar as novidades de forma segura. Entender como funciona o NFT pode ser a dúvida de muitos.

É um recurso que está sendo utilizado para a venda de itens virtuais, como imagens e vídeos. A importância de pesquisar sobre o NFT antes de investir nele, ou em qualquer outra novidade que apareça no mercado, deriva da necessidade de minimizar os riscos — coisa que também faz parte da vida de qualquer investidor.

Por esse motivo, trazemos este artigo para contar os principais detalhes do NFT para você. Saberemos de que forma essa tecnologia funciona, como os itens podem ser produzidos e por quais meios é possível adquirir esses produtos. Vamos lá?

Entenda como funciona o NFT

O NFT é uma forma criptográfica de representar qualquer produto existente no “mundo digital” agregado a um valor no “mundo real”. A palavra "NFT" em inglês significa “non-fungible token”, ou seja, tokens não fungíveis. Os tokens são pequenos pedaços de dados, organizados de maneira única e utilizados pelo provedor de serviços para identificar determinado usuário ou arquivo.

Já os chamados “Tokens Fungíveis”, por sua vez, são ativos que podem ser cambiados com facilidade. Já estamos bastante acostumados com eles. Esses tokens fungíveis podem ser considerados indistinguíveis uns dos outros. Isso fica visível ao usar Bitcoin (BTC) para a compra do Ethereum (ETH) em alguma plataforma.

Já os NFTs são únicos, exclusivos e irreplicáveis — um arquivo .mp3 (música) ou .jpg (imagem) pode ter milhares de duplicatas, mas apenas um original. No caso do NFT, não há duplicatas daquele arquivo, pois ele é criado com a mesma regra de uma criptomoeda (não podemos ter duas cédulas de dinheiro com a mesma numeração, não é mesmo?) Isso acontece também com NFTs e criptomoedas.

A seguir, adentramos nos detalhes sobre o funcionamento dessa tecnologia.

Sobre a tecnologia de cryptocurrency e blockchain

A Cryptocurrency (ou criptomoeda) surgiu da necessidade de um meio de troca eficiente e seguro que pudesse ser usado sem a intervenção do governo. Bitcoin, a primeira moeda digital do mundo, foi criada em 2009 com essa finalidade. Desde então, surgiram outras moedas. 

Sua existência só foi possível graças à blockchain: uma tecnologia recente que garante maior segurança, descentralização e anonimato durante as transações. 

A blockchain pode ser explicada como uma rede de computadores ligados por um protocolo de comunicação, onde as informações são registradas e compartilhadas em tempo real. Isso permite que qualquer pessoa possa ver o histórico completo das transações em andamento e já finalizadas na rede, sem a necessidade de intermediários. Mas o que tudo isso tem a ver com NFT? Continue a leitura e descubra.

Entenda como um NFT é fabricado

Para que você possa criar um NFT, é preciso, primeiro, que haja uma rede blockchain disponível. É exatamente a tecnologia de blockchain, a mesma das criptomoedas, que permite a existência das NFTs, pois, com ela, é garantida a segurança e a transparência necessárias para esse tipo de ativo. 

Além disso, ela também possibilita que os NFTs sejam facilmente transferidos entre diversos usuários, sem a necessidade de intermediários e de maneira bastante segura, possibilitando a sua negociação em um mercado bastante amplo.

Quer investir em NFTs? Atenção para essas dicas

Os investimentos em NFTs devem ser realizados por meio de plataformas especializadas que permitem a compra e venda desses ativos. Entre as maiores plataformas presentes no mercado, podemos encontrar:

A boa notícia é que essas plataformas têm se mostrado bastante seguras até o momento, sendo possível adquirir sem problemas e de qualquer lugar do mundo esse tipo de ativo digital. No entanto, antes de selecionar uma determinada plataforma, é importante fazer alguma pesquisa e garantir que você realmente vai usar um serviço legítimo.

Negocie com muita calma

É importante perceber não há um mercado centralizado para NFTs. Isso significa que os compradores e vendedores negociam diretamente uns com os outros, o que pode tornar as coisas mais complicadas se algo der errado durante a negociação. Além disso, não há garantias de que um NFT seja genuíno (original e com as devidas autorizações de copyright) ou de qualidade superior (detalhes que apenas aqueles que vêm estudando muito a área conseguem notar).

Por isso, é importante fazer pesquisas antes de comprar um e não agir no impulso para começar sua coleção. Do contrário, você estaria colocando seu investimento em risco!

Comece bem no mercado de NFT: ter atenção aos mínimos detalhes é muito importante

O mercado das NFTs ainda está em desenvolvimento e, como tal, é importante tomar alguns cuidados antes de entrar de cabeça nesse mundo. É crucial pesquisar sobre os detalhes das plataformas de negociação de NFTs de que você mais gostou, para se familiarizar com os riscos envolvidos. Além disso, é importante investir somente o dinheiro que você está disposto a perder, pois há uma chance real de perder tudo.

Por conta da descentralização, os valores desses ativos são muito voláteis. Para você ter uma ideia, um NFT muito famoso, vendido por quase 3 milhões de dólares, sofreu uma desvalorização de 99% em seu último leilão, tendo ofertas inferiores a 15 mil dólares.

A obra não era nada menos do que a primeira mensagem do Twitter enviada por Jack Dorsey, fundador da empresa. A venda ocorreu em março de 2021.

Outras possibilidades incluem o particionamento de alguns desses tokens. É possível, ao criar um NFT, definir um número específico de cotas daquele produto. É o caso do NFT “The Merge”, considerado o que mais fez dinheiro até agora nesse mercado. O artista dividiu a obra em 30 mil cotas e angariou uma quantia superior a 90 milhões de dólares com uma única arte.

