Observabilidade de dados: a chave para a tomada de decisão informada

Você já ouviu falar em observabilidade de dados? A abordagem de controle total da informação em uma empresa vem se tornando fundamental para a competitividade moderna.

Neste artigo, entenda mais sobre o conceito, como funciona, seus benefícios e o que você pode fazer para aplicar em seu sistema. Acompanhe.

O que é observabilidade de dados

A observabilidade de dados é uma abordagem da Tecnologia da Informação para ter controle amplo e profundo sobre processos de coleta, armazenamento e uso de dados em uma empresa.

A ideia é criar uma estrutura que garanta a visibilidade e a confiabilidade de todos os registros presentes em um sistema ou aplicação, desde que ele entra por fontes de coleta até o fim de sua vida útil.

O conceito de observabilidade veio de uma demanda crescente de TIs em empresas pelo aproveitamento completo de volumes cada vez maiores de dados.

Entende-se que cada registro ocioso, ou seja, que não esteja visível ou aproveitado em processos relevantes de decisão estratégica, significa uma oportunidade perdida para o negócio.

A abordagem, portanto, visa disponibilizar o montante de informações armazenado para todas as necessidades empresariais, priorizando as mais atualizadas e confiáveis.

Como funciona

Para entender melhor a observabilidade de dados, podemos destrinchar a estratégia em seus 5 pilares. São pontos de atenção em relação à base de dados que garantem a maior confiabilidade possível para estratégias de negócio. Eles são:

  • Frescor: determina o quão atualizados estão os dados utilizados para tomada de decisão
  • Distribuição: garante que a totalidade do data center esteja disponível de maneira rápida e segura aos colaboradores
  • Volume: controla a quantidade total de informação armazenada para garantir consistência e permanência de cada registro
  • Estrutura: gerencia a organização da informação no data center, segmentando o acesso por prioridade e monitorando a integridade dos dados
  • Linhagem: é a rastreabilidade de dados — incluindo etapas de coleta e tratamento e histórico de modificações — para que qualquer inconsistência ou erro possa ser investigados rapidamente

A observabilidade de dados funciona no equilíbrio desses 5 pilares aplicados na rotina de tratamento de informação na empresa.

Quando isso acontece, todos os departamentos têm acesso rápido, seguro e eficiente aos dados que precisam, acelerando a tomada de decisão e diminuindo os riscos de falha.

Quais os benefícios de investir em dados observados

Os pilares da observalidade já dão uma boa ideia do que ela pode trazer para um negócio na era digital. Mas vamos um pouco além nessa discussão e apresentar benefícios práticos de dados observados na empresa. Confira.

Assertividade na tomada de decisão

A competitividade moderna demanda cada vez mais assertividade na hora de implementar estratégias de negócio: decisões rápidas, objetivas e que atacam o núcleo dos desafios apresentados pelo mercado.

Para isso, é preciso que gestores C Level tenham pleno domínio das informações necessárias para essas escolhas. Registros de acesso rápido e confiáveis. Algo que a observabilidade traz para a rotina empresarial.

Negócio mais enxuto

Outra consequência direta de dados observados é a visibilidade sobre processos interno da empresa: onde estão os gargalos, quais funções são redundantes, como os recursos são aproveitados, etc.

Isso leva a oportunidades de otimização em toda a cadeia produtiva, levando a um negócio mais enxuto que pode apresentar preços mais competitivos ou aumentar suas margens de lucro.

Flexibilidade de mercado

Com uma empresa enxuta e gestores capazes de tomar decisões rápidas, o ambiente torna-se favorável a ajustes mais rápidos e frequentes às demandas de mercado.

É o poder que profissionais C Level precisam para aproveitar oportunidades antes da concorrência, alcançando novos nichos e se colocando à frente em novas tendências.

Prevenção e contenção de crises

A cibersegurança se tornou um dos maiores desafios para empresas na era digital. E muitas das brechas ocorrem por meio de pontos cegos no data center, demorando para que a TI perceba ações maliciosas ou o comprometimento de dados.

A observabilidade está diretamente ligada à visibilidade. Com governança de dados, controle de acesso e histórico de modificações, a equipe blinda o sistema e identifica mais rápido tentativas de ataque.

Como aplicar observabilidade de dados na sua empresa

A observabilidade de dados é um processo que varia muito de empresa para empresa. Depende do volume de seu data center, da metodologia utilizada para produção e até da capacitação de profissionais.

Mas existem alguns passos universais para essa implementação. Veja quais são a seguir.

Mapeie a totalidade dos dados

A observabilidade não pode ser relativa. Ou toda a informação está contabilizada e gerida dentro do sistema, ou ela está incompleta.

Portanto, a primeira etapa é mapear todos os dados armazenados pela empresa, fontes de coleta e situações de uso. É a partir daí que você irá entender demandas de estruturação e as melhores soluções de controle.

Crie uma hierarquia de aplicação

Dependendo do tamanho do seu data center, o processo de observabilidade será implementado em fases — tanto para evitar falhas como preparar os colaboradores para a mudança.

A melhor forma abordar essa jornada é priorizar registros mais relevantes para o sucesso do negócio. Identifique conjuntos de dados mais sensíveis que impactam diretamente na performance de mercado. Redesenhe seu sistema ao redor deles e só então expanda para toda a informação.

Invista em monitoramento e controle de acesso

Manter a observabilidade ao longo do tempo depende de visibilidade e controle. Crie e gerencie credenciais de acesso que aumentem a segurança do sistema.

Um dos pontos principais de dados observados é a confiabilidade da informação. Sem acompanhar como eles são utilizados, essa confiança se perde rapidamente, o que leva a hesitação na hora de tomar decisões importantes.

