remuneração variavel

Como realizar gestão estratégica de remuneração variável? Confira

Com a grande concorrência entre empresas que lideram as inovações e estratégias tecnológicas no mercado, reter talentos se tornou um novo desafio.

E uma das armas mais eficientes para satisfazer e incentivar colaboradores a crescerem dentro do negócio é por meio da remuneração variável.

Se você quer entender mais sobre a abordagem e como gerir um sistema que funciona, comece tirando suas principais dúvidas sobre o assunto neste artigo — incluindo a ajuda perfeita para começar. Acompanhe.

O que é remuneração variável?

A remuneração variável é um programa de bonificação que empresas utilizam para incentivar e recompensar colaboradores de alto desempenho.

A ideia é criar um sistema flexível e justo que acrescente um adicional de pagamento no fim do mês além do salário fixo, desde que o profissional atinja metas preestabelecidas de produtividade.

Esse incentivo pode ser implementado de diversas maneiras, adequado à natureza do negócio e as motivações que mais fazem sentido para funções exercidas em cada departamento.

Para entender melhor como funciona, veja os tipos de remuneração flexível mais comuns.

Adicional por desempenho

Algumas empresas possuem um sistema mais flexível de bonificação em que o seu salário no fim do mês vai sempre variar conforme o desempenho. Esse cálculo pode ser feito por metas produtivas, horas de trabalho, resultados alcançados, entre muitos outros.

Vale reforçar sempre que a remuneração variável deve ser pensada como adicional, ou seja, utilizada para premiar, não punir.

Bonificação

A bonificação é ainda mais comum no mercado, sendo quase igual à remuneração por desempenho. O que diferencia mais é o prazo de recompensa. Os bônus geralmente são trimestrais, semestrais ou anuais, como um prêmio para a dedicação a médio prazo.

Comissão por vendas

Para setores e empresas que lidam com vendas diretas ou oferta de serviços, as comissões são os incentivos mais utilizados para aumentar o desempenho de profissionais.

Neste caso, a bonificação é fixada em uma porcentagem em relação ao preço do produto vendido. Ou seja, quanto maior o ticket da compra, mais o vendedor ganha.

Participação nos lucros

A participação nos lucros, conhecida como PLR, é um modelo mais recente de remuneração variável, em que a empresa distribui parte dos lucros obtidos em um período a todos os seus colaboradores.

É uma abordagem um pouco diferente das anteriores por valorizar mais o esforço coletivo do que o desempenho individual. Se todos estão focados em fazer o negócio crescer, todos ganham.

Quais as vantagens?

Existe um motivo para que 1/3 das empresas hoje destinem parte do faturamento em remuneração variável. O incentivo financeiro, quando bem aplicado, é uma motivação a mais para que profissionais busquem melhorar seu desempenho.

Entre as vantagens que um negócio ganha com remuneração flexível, estão:

  • ganho em produtividade de colaboradores que buscam recompensas maiores;
  • maior qualidade no trabalho em metas voltadas para o estado de entrega;
  • eficiência produtiva;
  • proatividade dos colaboradores que buscam maneiras de otimizar o próprio trabalho, reduzindo tempo e recursos para tarefas;
  • atração e retenção de talentos, com uma consolidação de identidade de marca;
  • cultura de inovação.

Como realizar gestão estratégica de remuneração variável?

Implementar o sistema de remuneração variável em si não é difícil. Seu maior desafio está na estruturação do programa e um bom monitoramento. Veja as práticas mais importantes para se ter em mente ao começar.

Encontre os incentivos certos

Como falamos nos tipos de remuneração variável, cada função de trabalho responde melhor a um tipo de incentivo. Comissão para quem vende, desempenho para quem produz, bonificação para quem se dedica a médio prazo, etc.

Pense em qual dessas possibilidades se encaixa melhor no seu perfil de colaborador. É interessante, inclusive, criar incentivos diferentes para diversos departamentos.

Estabeleça metas equilibradas

Esta é uma dica que vale para todo contexto empresarial e pode ser empregada também na remuneração variável: metas muito fáceis desestimulam e se tornam o desempenho normal; metas muito difíceis frustram e diminuem a moral do time.

Metas equilibradas são aquelas que motivam profissionais sempre a buscar um pouco mais, mas que nunca pareçam inalcançáveis.

E lembre-se: suas recompensas também devem ser adequadas ao objetivo alcançado. Se o esforço não valer a pena, dificilmente os colaboradores vão comprar a briga.

Evite a concorrência interna

Um ponto muito importante a ser levantado é que seu programa de remuneração não pode colocar colaboradores e departamentos uns contra os outros.

Metas como “o primeiro time a fazer X vendas ganha um bônus” apenas acirra os ânimos e tira a sinergia do time. É algo que funciona a curto prazo, mas que pode, com o tempo, tornar o ambiente de trabalho tóxico.

Portanto, crie milestones que possam ser alcançados por todos e, mais ainda, busque metas coletivas, que premiem todos os participantes.

Forneça feedback junto à recompensa

A natureza da receita variável pode ser um desafio de gestão dependendo do perfil dos colaboradores. Afinal, como o próprio nome diz, nem sempre o adicional será o mesmo.

É por isso que a transparência no processo é importante. Feedbacks claros sobre o resultado da remuneração flexível, com relatórios quantitativos e qualitativos, evita que fique aquela sensação de injustiça para um ou outro profissional.

Esses feedbacks são tão importantes quando as metas são batidas como quando não são. Repassar a conexão direta entre esforço e recompensa ajuda ainda mais os funcionários a entenderem como podem melhorar seu desempenho no próximo ciclo.

Invista em tecnologia

Criar e manter um programa de remuneração variável requer bastante controle sobre dados de produtividade e proximidade com cada profissional que faz parte do time.

O maior desafio é determinar as metas mais adequadas, criar parâmetros claros e acompanhar com transparência o gerenciamento dos ganhos adicionais.

Contar com uma ferramenta especializada é a melhor forma de garantir o sucesso da estratégia. Você descomplica os processos de implementação e não precisa de um esforço robusto de TI para a gestão do programa.

Para gestão estratégica de remuneração variável, a empresa deve aliar conhecimento e valorização dos talentos com uma estrutura organizada e automatizada. Com todos os pontos que levantamos aqui, você tem tudo o que precisa para começar.

E que tal dar esse primeiro passo com a solução perfeita para remuneração variável? Conheça a IMPROVE!