Por outro lado, assim como acontece com obras de artistas desconhecidos e que posteriormente se consagram, o valor de um NFT pode aumentar consideravelmente em relação ao seu preço inicial, levando essa condição também para as obras de artistas digitais.

Viu só como saber como funciona o NFT não é tão complicado quanto parecia? Vimos que é um ativo digital bastante conectado com a arte e com colecionadores. É possível colecionar NFTs e negociá-los como se fossem criptomoedas. Sua valoração no mercado é descentralizada, o que exige cuidados adicionais por quem tem a intenção de investir nessa área.

Quer saber mais novidades fresquinhas do mercado de tecnologia? Acesse e siga-nos em nossas redes sociais! Estamos no Facebook e no LinkedIn!


Software Dynatrace: quais os diferenciais dessa solução?

A observabilidade de sistemas é um dos aspectos mais importantes para garantir a qualidade e consistência das suas operações, pois é uma prática fundamental para a análise da performance em tempo real das suas aplicações. Por isso, elaboramos este material exclusivo para falar sobre o software Dynatrace

Aqui, você encontrará tudo o que precisa saber sobre o tema, entendendo o que é a observabilidade, como esse conceito se diferencia do monitoramento, quais os diferenciais do Dynatrace e, por último e também importante, quais as melhores dicas para implementar esse software na sua operação. Acompanhe!

O que é observabilidade de sistemas?

Logo de início, devemos fazer uma distinção entre monitoramento e observabilidade. O objetivo de uma plataforma de monitoramento é identificar problemas na produção e, quando possível, entender o que está gerando essa ocorrência. Além disso, uma boa plataforma também permite observar tendências e, assim, antecipar uma solução para evitar novas situações. 

Por essa razão, o monitoramento é um aspecto muito importante para quem depende da confiabilidade e estabilidade de seus sistemas. No entanto, o monitoramento tem um problema um pouco grave: para que o monitoramento funcione da maneira esperada, é preciso saber o que monitorar, pois apenas assim é possível ajustar soluções para “vigiar” essas métricas. 

Já a observabilidade é a evolução técnica desse mesmo conceito. Com essa abordagem, você tem uma visão panorâmica do sistema, monitorando não apenas um conjunto das métricas corretas, mas também avaliando a correlação entre os problemas, as causas e seus efeitos — entendendo, com agilidade e precisão, o que está ocorrendo com o sistema em questão.

Entre outras coisas, uma boa solução de observabilidade faz com que as suas equipes enxerguem os problemas com muito mais velocidade e, consequentemente, apliquem a solução adequada de maneira segura e eficiente, reduzindo o tempo de ociosidade do sistema e elevando a disponibilidade e confiabilidade da sua operação. 

Quais os diferenciais do software Dynatrace?

Agora que você tem uma boa noção do que é a observabilidade e como ela qualifica o monitoramento dos seus sistemas, é momento de conhecer os principais diferenciais e benefícios do Dynatrace, que é uma solução criada para entregar tudo o que você precisa para garantir a qualidade da experiência dos usuários e a disponibilidade da sua operação — confira!

Inovação

De nada adianta investir em cultura, recrutamento e transformação digital se as ferramentas utilizadas são da geração passada. Com o Dynatrace, o seu time trabalha com o que há de mais sofisticado em observabilidade, com funcionalidades capazes de reduzir o tempo de desenvolvimento, a interpretação dos problemas e o despacho das novas soluções ao mercado. 

Rapidez

O TTM (Time to Market) é uma métrica determinante para a competitividade de uma empresa, solução ou aplicativo no ambiente digital. “Shipar” novas funcionalidades é uma das formas mais eficientes de garantir a relevância no mercado, e para fazer isso de maneira consistente, rápida e segura é fundamental contar com uma boa ferramenta de observabilidade. 

Proatividade

Um dos maiores diferenciais do Dynatrace é o seu caráter proativo. Isso significa que a identificação dos problemas é acompanhada por uma análise completa do fato gerador desse problema, o que chamamos de causa raiz. Essa análise é feita de maneira imediata, garantindo que a sua equipe esteja ciente, informada e pronta para resolução em questão de segundos.

Otimização

A UX (User Experience) é uma das áreas mais críticas para o sucesso de uma solução no mercado. Com o Dynatrace, a sua equipe tem tudo o que precisa para monitorar todo tipo de ocorrência, identificando os eventos com uma velocidade extrema, aplicando soluções quase que instantaneamente, reduzindo o atrito aos usuários e qualificando a experiência do consumidor. 

Desempenho

Para empresas e operações de grande porte, fatores como disponibilidade, consistência e confiabilidade são cruciais, tanto para a produtividade quanto para a competitividade no mercado. Com o Dynatrace, o seu time está equipado para entregar aplicações de alto desempenho ao mesmo tempo que reduz custos, melhora os serviços e eleva a agilidade. 

Visibilidade

O monitoramento segue sendo o importante. O grande diferencial do Dynatrace é trazer esse aspecto para a era da observabilidade, com tecnologias mais sofisticadas, compreensivas e eficientes para esse trabalho, tais como PurePath, Smartscape e Davis — efetivamente, entregando a única experiência full stack de observabilidade no mercado. 

Segurança

Inovação sem segurança é risco. Com o Dynatrace, você acessa o que há de melhor em observabilidade, sem abrir mão da consistência e confiabilidade de um provedor de tecnologia referencial no mercado. Isso garante que você tenha a melhor experiência operacional possível, repleta de orientação, suporte e disponibilidade.

Quais as boas práticas na implementação do software Dynatrace?