Invista em soluções especializadas

Se você quer garantir o sucesso da estratégia, talvez seja melhor buscar ajuda. De consultoria a soluções especializadas, você encontra oportunidades para desenhar a melhor estrutura possível de informação e automatizar gestão de acessos e tratamento.

A união de um bom mapeamento, preparação de colaboradores e as tecnologias certas é o que torna a observabilidade de dados possível. Algo que se apresenta como fundamental para a competitividade do futuro.

Quer saber como aproveitar ainda mais essa estratégia? Veja mais dicas para aprimorar a observabilidade de dados!


Três formas de aprimorar a observabilidade da sua empresa

Everaldo Biselli, diretor de vendas da Scala, empresa do Grupo Stefanini, compartilha três formas fundamentais para aprimorar a observabilidade da sua empresa.

 

Estamos vivendo em uma era em que a tecnologia desempenha um papel fundamental nos negócios e já vemos as empresas modernas dependerem, cada vez mais, de sistemas e aplicativos complexos para impulsionar suas operações e oferecer serviços inovadores.

Porém, houve um tempo em que a observabilidade era vista como um recurso opcional, um item reservado para as empresas líderes em tecnologia. No entanto, nos próximos anos, essa mentalidade está destinada a mudar drasticamente, deixando de ser uma escolha para se tornar uma necessidade para as organizações que almejam não apenas sobreviver, mas ter sucesso em um ambiente empresarial mais digital.

Nesse contexto, a importância de uma aplicação que monitore e compreenda o desempenho, comportamento e estado de aplicações de software em um ambiente operacional se destaca como como um fator crucial para garantir o desempenho, a confiabilidade e a eficiência dessas plataformas digitais. Neste artigo, compartilho três formas fundamentais para aprimorar a observabilidade da sua empresa.

Coleta e análise de dados em tempo real

Uma das chaves para uma observabilidade eficaz é a coleta e análise de dados relevantes em tempo real, proporcionando insights valiosos sobre o estado e o comportamento das aplicações.

Uma abordagem consolidada abrange a integração de anotações estratégicas nos códigos e na infraestrutura, possibilitando a rastreabilidade eficaz de eventos e a identificação ágil de possíveis problemas.

Isso envolve a inclusão deliberada de marcadores ou mensagens significativas em pontos estratégicos do código-fonte e da infraestrutura, proporcionando uma trilha clara para compreender o fluxo de execução, além de possibilitar uma identificação imediata de questões ou irregularidades. Essa prática não só simplifica a manutenção e o diagnóstico, mas também fortalece significativamente a observabilidade no ambiente empresarial, tornando-a mais eficaz e resiliente.

Abordagem proativa

Empresas que adotam uma abordagem proativa ganham uma vantagem competitiva significativa. A capacidade de identificar e resolver problemas rapidamente, prever tendências e otimizar o desempenho dá às organizações uma agilidade operacional que se traduz em satisfação do cliente e crescimento dos negócios.

A partir de uma implementação eficaz, as empresas podem obter uma compreensão abrangente do impacto das decisões empresariais nas operações tecnológicas. Ao fornecer uma visão ampla do impacto das decisões de negócios nas operações tecnológicas, assegura-se que as escolhas e os ajustes realizados estejam alinhados com as metas e diretrizes estratégicas estabelecidas pela organização.

Investir de maneira inteligente

A essa altura, já entendemos que a observabilidade não é uma tendência passageira, mas sim um item fundamental para o que o futuro reserva. Saber no que investir é uma peça-chave aqui. Empresas visionárias estão reconhecendo a importância estratégica e investindo de maneira inteligente em ferramentas, processos e treinamento para capacitar suas equipes.

Ao capacitar suas equipes, você proporciona a elas as habilidades necessárias para interpretar e aproveitar plenamente os insights fornecidos pela observabilidade. Essa abordagem proativa não apenas prepara as organizações para os desafios futuros, mas também as colocam em uma posição favorável para inovar e prosperar no ambiente empresarial em constante evolução.

A observabilidade de aplicações está passando por uma transformação, evoluindo de um conceito técnico para se tornar um pilar central do sucesso empresarial. Vai além do simples monitoramento; trata-se de compreender, aprender e adaptar-se de maneira contínua.

Aqueles que adotam essa mentalidade estarão estrategicamente posicionados para enfrentar os desafios futuros, colhendo as recompensas de uma visão consolidada e indispensável para o êxito nos negócios.

*Por Everaldo Biselli, diretor de vendas da Scala, empresa do Grupo Stefanini.


Scala impulsiona eficiência operacional na Bem Promotora com a implementação do Dynatrace

Por meio da tecnologia Dynatrace, a operação da empresa foi aperfeiçoada
para garantir ainda mais eficiência e segurança para seus clientes

A Bem Promotora, líder no setor financeiro com foco em crédito consignado, alcançou um marco significativo em sua gestão por meio da parceria estratégica com a Scala, especialista em Observabilidade, Analytics e Inteligência Artificial do Grupo Stefanini. Essa colaboração não apenas resolveu desafios operacionais, mas também trouxe inovação para beneficiar tanto a Bem Promotora quanto seus clientes. Ao enfrentar o desafio de otimizar suas 31 lojas próprias e 580 correspondentes bancários distribuídos pelo Brasil, a empresa buscou aprimorar a gestão e ampliar a capacidade de suas operações, garantindo respostas rápidas e eficazes às necessidades dos clientes.

A partir da necessidade da Bem Promotora de implantar o Dynatrace, a Scala ofereceu uma solução personalizada com base na plataforma, focando em uma estratégia de observabilidade. Essa abordagem proporciona visibilidade abrangente sobre todas as operações da empresa, destacando a capacidade de identificar problemas rapidamente, compreender suas origens e, mais crucial ainda, antecipar desafios futuros.