Com a plataforma Crystal Ball, Americanet+Vero fortalece estratégia de expansão para novas cidades

Apoiada pela Scala, empresa de Dados e Analytics do Grupo Stefanini, uma das principais provedoras do país passa a utilizar indicadores de inteligência artificial para mapear e identificar oportunidades de crescimento.

A Americanet+Vero, uma das principais empresas de telecomunicações do país, juntou-se com a Scala, empresa brasileira que desde 2016 integra a divisão de Ventures do Grupo Stefanini, para desenvolver o projeto Crystal Ball, plataforma que potencializa o processo de expansão dos serviços digitais e de banda larga para novas cidades.

Desenvolvido em um processo colaborativo entre a Americanet+Vero e a Scala, o Crystal Ball é uma plataforma guiada por inteligência artificial e análise de dados para gerar insights e resolver problemas relacionados à expansão orgânica do negócio para novas áreas.

A plataforma Crystal Ball tem potencial para revolucionar a área de telecomunicações, utilizando inteligência artificial embarcada para mapear e identificar oportunidades de crescimento em novas cidades, a partir do uso de machine learning. A cidade de Cachoeirinha (RS) foi a primeira selecionada pela plataforma e passou a integrar as cidades atendidas pela Americanet+Vero no Rio Grande do Sul a partir de junho de 2023       .  

A expansão inteligente da companhia, que já está presente em 425 municípios brasileiros com mais de 1,5 mil assinantes, é conduzida pela solução Crystal Ball a partir da aplicação de indicadores técnicos e aprendizados de projetos anteriores. Assim, a plataforma correlaciona dados e identifica oportunidades de crescimento em áreas semelhantes às que a empresa já teve resultados comprovadamente bem-sucedidos.

Com critérios e indicadores pré-estabelecidos, a plataforma segmenta as oportunidades em grupos com diferentes probabilidades de avaliação para reverter em operação em campo. Além de automatizar e acelerar o processo de expansão, o objetivo é impulsionar o crescimento orgânico da operadora.

“Estamos muito satisfeitos e motivados de ampliar ainda mais esse projeto que, certamente, provoca redução no tempo operacional de adquirir, organizar e comparar dados; maior assertividade na projeção de comportamento dos dados, dentre tantos outros benefícios para a empresa e para o mercado de telecom”, destaca Everaldo Biselli, diretor Comercial da Scala.

“A plataforma Crystal Ball traz um modelo estatístico com inteligência de dados que amplia nossa capacidade de expandir a implementação de forma ágil, eficaz e estruturada. Com isso, o processo de expansão da companhia, com a entrada em cada cidade brasileira, foi enriquecido com o volume de informações unificadas de cada uma delas”, afirma André Spina, diretor de Transformação Digital da Americanet + Vero Internet. 

“Por meio de toda essa automatização, foi possível entendermos o comportamento de regiões, ajustarmos os parâmetros e calibrar a ferramenta à medida em que temos realizado a expansão orgânica para novos municípios e a operacionalização dos nossos serviços, tudo isso com um ganho extraordinário e com resultados relevantes para o negócio. Sem dúvida, com esse sistema, somos capazes de avaliar cidades com potencial agregador para a empresa, que possuam sinergia com a nossa proposta e possam trazer retorno estratégico”, complementa José Carlos Rocha, Diretor de Vendas e Marketing da Americanet + Vero Internet.

 

https://youtu.be/yh337bFwjOY

Faço o doawload do ESTUDO DE CASO completo pelo link:

https://stefanini.com/pt-br/applied-ai/expandindo-o-acesso-a-internet-com-a-ajudada-da-inteligencia-artificial


Conheça os 5 V's da Big Data

Nos últimos anos, o campo da data science ganhou muita atenção no mercado. Com tantas informações a serem interpretadas, mais do que nunca, as empresas reconhecem a importância das análises estatísticas para alavancagem de seus resultados. Por isso, desenvolvemos este post exclusivo no tema.

Afinal de contas, você sabe quais são os 5 V’s da Big Data? É justamente isso que você descobrirá nesta leitura. Aqui, você entenderá um pouco mais sobre essa tecnologia e sua importância para as empresas, além de conhecer as principais aplicações desse conceito na prática. Então, não perca tempo e acompanhe!

O que é Big Data e qual sua importância para as empresas?

A Big Data é uma área tecnológica que trabalha com a coleta, manuseio e interpretação de grandes quantidades de dados. Para quem trabalha com tecnologia, é evidente a importância dessa área para o futuro do mercado, pois oferece um diferencial gigantesco para as empresas que apostam nessas ferramentas.

Hoje em dia, já existem aplicações de Big Data para um grande número de atividades no mercado, seja a sua empresa um negócio B2B, B2C, B2E ou afins. Inclusive, é uma tecnologia tão útil e tão vasta que já oferece soluções para empresas de todos os tamanhos, sejam pequenas e médias, até grandes corporações.

Em nossa visão, a Big Data é importante justamente por vivermos na era dos dados. Hoje, tudo que fazemos no ambiente digital e presencial é convertido em informações digitalizadas, que podem ser coletadas, organizadas e interpretadas de modo a oferecer insights importantes sobre a sua atuação no mercado.

Hoje, absolutamente tudo pode ser coletado e agregado a um banco de dados — o que você consome nas redes sociais, o que você compra nos e-commerce, o trajeto que você faz no cotidiano, a forma como você interage com anúncios e diferentes mensagens, e até mesmo as suas informações de saúde e biometria.

É por conta disso, em um mundo cada vez mais data driven, que as empresas reconhecem a importância de investir e colher os benefícios da análise, engenharia e ciência de dados. Seja para aumentar as vendas, garantir a retenção de clientes ou aprimorar a sua abordagem gerencial, a Big Data tem uma solução para isso.

Quais os 5 V’s da Big Data?

Velocidade, volume, variedade, veracidade e valor. Em nossa visão, esses são os 5 V’s da Big Data, que nada mais são do que pilares fundamentais para a criação de novas tecnologias e soluções nessa área. Abaixo, esclarecemos cada um desses pontos em detalhes. Acompanhe!

1. Velocidade

A primeira característica é a velocidade de coleta, organização e análise dos dados. Aqui, falamos de volumes colossais, como terabytes e petabytes de informação, e essas soluções são capazes de organizar esses grandes reservatórios de dados, eliminar os ruídos e trazer ordem e lógica a esse caos de informação e aleatoriedade.