Como pôde ver ao longo do artigo, o Dynatrace é uma solução eficiente, técnica e sofisticada. Por isso, a contratação e implementação do software deve ser feita por uma equipe competente e familiarizada com as particularidades dessa ferramenta — ou seja, um time que seja capaz de ajustar essa plataforma para atender as expectativas da sua gestão. 

Por isso, a melhor dica prática para a implementação do Dynatrace é fazer isso com uma consultoria especializada não apenas em TI, mas no próprio software em questão. É com isso em mente que convidamos você a conhecer a Scala — uma empresa com mais de três décadas de atuação no mercado e que hoje faz parte do Grupo Stefanini

Como se não bastasse o histórico de excelência, reputação e confiabilidade no mercado, também vale notar que a Scala é uma empresa parceira da Dynatrace. Isso significa que, conosco, você acessa o que há de melhor em orientação, suporte e implementação para essa ferramenta, de modo a entregar tudo o que você espera dessa contratação. 

Como pôde ver, a observabilidade é o futuro do monitoramento de sistemas. Atualmente, o conceito já é amplamente adotado pelos titãs do mundo tecnológico, que estão sempre na vanguarda da inovação. Com o Dynatrace, você eleva a competitividade do seu trabalho no mercado, acessando tecnologias fundamentais para a velocidade e consistência da sua operação. 

Agora que você já conhece os benefícios do software Dynatrace, aproveite o momento para contratar essa ferramenta com quem mais entende de sua implementação. Para isso, basta acessar nossa página e entrar em contato.


Confira os recursos e funcionalidades da LORE

Processos de análises estratégicas são essenciais para as organizações modernas. Em tempos de grande concorrência e mudança constante no mercado, é preciso que as empresas estejam sempre atentas ao comportamento dos consumidores e identifiquem tendências ou públicos-alvo relevantes para o seu negócio. A LORE chega para suprir essa necessidade.

Além disso, muitos processos operacionais podem ser automatizados com ajuda de tecnologias avançadas — como Inteligência Artificial (IA), Machine Learning (ML) e recursos de Big Data. A busca por essas ferramentas cresce exponencialmente quando falamos sobre pequenas e médias organizações, que costumam ter menor capacidade financeira para desenvolver soluções por conta própria.

Logo, pode ser uma boa oportunidade para usufruir do modelo SaaS (Software as a Service), como as soluções da Scala. Neste artigo, você vai conferir tudo que a nossa empresa vem desenvolvendo nos últimos anos para ajudar o seu negócio a ir cada vez melhor no mercado e no desenvolvimento otimizado de suas tarefas e processos internos. Boa leitura!

O que é Analytics?

Uma plataforma de analytics é um software desenvolvido para coletar e analisar dados, permitindo que as empresas tenham uma melhor visão do seu mercado. A função dessa ferramenta é ajudar os gestores a tomarem decisões mais inteligentes sobre o negócio.

Todos os dados coletados na plataforma são processados pelos modelos matemáticos especializados, que geram relatórios detalhados com gráficos, tabelas e imagens interativas — tudo isso disponível para ser utilizado pelo usuário final da empresa (ou pessoa responsável pelo setor). Os principais tipos de plataforma analytics existentes no mercado são:

  • Business Intelligence: essa tecnologia auxilia nas estratégias corporativas;
  • Marketing Automation: auxilia na automatização dos canais de marketing;
  • Big Data Analytics: direciona os investimentos nos pontos fortes do negócio;
  • Social Media Analytics: identifica tendências sociais e comportamentais da marca.

O que é a LORE e para que serve?

Quem utiliza a LORE busca entender as informações mais relevantes para otimização do seu negócio, garantindo uma jornada tranquila de evolução para a sua empresa. Listadas na sequência estão as principais soluções de analytics disponibilizadas pela Scala. Confira!

Business Insights

O uso da plataforma de analytics ajuda os gestores e os demais executivos das organizações a ter insights valiosos sobre o comportamento dos consumidores por meio de ações que envolvem:

  • o monitoramento detalhado de eventos comuns;
  • a quantificação das estatísticas financeiras para avaliar vendas e receitas;
  • o desenvolvimento de modelos preditivos que analisam dados recentes para prever tendências (por exemplo, indicando quais produtos serão mais procurados nas próximas semanas).

Ainda temos muitas outras ações que podem variar de número e qualidade a depender do gestor envolvido na leitura e na interpretação desses dados. Além do recurso inerentemente em uma plataforma detalhada de analytics, é possível obter diversos tipos de Business Insights com base nos seus objetivos específicos.

Assim, você poderá definir metadados sobre o número total de visitantes únicos no site de sua empresa durante um período determinado. Questões que variam desde qual foi o tráfego na sua loja virtual ou até em que região geográfica esses clientes operaram serão os norteadores das equipes para gerenciar melhor o seu negócio.

Data Scraper e Data Store

Com o Data Scraper, seus gestores terão em mãos os melhores dados, aqueles que realmente farão a diferença para a sua empresa. Com ele, é possível:

  • monitorar os preços praticados pelos concorrentes: precisa fazer isso buscando por algum produto específico? Podemos, por meio da plataforma, monitorar o mercado por SKU (número único dado a cada produto vendido na Internet);
  • acompanhar as taxas de sucesso de entrega (ou problemas e gargalos no setor de logística) e os meios de pagamento preferidos por clientes e pelo mercado, entre outras.

Já a função de Data Store atua, além de outros casos, no armazenamento desses dados minerados. Eles serão posteriormente organizados para análise e leitura das informações geradas.

Reports

A LORE consegue coletar e analisar dados ao longo do tempo, permitindo que as empresas observem o seu desempenho de maneira muito efetiva. Essa capacidade pode ser usada para criar relatórios detalhados sobre qualquer tema: vendas, gastos diferenciados entre regiões etc.