A eficácia da implantação da plataforma Dynatrace na Bem Promotora destaca-se pela meticulosidade do estudo de necessidades e pela execução precisa da implementação. Ancorada nessa solução robusta, a qual oferece uma gama completa de recursos, a equipe agora monitora em tempo real a infraestrutura tecnológica, rastreando o desempenho das aplicações e proporcionando insights cruciais sobre o comportamento do usuário.

O cuidadoso planejamento e a implementação da ferramenta de observabilidade revelaram benefícios notáveis para a Bem Promotora. A capacidade de identificar prontamente a causa raiz de anomalias no sistema resultou em ações corretivas mais eficazes, garantindo agilidade na resolução de problemas e assegurando a continuidade das operações em tempo real. Além disso, a solução contribuiu para identificar pontos de vulnerabilidade do sistema, permitindo melhorias contínuas de eficiência e fortalecendo a colaboração entre as equipes de operação e desenvolvimento, criando, assim, um ambiente mais eficaz para o suporte técnico.

A bem-sucedida implementação não apenas solidificou a parceria entre a Bem Promotora e a Scala, iniciada em 2021, mas também impulsionou uma evolução anual, expandindo o escopo de atendimento para novos ativos. Isso culminou na necessidade de adquirir mais licenças e serviços, impulsionando o desenvolvimento contínuo da observabilidade, inclusive com uma visão mais ampla da jornada do usuário nos serviços de negócios.

"Estamos contentes com os resultados de nossa colaboração com a Scala, que teve um impacto significativo em nossa operação e desempenhou um papel essencial na otimização de nossa performance e no fortalecimento de nossa posição em um mercado altamente competitivo. Como benefícios, reduzimos o tempo de resposta em caso de incidentes e melhoramos a saúde do nosso sistema core, passando de um DynatraceScore de 91 para 97 pontos”, afirma Ricardo Padoin Nene, CIO da Bem Promotora.

“Este é um exemplo claro de como a tecnologia pode ser usada para transformar negócios e proporcionar benefícios tangíveis. Ela demonstra como a observabilidade pode ser uma ferramenta poderosa para empresas que buscam melhorar a eficiência, a qualidade dos serviços e a satisfação do cliente em um mundo cada vez mais digital”, comenta Everaldo Biselli, diretor comercial da Scala.

 


Conheça a importância da observabilidade de dados em sua gestão!

Enquanto crescemos, é comum escutarmos sobre como devemos ser mais observadores. Algumas pessoas têm essa habilidade de forma praticamente inata, enquanto outras precisam desenvolvê-la ao longo da vida. Afinal, observar nos ajuda a antecipar problemas e buscar soluções válidas para lidar com cada um deles.

E por que com a tecnologia seria diferente? Nesse contexto, a observabilidade de dados é fundamental para nos ajudar a aproveitar o que há de melhor nesses recursos e, com isso, otimizar a gestão de forma personalizada para cada negócio.

Quer saber mais sobre o assunto? Nós vamos explicar! Continue a leitura para entender mais sobre o conceito e descobrir toda a sua importância para organizações de nichos variados.

O que é observabilidade de dados?

A observabilidade de dados refere-se à capacidade de entender e monitorar o estado, o desempenho e o comportamento de um sistema com base nas informações geradas por esse sistema. 

Ou seja: é a observação dos dados que entram nas empresas, a partir das mais diversas fontes, e a capacidade de gerar informações relevantes para os negócios a partir disso.

Isso é essencial para garantir que um sistema seja operado de forma eficiente, identificando e solucionando problemas rapidamente, e otimizando seu desempenho.

Esse processo é, normalmente, feito em três etapas: coleta, análise e visualização de dados relevantes para um sistema. Isso inclui métricas de desempenho, registros de eventos, rastreamentos de transações e outros tipos de dados que podem oferecer insights sobre o funcionamento interno de um sistema.

Ela é, portanto, fundamental em ambientes complexos e distribuídos, como sistemas em nuvem e microsserviços, nos quais múltiplos componentes interagem para fornecer um serviço. 

Ferramentas e práticas de observabilidade são projetadas para ajudar as equipes de operações a entenderem melhor o que está acontecendo em seus sistemas e a tomar decisões informadas para melhorar o desempenho e a confiabilidade. E, com isso, seu cliente final fica sempre mais satisfeito!

Qual é a sua importância no cenário empresarial atual?

Confira algumas das razões que tornam a observabilidade de dados algo tão importante!

Tomada de decisões 

As empresas estão cada vez mais dependentes de dados para tomar decisões estratégicas. A observabilidade fornece insights valiosos que ajudam na compreensão do desempenho dos sistemas, permitindo decisões mais informadas.

Eficiência operacional

A observabilidade permite que as equipes de operações monitorem, identifiquem e resolvam problemas de forma rápida e proativa. Isso resulta em maior eficiência operacional, redução do tempo de inatividade e melhoria na qualidade dos serviços, facilitando a vida de todos os envolvidos.

Experiência do cliente

A satisfação do cliente está diretamente ligada à qualidade dos serviços prestados. Assim, a observabilidade ajuda a garantir que os sistemas estejam operando de maneira eficiente, proporcionando uma melhor experiência ao cliente e melhorando a reputação da sua marca.

Manutenção preditiva

A observabilidade permite a análise contínua de métricas e dados operacionais, facilitando a identificação de padrões que podem indicar a necessidade de manutenção. Ou seja: mais economia e segurança para toda a sua equipe!

Como implementar uma observabilidade de dados eficaz em organizações?