2. Volume

Em segundo, destacamos o volume informacional. A depender da empresa e da aplicação da tecnologia, o volume de informações coletadas é colossal. Por conta disso, essas soluções se destacam por sua robustez e confiabilidade, justamente por serem capazes de ingerir tamanha quantidade de informação em tempo real.

3. Variedade

As informações podem ser coletadas em dois diferentes tipos: os dados estruturados e os não estruturados. Enquanto o primeiro é uma ingestão organizada, como planilhas e arquivos CSV ou XLSX, o segundo consiste em dados nos mais variados formatos, como conteúdos de mídia como áudios, imagens, vídeos, textos e afins.

4. Veracidade

O objetivo da Big Data é encontrar ordem e lógica em meio a aleatoriedade de um grande banco de dados. É por isso que boas soluções de analytics se destacam pela capacidade de minimizar esses ruídos, identificando excessos, redundâncias e equívocos, e auxiliando na limpeza e na confiabilidade do dataset final.

5. Valor

Por fim, o valor e o retorno dessas soluções para a sua gestão. A Big Data é uma tecnologia que estimula a descoberta de insights e abordagens para a sua operação. Negligenciar essas informações e ignorar o diferencial oferecido pela tecnologia é o mesmo que negligenciar o investimento realizado nessas ferramentas.

Quais as principais aplicações de Big Data?

Para encerrar, vale destacar um último "V" da Big Data, o vínculo. Apesar da ingestão de dados admitir muitas informações aleatórias, é função, também, dessas ferramentas e dos analistas encontrar a correlação nos dados, garantindo um data set coeso, limpo e estrategicamente importante para a sua tomada de decisão.

Agora sim, vamos destacar alguns exemplos dessa solução no mercado. Um setor que utiliza muito esse conceito é o campo da securitização. Grandes seguradoras estudam grandes bancos de dados, incluindo incidência de acidentes e mapas criminais, para assim, derivar a melhor relação de risco e retorno para a precificação das apólices.

A mesma abordagem é utilizada no mercado financeiro, onde o cálculo e a gestão de riscos são partes críticas na concessão de créditos. No entanto, vale falar sobre aplicações na ampla economia, sobretudo nas PMEs, as pequenas e médias empresas.

Afinal de contas, muitos gestores mais antenados em tendências e tecnologias já utilizam de soluções de Big Data e Inteligência Artificial para duas necessidades nos supermercados e varejos, que é a precificação dos produtos e o controle de estoque.

Em EPPs de crédito pessoal, a Big Data também é utilizada, juntamente das informações dos bureaus de crédito, para definir a relação de risco na oferta de empréstimos para novos usuários.

No setor da saúde, a ingestão de dados biométricos, como os coletados por smartwatches e outros dispositivos vestíveis, também já é utilizado no trabalho de diagnóstico e acompanhamento de quadros clínicos, sobretudo em países com uma malha tecnológica mais moderna, como os Estados Unidos, o Canadá, e mais recentemente, o Brasil.

Para quem é varejista digital, a Big Data também está à disposição, em ferramentas que qualificam a elaboração de anúncios e publicidades, orientando os melhores períodos, palavras-chaves e estratégias para a veiculação de campanhas nas redes sociais.

Em essência, a aplicação de Big Data no mercado é praticamente infinita e, felizmente, só estamos no começo dessa jornada.

Agora que você conhece os 5 V's da Big Data, aproveite para garantir a sua atualização neste e em outros temas importantes para a sua gestão. Para isso, é simples — basta curtir e seguir a nossa página oficial no LinkedIn!


O que é a LORE e como ela pode ajudar seu negócio?

Criar inteligência na tomada de decisão empresarial não é mais um diferencial, mas uma necessidade na construção de uma marca forte e lucrativa. Para isso, entender o que é a LORE e como essa plataforma pode proporcionar dados precisos, atuais e confiáveis é um passo importante nesse sentido.

Para explicar como essa ferramenta funciona na prática e quais as melhores formas de utilizá-la no seu cotidiano, convidamos Filipe Cotait, cientista da computação e Diretor de TI na Scala.

Durante este conteúdo, você entenderá como os dados são valiosos para manter a competitividade da sua empresa, além de descobrir como as empresas já estão se beneficiando dessa tecnologia. Quer saber mais? Siga a leitura e confira nosso post!

O que é LORE?

A LORE é uma plataforma de DaaS (Data as a Service), ou seja, você só paga pelos dados consumidos, sem ter de custear todos os recursos necessários para a captura, limpeza, tratamento e organização dos dados”, explica Filipe.

Ela foi criada para oferecer aos usuários uma jornada analítica completa, independentemente da natureza dos dados utilizados, sejam eles externos ou internos. Portanto, a LORE consegue entregar qualquer tipo de dado público e de diversas fontes — tais como APPs, sites e redes sociais — de forma automatizada e em grande escala.

Quais os benefícios da LORE?

Essa ferramenta contribui diretamente para que sua empresa possa extrair informações relevantes dos dados, mesmo que eles estejam espalhados por diferentes fontes, criando uma visão ampla e unificada sobre as condições atuais do mercado. Veja, a seguir, quais as demais vantagens da plataforma para sua marca:

  • pagamento apenas sobre os dados: como o modelo de contratação é “as a service”, sua empresa remunera apenas os dados — de apps, sites, redes sociais e de outra procedência — que são entregues conforme sua demanda, frequência e necessidade;
  • zero custos adicionais: a plataforma garante flexibilidade para a criação, ampliação, remanejamento ou atualização de fontes de dados sem custos adicionais, fazendo com que novas fontes de dados não causem aumento nas despesas com a estruturação de captura;
  • facilidade no armazenamento: caso haja necessidade de reter os dados coletados para a criação de registros históricos, é possível contratar esse serviço para consultar sempre que necessário.

Como a LORE ajuda na melhoria de processos empresariais?

Ao incluir a LORE na rotina empresarial, sua equipe tem acesso a toda essa infraestrutura, além de dashboards e relatórios personalizados para simplificar a interpretação das informações registradas. Isso apenas é possível, pois as ferramentas da plataforma incluem IA, aprendizado de máquina e análise preditiva.

Facilita a tomada de decisão

Cada vez mais decisões de negócio são apoiadas em insights produzidos por processos analíticos que empregam as melhores práticas de cada indústria. Elas, porém, dependem de informações diversas, corretas, contínuas e atualizadas para as estratégias adotadas estarem alinhadas com a realidade que a empresa enfrenta.