No caso grandes e médias organizações, com esses relatórios disponíveis na nuvem, os gestores poderão ficar melhor informados sobre o andamento da organização, e os executivos podem tomar as melhores decisões com base neles.

Ainda assim, muitas companhias utilizam ferramentas tradicionais para gerir tais processos internamente — mas esse é um trabalho relativamente complicado devido às limitações desses sistemas convencionais. Dessa forma, vale a pena evitar esse tipo de problema adotando uma plataforma mais moderna para gerir sua empresa!

Data Quality

Faz parte da gestão de dados, auxiliando na melhoria de processos internos e externos e garantindo a qualidade das informações coletadas. Na LORE, você poderá ter a certeza da qualidade daquilo que está sendo usado para ilustrar em números o potencial da sua empresa aos gestores.

O principal objetivo desses cuidados é atender às legislações e às normas corporativas, melhorar a análise dos dados para tomar melhores decisões e garantir que as informações sejam mais precisas, consistentes e atualizadas.

Data Ingestion

A maioria das organizações possui um grande volume de dados armazenados. Essa característica é especialmente verdadeira para as empresas digitais, que estão constantemente coletando informações sobre seus clientes e os tópicos mais buscados pelo público-alvo.

Para garantir o acesso rápido a informações relevantes, elas utilizam sistemas de Data Analytics — tecnologias capazes de analisar todo o conteúdo com outras fontes externas, como as redes sociais e outras bases relevantes para a empresa e o mercado em geral — a fim de produzirem análises detalhadas.

Para maximizar essa análise, nada melhor do que uma boa gestão da aquisição desse conjunto imenso de dados! A data ingestion faz parte dessa gestão: consiste na transferência dos arquivos armazenados no servidor corporativo até as soluções utilizadas por companhias modernas para a realização de análises complexas (mas de fácil leitura) e relevantes.

Viu como a LORE é uma ferramenta moderna e necessária para ajudar muitos negócios? No decorrer do artigo, você conferiu os detalhes que fazem dessa alternativa uma das formas mais seguras de evoluir os processos de sua empresa.

Quer saber mais sobre como adotar esses recursos na sua organização? Acesse a página oficial da ferramenta e descubra como implementar a LORE em sua organização agora mesmo!


Squad de serviço: quando vale a pena optar por essa solução?

O termo "squad de serviço" vem sendo cada vez mais utilizado no universo corporativo nos últimos tempos. Um dos motivos é o aumento das necessidades com as quais as empresas vêm sofrendo, como a de mão de obra técnica altamente capacitada.

Suprir essa falta de agentes capacitados é, realmente, um desafio para as empresas modernas. Se você tem esses problemas e precisa saber como pode começar a resolvê-los, saiba que este material tem tudo para ajudar você.

A montagem de uma equipe squad de uma companhia é um processo complexo, que envolve muito conhecimento da área em que será aplicada. Por isso, no artigo você confere os detalhes sobre o que é esse modelo de serviços, quais as vantagens e como montar a sua equipe. Tenha uma boa leitura!

O que é squad de serviços no gerenciamento de elementos da TI?

Explicando de maneira bem resumida, squads são equipes de TI que gerenciam um conjunto específico de tecnologias e serviços para uma empresa. Eles podem ser responsáveis por tarefas como, o gerenciamento de redes, sistemas operacionais, bancos de dados ou aplicativos. 

Os squads estão usualmente envolvidas no suporte técnico e na solução de problemas relacionados às suas áreas de especialidade. Esse serviço também pode ser encontrado como Agile Squads ou, ainda, Squads as a Service.

Os squads de TI estão sendo cada vez mais importantes para as empresas modernas. Muito disso se devendo à garantia de que as tecnologias essenciais sejam gerenciadas e mantidas de forma adequada e otimizada.

Elas também podem fornecer suporte valioso nos mais diversos setores para os colaboradores de sua empresa, ajudando a resolver problemas relacionados às tecnologias utilizadas por sua companhia.

Como esse modelo de prestação de serviços funciona?

Os squads de TI são geralmente formadas por profissionais especializados em diferentes áreas de tecnologia. Cada membro de uma squad pode ter sua própria especialidade e trabalhar em estreita colaboração com os outros para garantir que as tecnologias usadas para cumprir suas tarefas sejam adequadamente gerenciadas. 

Elas também são capazes de fornecer suporte técnico para várias empresas em simultâneo, já que o caráter de especialidade é bastante reforçado nesse modelo de prestação de serviços. Você terá a certeza de que o profissional que está atuando ali é altamente capacitado naquela tecnologia específica.

Qual a diferença entre squad de serviço e outsourcing de TI?

Squads de serviço são equipes internas de TI que gerenciam um conjunto específico de tecnologias e serviços. É uma equipe totalmente bem preparada para trabalhar apenas com aquela área que seu projeto de tecnologia precisa de mais atenção, independentemente do motivo.

Já as empresas de outsourcing de TI (contratação de colaboradores diretamente de parcerias externas prestadoras de serviços na área), os agentes são contratadas para fornecer suporte técnico e soluções para problemas relacionados às tecnologias da empresa de maneira geral.

Quando optar pela solução de squad de serviço

É bom entendermos que os squads de serviços gerenciados de TI são uma ótima opção para as empresas que desejam ajuda para otimizar o gerenciamento e a manutenção de algumas de suas tecnologias.

Elas também podem ser úteis para as empresas que enfrentam problemas relacionados ã baixa produtividade de seus projetos ou setores e precisam de um suporte técnico ainda mais especializado que se tem à disposição.

Quais os benefícios da solução?