A implementação de uma observabilidade de dados eficaz em organizações é algo que parece confuso? Continue a leitura para conferir o passo a passo!

Defina objetivos claros

Compreenda os objetivos específicos que a observabilidade deve alcançar. Isso pode incluir a redução do tempo de inatividade, melhoria do desempenho, aumento da eficiência operacional, entre outros.

Escolha ferramentas adequadas

Selecione ferramentas de observabilidade adequadas às necessidades específicas da organização. Isso pode incluir ferramentas para monitoramento de métricas, análise de logs, rastreamento de transações, entre outras.

Centralize os dados

Centralize os dados observáveis em uma plataforma única ou em um conjunto coordenado de ferramentas. Isso simplifica a análise e a visualização, proporcionando uma visão holística do ambiente operacional.

Capacite as equipes

Treine as equipes para interpretar dados observáveis e tomar medidas com base nesses insights. Isso pode incluir treinamentos sobre ferramentas específicas, melhores práticas de observabilidade e resolução de problemas.

Como a observabilidade de dados pode transformar a tomada de decisão?

A observabilidade de dados pode transformar a tomada de decisão de várias maneiras. Conheça algumas delas a seguir!

Visão total do ambiente

A observabilidade permite uma visão abrangente e em tempo real do ambiente operacional. 

Identificação de problemas

Com a capacidade de monitorar métricas, logs e rastreamentos em tempo real, os decisores podem identificar problemas e anomalias antes que impactem significativamente os usuários finais.

Análise de tendências e padrões

A observabilidade permite a análise de tendências ao longo do tempo. Com ela, fica muito mais fácil identificar padrões, comportamentos sazonais ou mudanças significativas nas métricas, o que é crucial para antecipar demandas e problemas.

Ajuste de estratégias

Com informações em tempo real sobre o desempenho dos sistemas e serviços, os decisores podem ajustar dinamicamente suas estratégias. Isso é particularmente importante em ambientes de negócios rápidos e dinâmicos, nos quais as condições podem mudar rapidamente.

Otimização de recursos

A observabilidade fornece dados sobre a utilização de recursos, permitindo otimizar a alocação de recursos de maneira mais eficiente. Isso pode resultar em economias de custos, melhorias na eficiência operacional e uma alocação mais inteligente de investimentos.

Melhora da experiência do cliente

Ao monitorar continuamente a experiência do usuário, os decisores podem identificar áreas de melhoria e tomar medidas para aprimorar a satisfação do cliente. Isso inclui a resolução rápida de problemas de desempenho que podem afetar a qualidade dos serviços.

Adaptação rápida às mudanças 

Em um ambiente de negócios competitivo e que está mudando a cada instante, a capacidade de responder rapidamente a mudanças no mercado é crucial. A observabilidade permite que mudanças e demandas sejam identificadas rapidamente e, consequentemente, adaptadas bem mais rápido.  

Prevenção de problemas

A análise dos dados pode revelar padrões de problemas recorrentes. Os decisores podem implementar soluções de longo prazo para evitar a repetição desses problemas, melhorando a estabilidade e a confiabilidade dos sistemas.

Agora que você já sabe o que é a observabilidade de dados, é hora de começar a buscar alternativas para implementá-la em sua empresa! E, para isso, não se esqueça: conte com a ScalaIt!

Nossos recursos tecnológicos estão aqui para ajudar sua empresa a se tornar mais eficiente, segura e, claro, bem-sucedida em qualquer contexto. Entre em contato e confira as nossas soluções


Confira como a observabilidade pode ajudar na gestão de FinOps

Uma das estratégias mais utilizadas para ganhar flexibilidade, escalabilidade e fácil acesso aos dados, é por meio da migração de sistemas e informações para a nuvem. A partir dessa abordagem surgiu a necessidade de análises mais completas e informadas sobre os gastos ligados à infraestrutura, serviços em nuvem e demais tecnologias, dando origem ao FinOps.

Tal abordagem vai além da coleta de dados financeiros e se concentra em obter insights acionáveis através da análise de padrões, correlações e interações complexas entre sistemas, operações e custos. Contudo, para que sua implementação seja eficiente, é necessário contar com a observalidade a fim de entender como esses gastos estão relacionados ao desempenho e ao valor entregue pela infraestrutura.

Se você quer saber mais sobre o método, siga a leitura e descubra como o FinOps pode otimizar suas operações.

Como funciona o modelo FinOps?

O modelo FinOps — Operações Financeiras — é uma abordagem que visa otimizar os custos relacionados às operações de tecnologia por meio de combinações de sistemas e práticas recomendadas, especialmente em ambientes de nuvem. Ele pode ser implementado pela colaboração mais estreita entre equipes de finanças, operações de TI e desenvolvedores.

A finalidade do FinOps é alinhar os gastos de tecnologia com os objetivos de negócios, garantindo um uso eficiente e eficaz dos recursos tecnológicos. Ao longo de sua implementação, o FinOps apresenta três fases distintas: informar, otimizar e operar.

Informar

A primeira etapa se ocupa de capacitar as organizações e as equipes de questões mais diretas como a visibilidade, orçamento, previsão, alocação e benchmarking. Dado que a natureza da nuvem é bastante flexível em termos de uso e preços, uma equipe bem informada é indispensável na hora de tomar decisões claras sobre as necessidades e objetivos da empresa.

Otimizar

Após passar por essa fase de capacitação e entendimento sobre as condições atuais, é necessário otimizar a presença da sua empresa na nuvem. Para tanto, as equipes podem otimizar o ambiente, dimensionar a plataforma de maneira adequada e desativar recursos que não estão em uso.