Dispensa a necessidade de um squad de desenvolvimento

Além de todo suporte na tomada de decisão empresarial, a LORE oferece um importante meio para superar os desafios com a falta de mão de obra qualificada e com conhecimento em Big Data.

Na prática, essa tecnologia oferece uma grande economia se comparada à criação e manutenção de uma squad de desenvolvimento e recursos de infraestrutura dedicados à coleta de dados.

Aumenta a eficiência operacional

Com acesso a dados provenientes de diversas fontes, sua equipe consegue ampliar a eficiência operacional, reduzindo custos, possibilitando o lançamento de novos produtos e melhorando a capacidade de atendimento às novas demandas do seu mercado. Assim, você se concentra apenas no uso dos dados, deixando a parte tecnológica com a LORE.

Por que usar a LORE em sua empresa?

Usar a LORE em seu negócio é uma opção para alimentar suas áreas de inteligência de negócios com dados atualizados e constantemente, criando um diferencial para seu negócio.

Segundo Filipe, “as análises aplicadas a dados auxiliam na definição de estratégias de atuação em diversas indústrias: varejo, foods techs/delivery, e-commerce, empresas de serviços e indústrias”.

Além disso, ele cita diversas utilidades da LORE que motivam as empresas a utilizar essa solução, entre as quais estão:

  • mapeamento de promoções realizadas por grandes varejistas;
  • monitoramento de preços de produtos ao consumidor final;
  • mapeamento de meios de pagamentos aceitos em estabelecimentos comerciais;
  • estudo dos produtos fabricados por uma indústria em seus diversos canais de venda, inclusive com o preço de venda ao consumidor final;
  • mapeamento de preços de combustíveis com geolocalização;
  • prospecção de clientes, verificando que um determinado produto dele não é vendido por um canal, entretanto este canal vende de um concorrente.

Além disso, é possível fazer a integração com diversas ferramentas, conforme a necessidade do seu empreendimento. Saiba mais sobre esse tópico, a seguir.

Como fazer a integração da LORE?

As integrações com outros sistemas é fundamental para aproveitar ainda mais as ferramentas disponíveis e esse é mais um dos diferenciais da LORE. Por meio dela, sua empresa consegue usar os dados de maneira ainda mais eficiente.

Nesse sentido, Filipe destaca que “os dados entregues pela LORE podem ser integrados de diversas maneiras e formatos. No início do projeto o cliente nos informa como ele quer receber e integrar os dados e, a partir desta definição, eles são disponibilizados”.

Vale lembrar que contar com o suporte dos profissionais especializados da Scala na implementação dessa ferramenta é mais um diferencial que a sua empresa pode aproveitar. Assim, as chances de obter crescimento sustentável são ainda maiores.

Para que tipo de empresa a LORE é recomendada?

A LORE pode ser utilizada por empresas de qualquer porte, desde que haja a necessidade de consumo de grandes volumes de dados e de forma contínua. Por exemplo, uma startup pode ter a necessidade de dados em alto volume para a geração do seu novo produto ou negócio, assim como grandes empresas”, explica Filipe.

Ele ainda destaca que “nosso papel é auxiliar o cliente na estruturação e na escolha da origem dos dados, trazendo assim o dado mais adequado e com os melhores custos para os objetivos de negócio”. Uma vez feito esse estudo, todo o processo de captura e entrega dos dados é entregue pela LORE.

Agora que você já sabe o que é a LORE e como ela pode ajudar no seu negócio, que tal começar a aproveitar todas as vantagens dessa ferramenta em seu negócio? Ao contar com a Scala e com nossas ferramentas, as chances de se destacar no mercado e aumentar a lucratividade é muito grande.

Quer usar a LORE em seu negócio? Então, entre em contato conosco agora mesmo e fale com um de nossos especialistas!


ETL Reverso e sua importância na análise de dados empresariais

O mundo não para de mudar e as empresas precisam acompanhar esses avanços! Por isso, a busca por soluções inovadoras que transformem informações em ações estratégicas é uma demanda cada vez mais frequente. Nesse contexto, surge o ETL Reverso!

Essa é uma abordagem que não apenas move dados de seu armazém central para ferramentas operacionais, mas redefine como as organizações utilizam seus recursos de informação. 

Tem dúvidas sobre o assunto? Sem problemas! Continue a leitura e vamos explicar alguns detalhes sobre o conceito de ETL Reverso, desvendando seus benefícios e desafios. Vamos lá!

O que é ETL Reverso?

ETL Reverso é o processo de copiar dados do seu armazém central para seus sistemas operacionais e ferramentas SaaS (Software as a Service), permitindo que as equipes de negócios aproveitem essas informações para tomar decisões e personalizar as experiências do cliente.

Enquanto o ETL tradicional move dados de fontes operacionais para um armazém central, o ETL Reverso faz o oposto. Isso permite que as equipes operacionais ajam com base nas informações do armazém em suas aplicações de negócios.

O ETL Reverso é particularmente útil para desbloquear o valor dos dados armazenados no armazém, tornando-os acessíveis às equipes operacionais que podem não ter habilidades técnicas para consultar o armazém diretamente. 

Com isso, ele facilita a tomada de ações com base nos dados do armazém, em vez de apenas reagir à medida em que os problemas surgem e os relatórios são emitidos. Útil, prático e muito eficiente!

Qual é a sua importância no contexto atual de análise de dados empresariais? 

Confira algumas das vantagens do ETL Reverso para o âmbito empresarial!

Ação imediata

Permite que as equipes operacionais ajam rapidamente com base nos dados do armazém, integrando-os diretamente em suas ferramentas diárias.

Personalização de experiência do cliente

Facilita a personalização de experiências do cliente, pois as equipes podem usar dados do armazém para adaptar interações, campanhas de marketing e ofertas com base no histórico e comportamento do cliente.

Tomada de decisões ágeis

Capacita as equipes de negócios a tomar decisões ágeis e informadas, sem depender exclusivamente de equipes técnicas para acessar e interpretar os dados do armazém.

Eliminação de silos de dados

Evita que o armazém se torne apenas um local de armazenamento, eliminando os silos de dados. Eles ficam disponíveis em ferramentas operacionais, proporcionando uma visão mais abrangente e vantajosa para todos.

Automatização e eficiência

Automatiza o fluxo de dados, reduzindo a dependência de solicitações manuais e integrações personalizadas. Isso libera tempo para as equipes se concentrarem em problemas mais complexos e estratégicos.

Suporte a diversas equipes de negócios

Atende a várias equipes de negócios, como marketing, vendas, suporte e produto, permitindo que cada uma aproveite os dados do armazém para seus objetivos específicos.