Já podemos observar, ao longo do que exploramos até agora, que não são poucas as vantagens que a contratação de um squad para aqueles que mais precisam de agilidade e eficiência em muitos dos processos envolvidos no dia a dia das empresas. Entre os principais benefícios dos squads de TI, podemos apontar algumas, como você poderá conferir adiante. 

Promoção de um ambiente de inovação

Um squad especializado pode fornecer não apenas um suporte técnico altamente capacitado para as tecnologias da empresa, mas, também, insights valiosíssimos para que seus gestores possam avaliar com mais clareza quais as melhores inovações e modelos que podem ser mais bem implementados nos sistemas de sua companhia.

Garantia de que as tecnologias estão sendo usadas corretamente

Os squads podem ajudar a garantir que as tecnologias essenciais sejam adequadamente gerenciadas e mantidas. O fato de esse serviço ser altamente especializado, você minimiza bastante os riscos de algo dar errado e acabar gerando prejuízos.

Otimização de seus processos internos 

Quando bem implementadas, os squads também podem resolver problemas relacionados às tecnologias específicas da empresa. É possível preparar um squad que analise quais os pontos mais precisam ser otimizados em determinado sistema e organizar as tarefas para que as atualizações mais críticas sejam implementadas antes.

Como montar um squad?

Para montar um squad de TI, é preciso escolher as pessoas certas para as posições-chave e garantir que todos estejam alinhados com os objetivos da empresa. Principalmente nos quesitos que abrangem a capacitação técnica do agente. Isso é importantíssimo, pois as tarefas que serão demandadas certamente exigirão que essa perícia seja aplicada.

Também é importante estabelecer processos e procedimentos claros para que o squad possa trabalhar de forma eficiente. Feito isso, o squad poderá começar a gerenciar as tecnologias da empresa e fornecer suporte técnico valioso para os colaboradores e gestores.

Outra coisa importante de se notar, quando estiver planejando seu squad perfeito, é a importância de investigar e ter um bom conhecimento sobre as tecnologias que serão gerenciadas pelo grupo. É necessário também escolher pessoas que sejam habilidosas em resolver problemas de softskill (pensamento crítico de uma situação e proatividade, por exemplo).

Quais os diferenciais do esquadrão de especialistas da Scala?

Os melhores squads de TI são compostos por especialistas em suas áreas de atuação. Possuem um vasto conhecimento técnico e podem fornecer orientação valiosa para as empresas.

Em suma, é bom saber que os melhores squads estão sempre dispostos a aprender novas tecnologias e têm um histórico comprovado de soluções bem-sucedidas para os problemas enfrentados pelos clientes. Na Scala, nossos colaboradores param por treinamentos regulares com as maiores empresas de tecnologia do mundo, para garantir, sempre, a melhor entrega de nosso trabalho!

É bom saber que um squad de serviço pode ajudar muito as empresas modernas por meio de uma assistência qualificada aplicada nas melhorias dos processos internos de sua organização.

Quer saber mais sobre o tema? Entre agora mesmo em contato com os especialistas da Scala e saiba o que temos preparado para sua empresa!


SAS® Viya® em Cloud: fique por dentro dos recursos da plataforma

Em meio a um cenário de transformação digital nas empresas, uma ferramenta que contribuirá bastante para esse processo em organizações é o SAS® Viya® em Cloud. Essa é uma tecnologia que funciona em nuvem e traz vários recursos que proporciona um grande número de vantagens para negócios de todos os tipos, ramos e portes.

Muitas empresas deixam de aproveitar desse tipo de inovação e acabam colocando seu negócio em risco, já que não conseguem se modernizar com eficiência. Por isso, preparamos este conteúdo especial que explica melhor o que é SAS® Viya®, qual é sua finalidade, seu papel no gerenciamento de dados, recursos e outros tópicos relevantes. Acompanhe!

O que é a plataforma SAS® Viya® em Cloud?

Essa é uma plataforma de IA, analítica e de gerenciamento de dados que funciona em uma arquitetura nuvem (cloud), moderna e escalável. Sua arquitetura funciona de forma nativa em nuvem, o que significa que foi criada para tirar o máximo de vantagem do cloud computing.

Além disso, ela permite integração entre modelos desenvolvidos em diferentes linguagens e vários sistemas, como Google, Azure, OpenShift e AWS. Isso significa que, com o SAS® Viya®, os usuários não estarão mais limitados por apenas uma linguagem de programação ou silos de dados.

Para que serve essa plataforma?

Sua finalidade principal é unir Cloud Computing e Inteligência Artificial (IA), bem como simplificar como esses e outros recursos são incorporados à tomada de decisão da empresa.

O SAS® Viya® usa IA, o Machine Learning (Aprendizado de Máquina) e outras tecnologias para integrar diferentes áreas da organização, coletar informações de variadas fontes e gerar relatórios úteis para sua tomada de decisão. Além disso, ele também fornece aos gestores informações mais amplas e transparentes sobre as atividades do negócio.

No final de 2020 foi lançada a versão mais moderna da ferramenta, chamada de SAS® Viya® 4, seu maior diferencial é a maximização do aproveitamento das plataformas em nuvem.

Como atua no gerenciamento de dados?

No que diz respeito à gestão de dados, a plataforma SAS® Viya® auxilia negócios a ter uma visão mais completa, transparente e concretada de seus dados, clientes e operações. Além de novas formas que possibilitam tomar decisões embasadas, gerando mais confiança e assertividade.

Como funciona na prática?

Na prática, a empresa que deseja se transformar digitalmente ou modernizar cada vez mais seus processos entram em contato com uma empresa que fornece esse tipo de plataforma. É importante que o fornecedor tenha experiência e ofereça todo o suporte durante a implementação da ferramenta.