Operar

Para garantir o sucesso da estratégia de migração na nuvem, é preciso construir uma cultura de FinOps na empresa. Isso significa ampliar tais práticas para envolver as equipes comerciais, financeiras, operacionais e também de governança.

Portanto, além de práticas operacionais, também é necessária uma mudança cultural, fazendo com que as equipes trabalhem de maneira conjunta. Esse cuidado contribui para operar em alta velocidade, criando uma verdadeira economia unitária na nuvem.

Quais as aplicações da observabilidade dentro da gestão específica de FinOps?

A partir da observabilidade, é possível ter ideias e informações para fazer uma gestão específica de FinOps de maneira otimizada. Com isso, pode-se aumentar a eficiência da empresa. A seguir, destacamos várias aplicações possíveis. Continue a leitura e confira!

Monitoramento de custos e eliminação de excessos

A partir da observabilidade permite que você faça o acompanhamento próximo e contínuo dos custos operacionais do negócio. Assim, as equipes de FinOps conseguem fazer a identificação rápida e eficiente de possíveis gargalos, evitando que a empresa tenha perdas expressivas e que prejudiquem o desenvolvimento do negócio.

Além disso, a partir da observabilidade também é possível identificar excessos de maneiras simples e eficientes. Consequentemente, as medidas corretivas podem ser aplicadas de maneira ágil, evitando gastos anormais.

Análise de tendências

Outra aplicação da observabilidade no contexto de FinOps é a análise e identificação de tendências. Por exemplo, por meio de um sistema de acompanhamento contínuo, fica mais simples entender padrões sazonais e, com isso, investir em soluções para evitar problemas na área financeira.

Além disso, a observabilidade pode ajudar a prever necessidades futuras de recursos e otimizar os gastos, evitando alocações excessivas e ineficientes durante períodos de baixa demanda.

Melhoria do desempenho

Encontrar formas de melhorar o desempenho no contexto da gestão de FinOps é essencial. Nesse aspecto, também existem aplicações possíveis da observabilidade de TI. Por exemplo, é possível observar como está a performance dos sistemas e se há possibilidades de novas aplicações que otimizam a gestão.

Além disso, você pode identificar cargas de trabalho que não estão sendo usadas eficientemente. Isso permite reorganizar e redimensionar o trabalho para otimizar a alocação de recursos e minimizar custos.

Maior eficiência

A partir da observabilidade de TI, também é possível implementar automação na gestão de FinOps. Com isso, torna-se possível ajustar os recursos utilizados de acordo com a necessidade do negócio.

Essa prática vai ajudar a alcançar escalabilidade de forma eficiente, aumentando ou diminuindo automaticamente os recursos com base na demanda, o que pode levar a economias significativas.

Monitoramento dos eventos financeiros

O monitoramento de eventos financeiros é uma parte importante da gestão de FinOps que também pode ser beneficiada pela observabilidade. Por exemplo, ao acompanhá-los você consegue acompanhar as transações e atividades relacionadas aos gastos e despesas da infraestrutura de TI e serviços em nuvem.

Além disso, é possível ter diversas outras facilidades relacionadas ao monitoramento de eventos financeiros, como o rastreamento das transações financeiras relacionadas a serviços em nuvem e infraestrutura de TI, alertas de gastos inesperados e muito mais. Para isso, é preciso investir em soluções que permitam usufruir de todas essas funcionalidades.

Por que investir em ferramentas e tecnologias?

Os investimentos em tecnologias e ferramentas adequadas dentro do contexto de gestão de FinOps podem gerar diversas vantagens. Por exemplo, por meio das soluções adequadas, torna-se possível implementar todas as aplicações de monitoramento de métricas que destacamos nos tópicos anteriores.

A partir de logs, por exemplo, é possível ter informações sobre erros, atividades de usuários, transações e muito mais. Já com soluções relacionadas a data analytics, você consegue identificar padrões, fazer previsões e otimizar os custos na gestão de FinOps.

Para isso, vale contar com ferramentas adequadas e que atendam as necessidades da sua empresa. A busca por parcerias com empresas especializadas, como a Scala, é uma ótima opção para implementar as ferramentas adequadas para o seu negócio.

Entendeu como as aplicações da observabilidade dentro da gestão específica de FinOps podem ser úteis? Portanto, não deixe de fazer investimentos em ferramentas e tecnologias que ajudem a aproveitar todas as vantagens. Além disso, conte com uma empresa especializada na implementação dessas soluções.

Quer saber mais sobre este assunto? Então siga com sua visita ao blog e descubra qual a importância da observabilidade e monitoramento para times de TI!


Como usar a observabilidade na adoção das práticas de SRE?

A Engenharia de Confiabilidade de Sites (Site Reliability Engineering ou SRE) é uma abordagem importante para gerenciar eficientemente sistemas, solucionar problemas e automatizar tarefas. No entanto, é fundamental usar a observabilidade para apoiar a adoção de práticas de SRE.

Deixar de lado a observabilidade pode fazer com que o SRE não seja aplicado eficientemente e gere resultados para seu negócio. Por isso, preparamos este conteúdo que explica os principais aspectos da observabilidade. Acompanhe!

O que é observabilidade e quais seus elementos?

Observabilidade é um conjunto de ações que prepara sua equipe de desenvolvimento de software para eventuais incertezas de quando um programa entrar em operação. Os colaboradores de SRE utilizam instrumentos para identificar quaisquer comportamentos ou resultados anormais no software.

Os profissionais ainda coletam dados relevantes que podem auxiliar os desenvolvedores a entenderem a causa de cada problema. Assim, o efeito de um problema é ligado à sua causa, permitindo que todos saibam como solucionar esses entraves.

Para que isso seja concretizado, é necessário que três elementos estejam presentes. Veja a seguir quais são!