Flexibilidade e controle

Oferece flexibilidade e controle sobre como os dados são movidos e utilizados em diferentes ferramentas e sistemas operacionais, sem as limitações impostas por outras soluções.

Redução da sobrecarga de desenvolvimento

Evita a complexidade e sobrecarga associada à construção e manutenção de integrações ponto a ponto ou o desenvolvimento interno de soluções. Ferramentas especializadas em ETL Reverso facilitam esse processo.

Facilita o cumprimento de regulamentações

Ao manter o controle sobre os dados e movê-los de forma segura e controlada, o ETL Reverso pode facilitar o cumprimento de regulamentações de privacidade e segurança de informações.

Como o ETL Reverso funciona?

O ETL Reverso funciona por meio de um processo que envolve:

  • a extração de dados do armazém central (data warehouse); 
  • a transformação desses dados conforme necessário;
  • a carga desses dados em sistemas operacionais, ferramentas SaaS ou outras destinações específicas. 

Conheça alguns dos principais componentes do ETL Reverso!

Sources (Fontes)

Representam a localização onde os dados de negócios estão armazenados. Geralmente, isso é o data warehouse.

Models (Modelos)

Consistem em instruções SQL que definem como os dados são representados e quais devem ser extraídos do source.

Syncs (Sincronizações)

Permitem definir os dados provenientes do modelo e especificar como esses registros devem ser mapeados para os campos apropriados na destinação.

Destinations (Destinos)

Representam os locais para os quais os dados são enviados, onde as equipes de negócios podem consumir essas informações.  

Quais são os benefícios e desafios do ETL Reverso?

Tudo na vida tem dois lados! Já abordamos algumas das vantagens do ETL Reverso, que vão desde a sua ação imediata (permitindo que as equipes possam agir de modo eficiente e quase instantâneo) até a eliminação dos silos de dados, ou seja, locais de armazenamento de informações sem funcionalidade.

No entanto, também há alguns desafios associados a esse tipo de recurso. Confira a seguir!

Riscos de sobrescrita de dados

Devido à falta de botões "desfazer" em algumas ferramentas operacionais, há o risco de sobrescrever dados acidentalmente durante a sincronização. Sendo assim, atenção é fundamental!

Complexidade de deduplicação

É necessário implementar lógicas de deduplicação para evitar problemas causados pela duplicação de dados durante as sincronizações.

Restrições em ferramentas operacionais

Algumas ferramentas operacionais podem ter limitações em termos de estrutura de dados, e a sincronização requer cuidados para garantir uma correspondência adequada.

Necessidade de monitoramento constante

As sincronizações devem ser monitoradas constantemente para garantir que estejam ocorrendo conforme o esperado, e qualquer interrupção deve ser tratada prontamente.

Requisitos de segurança

As transferências de dados devem ser seguras, e a conformidade com as regulamentações de segurança e privacidade deve ser mantida.

Complexidade em ambientes heterogêneos

Ambientes com uma variedade de ferramentas operacionais e destinos podem introduzir complexidades adicionais na configuração e manutenção.

Necessidade de Conhecimento em SQL

O conhecimento em SQL pode ser necessário para definir modelos e consultas, o que pode ser uma barreira para equipes não técnicas.

Variedade de ferramentas e plataformas

Lidar com uma variedade de ferramentas e plataformas pode exigir esforço adicional na configuração e integração.

Gostou de saber mais sobre o ELT Reverso? Essa é uma tecnologia recente, mas que tem tudo para se transformar em uma grande aliada para empresas de todos os setores. Experimente e se surpreenda! 

Acompanhe as novidades do setor da tecnologia no blog ScalaIt! Assim, você fica bem-informado(a) sobre as tendências e funcionalidades de recursos com o ELT Reverso, que ajuda a otimizar a rotina de gestão e a sua empresa a crescer.


5 estratégias para gerenciar um grande volume de dados de forma eficiente

Quanto mais dados uma empresa consegue coletar, mais material ela tem para suas estratégias e tomadas de decisão. Porém, também enfrentam o grande desafio de gerenciar de uma forma eficiente esse grande volume de dados.

Afinal, de nada adianta ter um grande arsenal, mas não saber como aproveitá-lo da melhor forma em função da falta de gerenciamento. Por isso, antes, é preciso criar toda uma estrutura que possibilite fazer essa gestão de uma forma escalável.

Algumas estratégias podem ser adotadas para alcançar esse objetivo, e neste artigo explicamos quais são elas. Continue lendo para entender os desafios de lidar com os grandes volumes de dados e como você pode fazer isso simplificando o seu próprio trabalho.

O crescimento do volume de dados e seus desafios

O avanço da tecnologia trouxe para as empresas a grande vantagem de obter dados de diversas fontes. Dessa forma, elas conseguem um material muito mais robusto para trabalharem suas estratégias no mercado.

Ao mesmo tempo, isso trouxe uma série de desafios, já que agora é preciso elaborar também uma estratégia na hora de analisar, gerenciar e utilizar esses dados. Afinal, nem tudo aquilo que é coletado de fato pode gerar insights para as tomadas de decisão.

Além disso, cada tipo de dados pode ser utilizado de uma maneira diferente. Logo, eles precisam ser analisados e tratados para serem direcionados da maneira correta para as equipes dentro da empresa.

Assim, o fluxo de trabalho nas operações de dados deve ser muito bem estruturado para que todo esse material coletado seja de fato apresentado da melhor maneira. Mas não só isso porque é importante que esses fluxos também sejam ágeis e seguros.

É preciso tratar os dados conforme o que estabelece a legislação, inclusive garantindo a segurança dessas informações para que a privacidade das pessoas e também de outras empresas seja mantida.

Portanto, para lidar com um grande volume de dados a empresa precisa se preparar e adotar estratégias que garantam que suas operações sejam eficientes, confiáveis e seguras.

Estratégias para gerenciar grandes volumes de dados

Trabalhar com um grande volume de dados afeta a tomada de decisão da empresa de diferentes formas, como para estruturar o fluxo de operação para trabalhar com esses dados e também a análise correta deles, além do seu aproveitamento conforme cada objetivo que se pretende alcançar.

Os dados são muito valiosos, mas somente se você souber trabalhar com eles, em especial quando o volume cresce de forma significativa. Mas, como explicamos na introdução, com a adoção de algumas estratégias você consegue alcançar a eficiência na hora de gerenciar esse material. Veja a seguir as seis estratégias fundamentais para isso.