Ao implantar o SAS® Viya®, ele é integrado aos sistemas que já são utilizados pelo negócio, modificado para se adequar às necessidades específicas do negócio. Com isso, os colaboradores poderão realizar suas atividades online, de forma mais produtiva, com mais economia e agilidade. É interessante entender que essa tecnologia continuará sendo desenvolvida e evoluída com o passar do tempo, sendo melhorada para trazer cada vez mais benefícios ao negócio.

Quais os recursos do SAS® Viya®?

SAS® Viya® traz um grande número de recursos que auxiliarão os colaboradores em suas rotinas. Nos tópicos seguintes explicamos melhor quais são eles, como funcionam e como podem ser úteis ao negócio.

Relatórios interativos

São criados diversos relatórios gerenciais e interativos que trazem todas as informações úteis para o negócio. Esses documentos apoiam a tomada de decisão pelos líderes, já que fazem com que o processo seja baseado em dados concretos, não meras suposições.

Fluxos de decisão são orientados analiticamente em escala em lote ou em tempo real. Não será preciso aguardar dias ou semanas para que um profissional gere o relatório, já que eles são criados imediatamente. Esse recurso possibilita que os líderes tomem decisões rápidas e fornece uma melhor experiência analítica.

Criação e compartilhamento de visualizações

Graças à avançada IA, com a ferramenta é possível descobrir novos padrões, criar e compartilhar visualizações inteligentes, bem como relatórios interativos. Tudo isso é feito com apenas em uma interface de autoatendimento.

Descoberta de novos padrões

Esse é um recurso avançado que possibilita encontrar padrões e histórias mais aprofundadas com análises mais detalhadas, porém ainda fáceis de usar e ler.

Basicamente, é possível criar e refinar de forma fácil um grande número de modelos de previsão no momento de coletar informações, o que também traz mais resultados. Assim, pode-se colocar melhores modelos em ação mais rápido com a exploração e descoberta de dados interativos para diversos usuários.

Obtenção de insights

Com os dados coletados os gestores conseguem obter insights que não poderiam ser obtidos sem a ajuda da tecnologia. Isso acontece porque a ferramenta colhe e coletar um grande volume de dados sem incorrer em erros, além de encontrar vários padrões e possíveis tendências, permitindo que o gestor se prepare para mudanças no mercado ou aproveite de oportunidades.

Estatísticas

A ciência de dados é modernizada e potencializada graças à IA de ponta, ela incrementa com análises de texto, previsões, otimizações e econometria no seu ambiente.

Visual Machine Learning

Machine Learning é um tipo de IA que aprende e aprimora seus próprios algoritmos de forma autônoma. Com o tempo essa tecnologia se tornará cada vez mais avançada e mais profunda.

Quais os benefícios de adotar essa plataforma?

Essa tecnologia será uma grande aliada para que você alavanque seu desenvolvimento no mercado, permitindo que ela tenha mais destaque no mercado. Entre os principais benefícios obtidos estão:

  • adaptação: por ser compatível com diversos APIs, o SAS® Viya® possibilita que os desenvolvedores colaborem de forma mais fácil com os profissionais de ciências de dados e responder agilmente às mudanças do negócio, podendo atender suas demandas agilmente;
  • capacitação: sua flexibilidade permitirá que os colaboradores sejam capacitados em diferentes linguagens de programação e sistemas;
  • otimização de resultados: graças à automação, os resultados são obtidos de forma mais rápida e com menos recursos;
  • resultados confiáveis: os relatórios trazem informações reais e precisas, além de serem sem erros;
  • IA testada: o Machine Learning garante que a IA aplicada já esteja moderniza e aprimorada;
  • insights valiosos: você conseguirá ter visões bastante valiosas e tomar as melhores decisões para o futuro da sua organização;
  • evolução contínua: a ferramenta SAS® Viya® é considerada bastante flexível, pois ela pode ser atualizada com o passar do tempo para se adaptar às inovações que são lançadas e melhorar seus recursos.

Quando você implementa o SAS® Viya® em Cloud na sua organização, você observará grandes ganhos no que diz respeito à produtividade, eficiência, economia de recursos e, consequentemente, no desenvolvimento da sua organização. Mas é fundamental que você tenha o apoio de uma empresa especializada, como a Scala.

Entenda mais sobre o SAS® Viya®, seus recursos, funcionalidades e outras informações importantes!


O que é OpenShift e quais as características da Red Hat Linux Enterprise?

Ao explorar as soluções em nuvem presentes no mercado, é fácil nos depararmos com vários serviços e sistemas — e que podem ser usados para inovar as soluções e nossos modelos de negócio. Assim, surgem dúvidas sobre o que é OpenShift e quais são as características e os diferenciais da Red Hat Linux Enterprise.

Se você está nesse seleto grupo, curioso por esse sistema, saiba que suas principais funcionalidades incluem o armazenamento de dados nas nuvens e a realização de operações de processamento em alta capacidade, tudo baseado em aplicações open source — termo que se refere a software cujo código-fonte está disponível para ser usado, modificado e redistribuído livremente.

Todas essas características trazem diversas vantagens para as organizações modernas, reduzindo os custos operacionais e permitindo uma flexibilidade maior na criação e implementação desses mesmos recursos no futuro. Aprenda mais sobre como esse modelo estratégico vem sendo adotado pelas grandes organizações, neste artigo.

Venha explorar conosco esse tema e conferir as principais dicas sobre como aplicar esses recursos em seu negócio!

O que é OpenShift e quais as características da Red Hat Linux Enterprise?

A computação em nuvem, também conhecida como cloud computing, é um tipo de tecnologia que permite aos usuários acessarem recursos e serviços por meio da internet. A Red Hat, empresa multinacional e pioneira da tecnologia no mercado, traz o OpenShift como sua melhor plataforma para as empresas expandirem seus negócios por meio da implementação de recursos em nuvem.