Open Instrumentation

Consiste na coleta do código aberto e dados recebidos de aplicativos, serviços, host da infraestrutura, entre qualquer outro elemento que é captado pelo software. Assim é possível obter dados de um amplo número de fontes diferentes.

Entidade conectadas

É a análise dos dados que foram coletados no Open Instrumentation. Eventuais metadados (dados sobre outros) também precisam ser incorporados nessa análise.

Como geralmente há um grande volume de informações coletadas, é necessário aplicar a inteligência de dados nessa fase. Assim, é possível automatizar a identificação, interpretação e análise dos dados.

Contextualização

Trata-se da contextualização dos erros ou problemas encontrados. Pelo fato de cada empresa ser única e ter suas próprias características, não há uma única forma de contextualizar os dados. É necessário considerar os processos e qualidades específicas do software para identificar a fonte de um contratempo.

Como a observabilidade se diferencia do monitoramento?

O monitoramento está no fato de que esse último tem a função de entender porque um problema está ocorrendo. Esse conceito ainda busca analisar tendências de possíveis empecilhos a longo prazo.

A diferença da observabilidade está ligada à limitação do monitoramento. Para fazer esse último é preciso ter métricas específicas, o que torna mais difícil antecipar falhas o tempo todo.

Como a observabilidade pode apoiar na adoção das práticas SRE?

Quando você implementa SRE na empresa, será necessário aguardar um tempo até que sua estratégia esteja consolidada e pronta para atender sua empresa. Mas a observabilidade pode auxiliar nesse processo, entenda como a seguir.

Falhe de forma controlada

A observabilidade permite que você antecipe melhor eventuais falhas, podendo gerenciar melhor seus erros. Por exemplo, sua equipe identifica um erro e tenta aplicar soluções para ele, fazendo com que falhas sejam testadas de forma controlada.

Monitoramento de erros

Equipes de SRE precisam visualizar o que está ocorrendo em um sistema para identificar erros. Na prática, elas conferem se o sistema está se comportando de acordo com o esperado. Ou seja, há uma lista de serviços que precisam ser atendidos.

O monitoramento gera alguns tipos de saídas, como exibição de página ou disponibilidade de um serviço. Já a observabilidade ajuda na aplicação de mais métricas, gera logs e observa o caminho do código. Assim, é possível não ver se apenas os serviços estão disponíveis, mas sua qualidade, recursos que consomem, comportamento, entre outros detalhes.

Capacidade de planejamento

Durante a análise de um site, uma empresa deve usar os dados para fazer planejamentos de como crescer organicamente.

Por exemplo, datas especiais (como Black Friday e Natal) podem fazer com que um site de vendas se sobrecarregue e caia. Nesse caso, a observabilidade permite que o negócio se prepare melhor para essas ocasiões, podendo observar como o site se comporta nessas situações, os recursos utilizados, a fonte de eventuais problemas, entre outras informações.

Aprendizado com os erros

Quando há um problema no software, site ou plataforma de uma empresa, é possível que sejam aplicadas várias medidas para solucionar esse entrave. Pelo fato da observabilidade interligar os efeitos de problemas às suas causas, a equipe saberá exatamente quais foram as fontes de cada contratempo.

Dessa forma, a empresa aprende com seus erros e consegue evitar essas mesmas situações no futuro. Com a devida documentação da falha e sua solução, o negócio não precisará mais aplicar várias ações para um mesmo problema, podendo ir direto ao ponto para solucioná-lo.

Gerenciamento de riscos

É possível que problemas se acumulem ao longo do tempo quando erros não são solucionados. Isso pode gerar um efeito cascata e acumular entraves ou gerar insatisfação dos clientes.

Esse é um dos tipos de riscos que a empresa precisa gerenciar para manter seu crescimento. A observabilidade ajuda nesse aspecto pelo fato de permitir identificar o nível do serviço prestado, podendo antecipar e evitar o acúmulo de erros.

Quais métricas devem ser acompanhadas?

As métricas são uma representação do desempenho do sistema em dados. Seu objetivo principal é conferir se os níveis de serviço estão sendo atendidos.

Tipos de ocorrências, frequências em que elas ocorrem, o desempenho do ambiente do endpoint ou da aplicação. Com a observação desses dados são gerados logs que permitem analisar todos os dados coletados.

Quais são os benefícios da observabilidade?

Um dos principais benefícios é a melhora na visibilidade, além de um monitoramento mais eficaz e seguro. Isso acontece porque a observabilidade traz uma visão quase completa dos eventos e da performance de todo o ambiente. Isso permite que você saiba como melhorar a experiência do usuário, por exemplo.

Ao aplicá-la, você encontra problemas em tempo real e o fluxo completo de uma aplicação, possibilitando prevenção sobre falhas no futuro. Isso acontece por que a observabilidade busca entender o processo, comportamento do sistema, estados da aplicação pelo acompanhamento de saídas e entrada de dados.

Como implementar a observabilidade?

É preciso implantar um eficiente sistema de monitoramento e observabilidade na organização. Basicamente, são utilizadas ferramentas que aplicam métricas que permitem verificar se os níveis do serviço estão sendo atendidos, mas também métricas mais avançadas que possibilitam acompanhar sua qualidade.

Por exemplo, enquanto uma métrica de monitoramento confere se o sistema está no ar, uma métrica de observabilidade permite saber se ele está lento ou apresenta erros.

A observabilidade é um aspecto essencial para garantir que você aplique as práticas de SRE com maior eficácia. Por isso, é importante considerar esse aspecto juntamente ao monitoramento enquanto estiver implementando o SRE no negócio.

O que achou do nosso conteúdo? Acesse, curta e acompanhe a nossa página no LinkedIn!