1. Adoção de plataformas de armazenamento escalável

Antes de tudo, é preciso que a sua empresa possa contar com um sistema de armazenamento de dados eficiente. Afinal, ao coletar esse material a partir das fontes você precisa garantir que eles estejam protegidos e seguros, de modo que não haja risco de perda ou mesmo de roubo dessas informações.

A plataforma de armazenamento precisa também ser escalável. Isso porque estamos falando do crescimento do volume de dados e, com as estratégias corretas, a tendência é de que você tenha a cada vez mais material para coletar, armazenar, analisar e tratar. Sendo assim, a plataforma escolhida precisa ser escalável para conseguir trabalhar com esses grandes volumes com agilidade, precisão e eficiência.

2. Segmentação de dados

Explicamos que os dados são coletados em diversas fontes, atualmente. Com isso, recebemos diferentes tipos de informações, e cada uma delas tem a sua aplicação estratégica. Mas fica difícil trabalhar quando tudo está concentrado em um só grupo.

Para gerenciar de forma eficaz um grande volume de dados precisamos fazer a segmentação deles. Ou seja, vamos utilizar uma estratégia para dividir essas informações em grupos de acordo com as características que apresentam.

Assim, eles são divididos em grupos menores e mais específicos, a fim de facilitar a análise, a compreensão, a identificação de padrões, tendências e outros mais que vão colaborar para as estratégias que virão.

3. Revisão constante da base de dados

Conforme o volume de dados aumenta o registro da empresa, a base vai ficando maior. Ao mesmo tempo, informações com novas características são inseridas, e isso leva à necessidade de fazer revisões na base de dados.

O objetivo é garantir que ela esteja bem organizada e que realmente contenha materiais que são relevantes para as tomadas de decisão na empresa. Essas revisões possibilitam otimizar cada vez mais a organização da base para permitir a recuperação das informações com facilidade. Também para otimizar a lógica desse processo organizacional para que os dados estejam estruturados de maneira consistente.

4. Medidas de segurança de dados

Ao coletar e armazenar um grande volume de dados, sua empresa também tem a responsabilidade de manter a segurança dessas informações. Por isso, é indispensável adotar medidas protetivas eficientes. Não se esqueça de que ao trabalhar com dados é preciso atentar àquilo que diz a Lei Geral de Proteção de Dados pessoais.

Além disso, é fundamental que essas informações não sejam acessíveis para cibercriminosos ou hackers. Além, é claro, de garantir que o seu sistema de armazenamento seja também confiável para o próprio aproveitamento das informações que foram coletadas, uma vez que é preciso garantir a fidelidade delas e a sua integridade para que não haja erros na hora de fazer o processamento.

5. Criação de uma infraestrutura de rede robusta

Já que a sua empresa vai gerenciar um grande volume de dados, é importante que a infraestrutura de rede adotada por ela seja robusta. Isso é fundamental para garantir uma performance otimizada e segura.

Uma estratégia interessante é o uso de edge computng, ou computação de borda. Esse tipo de arquitetura de TI possibilita que os dados sejam processados o mais próximo possível da sua fonte. Assim, em vez de encaminhar essas informações de maneira direta para um provedor, elas passam por um refinamento no primeiro momento, de modo que os dados são compartilhados já filtrados para facilitar as operações posteriores.

Você pode construir essa infraestrutura de rede robusta com as soluções oferecidas pela Scala, com reservatório de dados para cada propósito, tecnologias de armazenamento e ainda Big Data, garantindo, assim, uma estrutura escalável para lidar com um grande volume de dados com segurança, confiabilidade e a eficiência que deseja. 

Otimize suas estratégias de gerenciamento de dados com as soluções Scala. Acesse o site e veja como podemos ajudar.

 

 


Plataforma IMPROVE: como ela pode melhorar a sua gestão?

No cenário corporativo de hoje, as empresas estão em busca constante por soluções inovadoras para otimizar seus processos e garantir vantagem estratégica. E a plataforma IMPROVE se conecta com tudo isso de forma única!

Nesse contexto, uma área crítica é a gestão de remuneração variável, que desempenha um papel crucial no impulsionamento da performance e motivação das equipes. 

Hoje, vamos te contar um pouco mais sobre a plataforma IMPROVE, destacando suas vantagens, funcionalidades tecnológicas, e como ela supera desafios organizacionais para elevar a eficiência e a competitividade.

Quais são as vantagens da plataforma IMPROVE?

A IMPROVE oferece uma série de vantagens que a tornam uma escolha vantajosa e bem estratégica para empresas que buscam otimizar a gestão de remuneração variável. Confira algumas das principais!

Agilidade e flexibilidade

A capacidade de gerenciar regras de cálculo de forma ágil e flexível é uma das principais vantagens do IMPROVE. Isso permite que as empresas se adaptem rapidamente a novos modelos de comissões e façam ajustes conforme as necessidades do negócio, sem demandar muito esforço da equipe.

Autonomia e independência de TI

A operação do IMPROVE dispensa o acompanhamento constante e suporte das áreas tecnológicas. Isso simplifica o dia a dia de trabalho, reduzindo a dependência entre diferentes setores e agilizando os processos.

Auditoria permanente

O IMPROVE oferece total transparência em todas as etapas do processo, desde a definição das regras até a liquidação. Todas as atividades são claras, documentadas e registradas, facilitando processos de auditoria interna e externa. Relatórios customizados garantem um acompanhamento preciso.

Simulação de cenários

A inteligência analítica do IMPROVE permite a simulação de cenários. Isso fornece insights estratégicos valiosos ao analisar diferentes regras e contextos variáveis, possibilitando às empresas avaliar o impacto potencial de mudanças nas regras e modelos de remuneração antes de implementá-las.

Integridade do processo ponta a ponta

O IMPROVE assegura a integridade do processo ao evitar manipulações não autorizadas nos dados gerenciados. Todas as alterações nos dados seguem padrões documentados e estão sujeitas a auditorias e controles. A visibilidade total dos cálculos, juntamente com registros detalhados, preserva a transparência.

Segurança das informações

A plataforma garante a segurança das informações, protegendo dados críticos da empresa e de outras organizações envolvidas no processo. Esse aspecto é fundamental para garantir a confiança das partes interessadas e o cumprimento de normas de segurança.

Transparência e clareza no cálculo

A utilização do IMPROVE resulta em maior qualificação de vendas, redução de erros de cálculo e economia operacional e financeira na gestão da remuneração de pessoal direto e terceiros.  