Primeiro, é importante entender que a empresa tem um amplo leque de soluções disponíveis, para as mais diversas áreas informáticas de qualquer modelo e tamanho de empresa. Veja mais sobre eles na sequência!

Red Hat Linux Enterprise

O Red Hat Linux Enterprise é um sistema operacional de código aberto (open source), desenvolvido pela empresa Red Hat

Ele é baseado no kernel do Linux e oferece uma plataforma bastante robusta para a execução de aplicações corporativas e sistemas de comunicação instantâneos. Além disso, o Red Hat Linux Enterprise também inclui várias ferramentas usadas pelos profissionais de TI para o gerenciamento e para a automação de processos.

Essa dinâmica de liberdade de aplicação é o que mais facilita a implantação e administração do sistema em ambientes empresariais e dos mais diversos recursos da Red Hat.

Red Hat OpenShift

A OpenShift, da Red Hat, é uma plataforma de aplicações em nuvem que permite que os desenvolvedores criem, implante e gerencie aplicativos em contêineres.

A plataforma fornece um ambiente de execução para esses contêineres, utilizado para um funcionamento mais otimizado das aplicações, bem como recursos para o seu gerenciamento do ciclo de vida, incluindo a orquestração, a escalabilidade e o monitoramento.

Red Hat OpenShift Container Storage

Entre seus principais recursos, está o Red Hat OpenShift Container Storage, um software de armazenamento (e também de código aberto) que fornece suporte a contêineres em execução no Red Hat OpenShift, citado anteriormente. 

Ele oferece recursos para gerenciar o ciclo de vida do armazenamento, bem como para orquestrar e monitorar o uso do armazenamento das aplicações.

Red Hat AMQ

Ainda é possível contar, na plataforma da Red Hat, com o produto Red Hat AMQ. É o software de mensagens instantâneas oficial da Red Hat. Oferecendo suporte a diversos protocolos de mensagem (incluindo o STOMP, MQTT e AMQP). 

O Red Hat AMQ pode ser implementado em qualquer lugar, desde ambientes virtuais até grandes clusters físicos.

Quais as vantagens de contar com esses serviços?

Desde a redução da burocracia até a melhora da disponibilidade, não são poucos os efeitos positivos advindo da aplicação dessas tecnologias. Todas as ferramentas são personalizáveis, deixando muito mais simples a adequação ao compliance e manutenção do serviço de forma contínua.

E não pense que é um investimento muito pesado. Com essas facilidades, o ROI muito possivelmente será positivo em pouco tempo. A diminuição de custos deverá vir no longo prazo, com as otimizações constantes que as ferramentas sofrerão, você terá um valor real muito maior do que foi aplicado durante a implementação. 

Outra questão, também importante, é o aproveitamento dos recursos, o que maximiza ainda mais o valor da sua ferramenta ao longo do uso.

A criação de ambiente de testes pode ser outro atrativo para as empresas de maior porte ou prestadoras de serviços mais complexos. Os recursos da Red Hat oferecem diversas ferramentas que contribuem para uma testagem mais segura e acertada dos produtos de software produzidos pela e para sua organização.

Como contar com essa solução?

A empresa que quer contar com a parceria da Red Hat para implementar as soluções OpenShift precisa estar atenta aos diversos detalhes que envolvem a implementação. São diversos passos e planejamentos a serem seguidos por pessoal altamente especializado, para evitar quaisquer prejuízos durante a migração dos dados da sua empresa para o ambiente virtual.

Red Hat oferece suporte técnico para implantar e gerenciar essas soluções, além de fornecer recursos adicionais para ajudar a maximizar o valor dessas tecnologias para a empresa. Para maximizar o uso dessa assistência, é importante que se precise buscar uma parceria especializada.

Assim, você pode tirar o máximo proveito das vantagens que uma das maiores empresas de software do mundo tem a oferecer. Saiba que para isso você pode contar com a Scala, pois somos parceiros oficiais da Red Hat, conhecendo há anos os mínimos detalhes de implementação e serviços gerenciados do mercado.

Em suma, vimos ao longo do conteúdo que as soluções da Red Hat, desde as soluções como Red Hat Linux Enterprise e até OpenShift, entre outras, não deverão passar despercebidas pelos melhores gestores da atualidade. Sua flexibilidade, devido ao fato de o sistema ser em código aberto, pode ser um imenso campo aberto para que suas equipes utilizem a ferramenta focando no máximo de personalização para as suas necessidades.

Gostou de saber sobre os recursos da Red Hat e o que é OpenShift? E para você, quais desses elementos mais importam para que sua migração em nuvem seja perfeita? Deixe a resposta logo abaixo, nos comentários! Queremos saber o que você achou do nosso material!


Saiba mais sobre a hiperautomação nas empresas e como adaptar meu negócio a essa tendência?

A automação nas empresas inclui uma série de processos, todos contidos na área da Tecnologia da Informação que se concentra na criação e manutenção de sistemas automatizados. Usada para processar os mais diversos tipos de dados, sua evolução deu origem à hiperautomação — o prefixo “hiper”, neste caso, pode significar “extremo”.

Essa “automação extrema” de processos pode ajudar as empresas que usam de tecnologias avançadas a serem mais ágeis, eficientes e rentáveis, pois permite que elas automatizem tarefas repetitivas e muito complexas para humanos. Fazendo a hiperautomação um recurso extremamente necessário para melhor a adaptação das empresas no mercado moderno em relação à concorrência.

Se você quer saber quais tecnologias estão envolvidas, quais as vantagens que a hiperautomação nas empresas pode trazer para seus empreendimentos e ainda saber ótimas dicas para implementar esse sistema em sua organização, não deixe de continuar a leitura. Vamos lá?