Solução da Scala para Banco Modal traz ainda mais eficiência e segurança no atendimento ao cliente

Com aplicações de observabilidade baseadas na tecnologia Dynatrace, o banco conta com análises automatizadas por IA, que garantem redução de custos e mais agilidade.

 

São Paulo, março de 2023 - Em um mundo cada vez mais digitalizado, a agilidade e a segurança dos processos são exigências do mercado, principalmente quando se trata de instituições financeiras que precisam oferecer soluções ágeis e um excelente atendimento ao cliente. Com o objetivo de aprimorar suas práticas de observabilidade, o Banco Modal, ecossistema completo de bem-estar financeiro, estabeleceu uma parceria com a Scala, empresa do Grupo Stefanini especializada em Processos, Analytics e Inteligência Artificial. Por meio da tecnologia Dynatrace, a operação do banco foi aperfeiçoada para garantir ainda mais eficiência e segurança para seus clientes.

Prestes a completar dois anos em abril, o projeto da Scala cobre todas as aplicações e serviços críticos da empresa, como internet banking, investimentos e PIX, sendo operada pela equipe do Banco Modal. A solução traz indicadores e análises automatizadas por inteligência artificial, reduzindo a dependência de escalonamento de pessoas, impactando os processos e forma de trabalhar. Ao observar as diferentes tecnologias do cliente em um sistema, a solução facilita a comunicação entre as equipes e fornece indicadores precisos para suportar a tomada de decisão.

A Dynatrace apresenta benefícios como a cooperação baseada em dados, fornecendo informações precisas para entender a relação de impacto da tecnologia no negócio e na qualidade do serviço. Além disso, permite que o time de negócio se baseie na experiência dos consumidores, enquanto a equipe de infraestrutura pode ter uma visão ampla da saúde geral, com métricas específicas de cada camada tecnológica, que são cruciais para o dia a dia. Outro fator de destaque é a visão clara para a operação, possibilitando a identificação rápida e precisa de onde os problemas estão ocorrendo e quais serviços estão sendo impactados. Dessa forma, é possível garantir que os Acordos de Nível de Serviços (SLAs) e outros índices de performance cruciais para a qualidade do serviço ao cliente sejam cumpridos.

"Estamos satisfeitos com a parceria com o Banco Modal e com os benefícios que a solução traz para a transformação do modo de trabalhar da TI", diz Danielle Franklin, diretora da Scala. "Com uma compreensão mais precisa dos dados, menos incidentes de desempenho e tempo de resolução mais rápido, as equipes podem melhorar a eficiência e assegurar a excelência no atendimento prestado”, completa.

Para o Banco Modal, a contratação da solução da Scala foi motivada pela necessidade de um monitoramento eficaz do ambiente de infraestrutura. Com isso, a instituição adotou uma nova postura em relação aos incidentes, fazendo uso da Dynatrace para garantir uma observabilidade completa do ambiente, sendo possível identificar desde o início os primeiros percentuais mínimos de falhas e alterações no tempo de resposta dos serviços, indicando inclusive qual servidor está sendo afetado.

“A Dynatrace se mostrou uma ferramenta valiosa não só em incidentes, mas também em outras áreas. Conseguimos, por exemplo, identificar gargalos em aplicações e sistemas, permitindo que sejam refinados antes do deploy em produção. Usamos na monitoração da performance das APIs, onde foi detectado um tempo de resposta que poderia ser melhorado. As equipes de desenvolvimento foram acionadas e priorizaram essa otimização, resultando em uma melhora de 30% no desempenho da API em um mês”, comenta Edgar Zattar, Diretor de Tecnologia Modal.

Com a utilização da solução, a instituição alcançou outros diversos resultados positivos. Houve uma melhoria no indicador de disponibilidade do banco, devido à fácil visibilidade dos dashboards e à atuação precisa antes mesmo do incidente ocorrer. Além disso, os desenvolvedores conseguem visualizar diretamente os logs das aplicações, sem precisar solicitar chamados para outros times. Há também painéis de health check dos principais serviços do ambiente do banco e monitoração sintética, que permitem identificar tela de erro em sistemas antes mesmo da sinalização do usuário.

Para saber mais, confira o depoimento do Edgar Zattar Dominoni Neto, Diretor de Tecnologia do banco, e veja como o nosso serviço está sendo primordial para a empresa do segmento financeiro aprimorar as suas operações e o relacionamento com os seus clientes.

https://www.youtube.com/watch?v=UDTtsGhVOi0&t=34s


Qual a importância da observabilidade e monitoramento para times de TI?

A necessidade de dar atenção ao tratamento de informações pelas empresas têm aumentado nos últimos anos. Isso se deve, principalmente, ao aumento do volume de dados gerados pelas organizações e pelo uso crescente de tecnologia na coleta e armazenamento desses dados. Observabilidade e monitoramento são métodos fundamentais para gerenciar e aproveitar esses dados.

Utilizar esses recursos no universo corporativo leva a uma maior preocupação com a observância de leis e de regulamentações relacionadas ao uso desses dados pelas companhias. Assim como a necessidade de monitorá-los para garantir que estejam sendo usados de maneira adequada e segura.

Em suma, o tratamento de informações tornou-se um assunto importante para as empresas, pois é necessário garantir que seus dados estejam protegidos e sendo usados adequadamente. É imprescindível que os líderes das organizações desenvolvam boas práticas no manuseio dos dados gerados por ela para evitar problemas legais resultantes da má utilização.

Por isso, trazemos este artigo. Nele, abordamos as principais considerações para tratar seus dados e garantir a devida proteção e utilização adequada. Tenha uma boa leitura!