Informações disponíveis online

Os colaboradores e gestores têm acesso constante às informações por meio de aplicativos online, com parâmetros de acesso personalizáveis. Isso permite um acompanhamento em tempo real, mantendo os dados sempre atualizados e disponíveis para consulta.

Como a IMPROVE usa a tecnologia?

Agora, é hora de conhecermos algumas das formas que a IMPROVE faz uso da tecnologia. Vamos lá?

Automatização de processos

A IMPROVE baseia sua atuação na automatização de processos relacionados à remuneração variável. Desde a extração e unificação de dados até a aplicação de regras complexas e a liquidação de pagamentos, a plataforma automatiza cada etapa, proporcionando velocidade, eficiência e precisão.

Inteligência analítica

Ela incorpora inteligência analítica para fornecer insights estratégicos às empresas. A capacidade de simular cenários com diferentes regras e contextos oferece uma visão valiosa para a tomada de decisões, com foco na previsão antes da ação.

Segurança avançada

A segurança é uma prioridade na IMPROVE. A plataforma utiliza tecnologias avançadas para garantir a integridade e proteção dos dados, como criptografia, controle de acesso rigoroso e registros detalhados.

Integração com outras ferramentas

Ela é projetada para integração com outras ferramentas e sistemas já utilizados pelas empresas, trazendo muito mais praticidade para o seu dia a dia.

Quais são as funcionalidades de gestão?

A IMPROVE apresenta uma grande variedade de funcionalidades que podem otimizar a sua gestão! Confira algumas das principais:

  • agilidade na gestão de regras de cálculo;
  • autonomia e independência da área de TI;
  • auditoria permanente;
  • simulação de cenários;
  • integridade do processo ponta a ponta;
  • segurança das informações;
  • transparência e clareza no cálculo;
  • informações disponíveis online.

Mas, na prática, isso não é tudo! Continue a leitura para entender um pouco mais sobre as vantagens funcionais da IMPROVE em sua rotina de gestão e saiba como ela pode ajudar.

Superação de desafios organizacionais

Começaremos pela superação de desafios que são frequentesn o dia a dia da gestão e podem, de modo geral, atrapalhar bastante.

A IMPROVE atende a diversos desafios organizacionais, desde a agilidade na manipulação de regras de cálculo até a auditoria constante de todo o processo. Sua capacidade de simular cenários permite às empresas avaliar o impacto econômico de alterações nas regras de remuneração. 

A transparência e clareza nos cálculos contribuem para a redução de erros, melhoria na qualificação de vendas e economia operacional e financeira.

Experiência aprimorada para a equipe

Além disso, podemos dizer que a IMPROVE não apenas melhora processos, mas também aprimora a experiência da equipe. 

Ao fornecer acesso constante a indicadores, regras de cálculo e pré-liquidação, a plataforma eleva os níveis de produtividade e motivação. 

Reduzir divergências sobre comissionamento, reclamações e solicitações de esclarecimento no pagamento de comissões são ganhos diretos que impactam positivamente o ambiente de trabalho.

Transformação digital e eliminação de lacunas

Outra vantagem está na transformação dos processos, fazendo com que eles se tornem mais rápidos, eficientes e com bem menos erros.

Ao deixar para trás planilhas e processos manuais, a IMPROVE representa uma evolução operacional significativa. A padronização de processos, integração com sistemas da organização, economia operacional e redução de erros são resultados tangíveis. 

A automação de processos elimina lacunas, deficiências e riscos de manipulação de dados sem rastreio, proporcionando mais velocidade, eficiência e precisão.

Benefícios para diversas áreas organizacionais

Por fim, não podemos deixar de lado as vantagens que a IMPROVE traz para diversos setores das empresas, ajudando equipes variadas a se tornarem mais eficientes.

A flexibilidade e adaptabilidade integram setores, beneficiando usuários e processos em toda a organização. Desde a área comercial até finanças, auditoria, garantia de receita, operações e tecnologia, a plataforma oferece benefícios abrangentes que promovem a competitividade e eficácia organizacional.

Em resumo, a IMPROVE não é apenas uma plataforma de gestão de remuneração variável, mas também é uma ferramenta estratégica que impulsiona a competitividade e a eficiência das empresas. 

Ao adotar essa plataforma, as empresas não apenas otimizam seus processos, mas também transformam a experiência de suas equipes, fortalecendo a motivação, produtividade e, em última análise, os resultados de negócios. Então, que tal começar? Conheça a IMPROVE e teste os seus benefícios!


Dora: como trazer sua gestão de dados ao futuro

Qualquer executivo que deseja aumentar a otimização e eficiência das suas equipes deve conhecer a Dora. Essa é a solução completa de Data Management (Gerenciamento de Dados), ou seja, uma tecnologia com funções de coletar, validar, comprimir, armazenar, proteger e processar informações do seu negócio.

Gerenciar os dados de forma inteligente é um grande diferencial que pode solucionar inúmeros gargalos no negócio. E será com a Dora que você alcançará esse objetivo da forma mais vantajosa, com mais efetividade, economia e agilidade. Quer saber melhor sobre essa solução digital? Continue lendo!

Como a Dora funciona?

É uma plataforma não vinculada a somente um tipo de banco de dados ou ferramenta de gerenciamento. Portanto, a Dora é um Data Management bastante flexível e que possibilita a incorporação, tratamento, gestão, acesso e distribuição.

Outro de seus diferenciais é sua arquitetura excepcionalmente moderna, pois ela é leve, ágil e fácil de usar. Isso significa que todos os colaboradores conseguirão aproveitar dos seus recursos com pouco ou nenhum treinamento.

Saiba que ela ainda se divide em dous “flavours”, serviços que se complementam para entregar uma experiência completa:

  • Dora Data: para dados estruturados (CDRs, Dados de vendas, transações, etc.)
  • Dora Doc: para dados não estruturados (Documentos, Faturas, Guias, Binários, Imagens). Compartilha a interface com o Dora Data e também trabalha com os mesmos níveis de compressão

Sua versatilidade permite que seus recursos sejam ideais para empresas de variados segmentos e portes, desde os pequenos negócios até grandes corporações.

Quais são as funcionalidades da Dora?

Os recursos da Dora fazem com que as informações se tornem parte do dia a dia corporativo. Os dados se tornam organizados e fáceis de encontrar, otimizando os processos de todos os setores. Entenda melhor as funcionalidades.