Qual é a diferença da hiperautomação e automação de processos?

A automação dos processos está cada vez mais presente nas empresas e indústrias modernas. Ela permite que as tarefas sejam realizadas de forma mais rápida e eficiente.

Sendo um termo muito utilizado para designar a utilização de tecnologias de informação e comunicação no processo produtivo industrial. Essas tecnologias permitem a automação completa de processos industriais (e corporativos) e a redução dos erros humanos durante o processo.

Já a hiperautomação aplicada nas empresas é uma das principais tendências do universo corporativo para os próximos anos. Ela consiste na integração de diversos sistemas de controle, para que as empresas possam maximizar a eficiência e a produtividade do seu processo.

A automação altamente otimizada também pode reduzir os custos operacionais, pois elimina a necessidade de mão de obra para realizar diversas tarefas. Isso porque permite que as máquinas e os sistemas operem de forma ainda mais eficaz, o que reduz o número de erros e aumenta a produtividade.

Os processos hiperautomatizados contam com auxílio de elementos de Inteligência Artificial, Machine Learning e Big Data, falaremos mais sobre eles adiante. Esses recursos, quando utilizados juntos, podem ajudar a reduzir os custos operacionais, aumentar a flexibilidade e a agilidade das operações e melhorar a qualidade do produto ou serviço.

Qual a importância da hiperautomação e seus benefícios para as empresas?

A hiperautomação nas empresas pode trazer diversos benefícios, como a redução de erros e acidentes, aumento da produtividade e eficiência e menor tempo de recuperação de eventos críticos.

Para as organizações que ainda não a adotaram, significa um aumento da competitividade, pois podem oferecer produtos e serviços com qualidade superior. Ainda, aumenta a segurança e a previsibilidade durante o processo produtivo.

Os benefícios da hiperautomação para as empresas também incluem a satisfação dos colaboradores, pois os trabalhadores não precisam mais se preocupar com tarefas repetitivas e monótonas. Sendo uma evolução do conceito de automação, visa o aumento da eficiência e produtividade das empresas.

Uma solução inovadora que integra várias tecnologias, como inteligência artificial, robótica, aprendizado de máquina — tudo aplicado na automação de um mesmo processo e de forma escalável em todo o sistema.

Hoje, essa área faz parte do grupo seleto das tecnologias mais importantes para a transformação digital das empresas. Desde a popularização da internet, a transformação digital tem sido um dos principais focos das companhias, contribuindo para o processo de usar a tecnologia para modificar a forma como as empresas realizam seus negócios.

Como adaptar o meu negócio à hiperautomação na minha empresa? Confira 5 dicas!

1. Faça um bom planejamento estratégico

Se não tiver um plano estratégico para a aplicação da hiperautomação na sua empresa, ela pode automatizar processos que não são essenciais ou que não trarão muitos benefícios.

O planejamento estratégico interfere em cada aspecto da aplicação dessas tecnologias nos processos que contam com o uso da informação, por isso deve ser realizado com muito cuidado, acompanhado de pesquisas e especialistas, para que, assim, possam decidir o melhor caminho a ser adotado pela organização.

2. Mapeie bem os processos

O mapeamento dos processos é crucial para uma boa aplicação da hiperautomação. Sem um bom entendimento dos processos, fica muito mais difícil automatizar e otimizar as tarefas. Se isso for bem realizado, o mapeamento dos processos também ajuda a identificar quais áreas da TI podem ser mais beneficiadas com as inovações.

3. Defina planos de ação

Já vimos que existem muitas vantagens na implementação da hiperautomação dos processos informacionais e que ela pode ajudar a simplificar e otimizar processos de TI. No entanto, para que isso seja possível, é preciso que os planos de ação sejam bem definidos, claros e objetivos.

Dessa forma, essa prática pode ser melhor aplicada e menos custosa, pois os objetivos serão mais fáceis de serem alcançados. Uma definição clara dos planos de ação ajuda a evitar erros e problemas, pois todos os envolvidos na execução das tarefas saberão exatamente o que deve ser feito.

4. Desenvolva o projeto de maneira completa

Um desenvolvimento responsável e meticuloso (e nos mínimos detalhes) do projeto interfere em uma melhor aplicação dos elementos tecnológicos nos processos informáticos e nas tarefas dos colaboradores.

Isso vai garantir que os processos que serão automatizados estejam sempre funcionando de acordo com o planejado e que os dados processados estejam sempre consistentes.

5. Analise bem os indicadores para tomar as melhores decisões

Uma análise adequada dos indicadores do projeto pode contribuir muito positivamente na aplicação da hiperautomação nos processos de Tecnologia da Informação, pois permite que sejam identificadas as áreas com maior potencial de automação e, assim, sejam aplicados os recursos de forma mais eficiente.

Além disso, uma análise adequada dos indicadores também pode ajudar a identificar possíveis problemas nos processos que ainda não foram automatizados, diminuindo ainda mais os riscos e melhorando a produtividade.

Como observamos ao longo do conteúdo, a hiperautomação estará cada vez mais presente nas empresas e indústrias modernas. É um dos processos de inovação tecnológica mais promissora e merece toda a atenção voltada a ele nos últimos tempos. Portanto, é importante que os gestores se atentem às novidades como essas e se certifiquem de que estão aproveitando ao máximo todos os seus benefícios.

Quer saber mais sobre os próximos passos para implementar processos hiperautomatizados em sua empresa? Trabalhamos diariamente para trazer os melhores conteúdos em nosso perfil do LinkedIn! Siga-nos e fique sabendo das próximas novidades do mercado de tecnologia!