Observabilidade e monitoramento: entenda o contexto e como funcionam na TI

Observabilidade e monitoramento são conceitos fundamentais na área de Tecnologia da Informação (TI). Os dois tópicos são estreitamente relacionados: eles envolvem a capacidade de mensurar o desempenho dos serviços que uma empresa oferece. A seguir, exploramos os detalhes de cada um deles. Continue a leitura para descobrir mais.

Observabilidade

A observabilidade é um processo para coletar dados sobre como os diferentes componentes se comportam no ambiente da TI. Os profissionais usam essas informações para entender melhor as principais fontes de erros e atrasos no fornecimento dos serviços gerenciados pela companhia.

Por meio deste conhecimento, testam hipóteses formuladas pelos engenheiros e gestores durante o projeto inicial — podendo ser encontradas soluções para o tratamento de problemas enfrentados por cada setor específico de um empreendimento (por exemplo, setores de uma loja virtual: financeiro, compras, entregas, entre outros).

A posse e consciência dessas informações pelos responsáveis deve permitir identificar mais facilmente quaisquer gargalos de produtividade, assim como corrigir possíveis falhas encontradas durante o cotidiano da empresa.

Monitoramento

O monitoramento é a etapa posterior, na qual os administradores da TI analisam e gerenciam as informações obtidas durante o processo de observabilidade. Usando ferramentas especializadas, esses profissionais podem criar relatórios extremamente detalhados sobre como está a execução prática de cada serviço oferecido pelas respectivas áreas.

Mais uma vez, a partir dos dados coletados, são identificadas quaisquer tendências que possam ser usadas para melhorias no provedor do produto em questão — por exemplo: reduzir o tempo médio gasto para obter respostas em um serviço de atendimento ao cliente.

Todos esses processos procuram, principalmente, fornecer uma visão geral das operações internas, permitindo melhorias na qualidade dos serviços oferecidos pela companhia e proporcionando suporte mais estável às demandas recebidas pelos usuários externos.

A importância da observabilidade e do monitoramento para empresas

Já entendemos que o monitoramento é o processo de detectar falhas, problemas e outros eventos indesejados em sistemas. Ele usa métricas para identificar erros comuns no ambiente do aplicativo ou serviço, permitindo que os operadores tomem decisões sobre como solucioná-los rapidamente.

Também vimos que a observabilidade se concentra na compreensão dos dados coletados pelas ferramentas de análise baseadas nos logs gerados pelo processo de monitoramento.

A abordagem permite entender melhor porque um determinado incidente aconteceu dando uma maior visibilidade sobre as causas primárias. Também possibilita realizar predições de precisão durante a execução contínua da infraestrutura.

A seguir, vamos aos detalhes desses contextos para empresas modernas e times de TI. Acompanhe!

Detecção de erros facilitada

Em um mundo onde os ambientes de nuvem e serviços são cada vez mais complexos, monitorar erros é crítico para garantir a integridade dos processos. O uso da observabilidade pode proporcionar uma maior compreensão sobre o porquê determinado incidente aconteceu, fornecendo informações adicionais úteis para solucioná-lo rapidamente.

A análise preditiva (recurso muito utilizado por meio de ferramentas de IA e Machine Learning) também permite antever problemas não visualmente detectados pelas ferramentas tradicionais, tomando medidas preventivas antes mesmo do início desses eventos indesejados. Dashboards modernizadas mostrando dados desagregados com gráficos interativos e permitem identificar tendências para realizar melhorias contínuas no tempo de resposta.

Tomada de decisão mais assertiva e mais segurança para o empreendimento

Por outro lado, com o monitoramento e observabilidade funcionando juntos de forma correta, as equipes responsáveis por um sistema obtêm insights mais completos sobre suas aplicações. Isso permite uma tomada de decisão assertiva baseada em dados reais — que auxilia na redução dos custos com TI, tendo maior previsibilidade para os negócios da empresa.

O investimento necessário nessa área é menor quando se comparam estratégias tradicionais, sem contar a facilitação no processo de rastreio e debugging (tornando, assim, menor o tempo gasto nessas tarefas diárias pelos membros dos times, abrindo espaços para inovações tecnológicas no ambiente corporativo).

Tenha maior eficácia nas ações: conheça o Dynatrace Grail

O graal da observabilidade e monitoramento ilimitados, segurança e análise de negócios, o Dynatrace Grail é uma plataforma que conta com uma Inteligência Artificial projetada para ajudar os profissionais de TI a obter melhor visibilidade de seus aplicativos, serviços e redes. Ele ajuda as organizações a obter insights dos dados coletados em diferentes ambientes de maneira unificada.

A abordagem orientada por IA do Dynatrace Grail permite que os usuários configurem processos de fluxo de trabalho automatizados e detectam rapidamente anomalias, ao mesmo tempo, em que avaliam problemas de desempenho mais rapidamente do que nunca.

Com seu processo de configuração fácil, mesmo as pessoas que não são especialistas podem utilizar os poderosos recursos do Dynatrace para monitoramento em tempo real da experiência digital, juntamente com alertas proativos, permitindo que as equipes resolvam os problemas mais cedo ou mais tarde, reduzindo o tempo de inatividade dos aplicativos durante o processo de produção.

Concluindo, o tratamento adequado de informações se tornou essencial para as empresas nos dias atuais. Por conta disso elas necessitam desenvolver boas práticas no uso e monitoramento desses dados para evitar problemas legais relacionados à má utilização dos mesmos. A observabilidade e monitoramento são fundamentais para gerenciar e aproveitar esses dados de maneira segura.

Gostou de nosso artigo? Deixe seu comentário nos dizendo o que achou! Queremos ouvir a sua opinião! Quais soluções que abordamos você achou mais interessante?