Pesquisa online dos dados

Dora armazena e possibilita a pesquisa online de grande volume de dados, incluindo busca de dados históricos NRT (near real-time ou quase em tempo real).

Na prática, você tem dados históricos sempre em mãos e com configurações personalizadas. As informações organizadas e disponíveis permitem análises comparativas em instantes, bem como obtenção de relatórios batch com alta performance.

Ressignificação dos dados

Com a Dora, você tem acesso a dados históricos e pode digitalizar processos ou dados que normalmente são inviáveis — seja por terem custos elevados ou dificuldade de acesso.

Compactação e versatilidade

Dados podem ser comprimidos em até 90% e sua estrutura é desacoplada, pois ela permite escalabilidade independente de seus módulos. Esse recurso gera economia tanto no custo de armazenamento como de infraestrutura. Isso acontece porque ela exige baixos recursos computacionais, como memória e processamento.

Adaptabilidade a cenários

A solução opera eficientemente tanto em armazenamentos de pequenos volumes até petabytes de dados (excepcionalmente pesados). Como também, os requerimentos de infraestrutura podem ser adequados conforme os tempos de resposta necessários para atender SLA (Service Level Agreement).

Quais vantagens ela traz para a organização?

Essas e outras funcionalidades trazem inúmeros recursos para o negócio. Veja quais são os principais deles a seguir.

Agilidade e otimização operacional

A vantagem mais marcante à primeira vista é a facilidade de acessar os dados e a valorização da informação que se dá pela simplificação da interação com dados. Assim, seus colaboradores conseguem focar nos objetivos principais da empresa, na execução de tarefas mais estratégicas e complexas.

Redução de custos de TI

No curto prazo você observará uma impactante redução no orçamento anual com infraestrutura. A Dora Scala opera com excelência até mesmo em infraestrutura enxutas. Como se não bastasse, o time de implementação pode reaproveitar a infraestrutura adquirida anteriormente.

Já no médio e longo prazo, a migração de dados históricos de outros sistemas aumentam as economias em infraestrutura e licenciamentos de forma geral.

Você pode esperar ainda mais economia no futuro, pois a Scala tem um MVP em construção para a versão nuvem. Com recursos serverless e armazenamento de objetos (como AWS S3 e Azure Blob Storage), será possível conquistar ainda mais escalabilidade e economia em infraestrutura.

Flexibilidade

A solução pode variar de acordo com o formato e padrões dos clientes. Por exemplo, podem ser oferecidos pacotes de serviços para suporte a personalização do produto ou sua administração no uso diário. Ou seja, ela pode ser adequada para se encaixar perfeitamente ao seu negócio.

Cumprimento das normas

A solução permite um gerenciamento completo e armazenamento seguro dos dados. Com isso, você consegue minimizar as chances de que dados sejam vazados ou utilizados incorretamente, mantendo-se plenamente regular perante a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e outras normas sobre o assunto.

Segurança

Existem vários tipos de segurança que você precisa considerar. Uma delas se refere à proteção do ambiente físico dos servidores, que é de responsabilidade do próprio cliente ou terceiros contratados.

Outro tipo é a de rede, que envolve redes, firewall, proxies, antivírus e outras ferramentas definidas pelo cliente. Também é preciso analisar os sistemas operacionais, que permitirá o gerenciamento da aplicação.

No caso da Dora Scala, os módulos de armazenamento e pesquisa têm a segurança totalmente baseada na rede e no sistema operacional. Não há API’s ou protocolos que podem ser acessados remotamente. Ou seja, o gerenciamento depende da capacidade de acessar o servidor.

Além disso, a segurança da aplicação Dora se divide em dois subtipos:

  • Interface web: há uma autenticação com criptografia direto para acessar a aplicação. Ela também trabalha em protocolo seguro (HTTPS) e possui opção de autenticação com serviços de diretório (AD/LDAP)
  • Motor de busca: a base de dados tem autenticação individual para cada módulo e restrições de acesso ao nível de rede

Sustentabilidade

A tecnologia inovadora de compressão de dados permite uma redução considerável no espaço de armazenamento necessário. Na prática, é preciso menor quantidade de equipamentos para receber serviços de altíssima qualidade com a Dora Scala.

Consequentemente, você contribuirá para diminuição significativa das emissões de carbono sem comprometer a eficiência operacional.

Quais são alguns cases de sucesso da Dora?

Há vários cases de sucesso que você pode conferir os resultados que a solução traz aos seus clientes. Mas a seguir trouxemos 2 ótimos exemplos 

Claro Colômbia

Graças à Dora Scala, a Claro Colômbia processa eficientemente mais de 35 milhões de linhas móveis e fixas. Ela gerencia 3 TeraBytes de dados diariamente. Ainda tem um histórico de 3 PetaBytes de dados compactados online para seus sistemas por dia e conseguiu um crescimento no tráfego de dados de 30% ao ano.

Nesse mesmo case, a Dora Scala foi integrada ao aplicativo MiClaro (aplicação dos clientes da Claro) e permitiu redução da latência (de 4 horas para 15 minutos) ao buscar consumos dos usuários. No fim, houve um impacto muito positivo na experiência do cliente.

TSTT

Assim como a Claro, a Telecommunications Services of Trinidad and Tobago (TSTT) implantou o Dora por temas regulatórios.

Seu volume de dados é menor, tendo um histórico aproximado de 50 TB sem armazenamento online (somente offloads temporais). Na prática, há uma ferramenta da Ericsson que se conecta a um webservice e extrai os dados do Dora.

Assim, temos um caso onde há um baixo volume de dados e integração com outras ferramentas de mercado.

Com seus recursos e vantagens, Dora Scala é perfeito para quem quer otimizar tempo, recursos humanos, minimizar custos de TI e infraestrutura, substituir sistemas legados e assegurar cumprimento da legislação. Ainda há vários benefícios que essa tecnologia proporciona, sendo importante que você conheça cada detalhe sobre ela.

Que tal conhecer mais detalhes sobre essa solução? Entre em contato com um de nossos especialistas!


Scala, do Grupo Stefanini, adquire 100% da Tatic Software e acelera planos de internacionalização

Com atuação no Brasil, Colômbia e Equador, a Tatic Software complementa o portfólio de analytics e contribui para a expansão da Scala na América Latina

 

            São Paulo, setembro de 2023 – Especializada em tecnologias como Analytics, Hiperautomação, Integração de Sistemas, Inteligência Artificial, Cloud e Observabilidade, a Scala, empresa brasileira que desde 2016 integra a divisão de Ventures do Grupo Stefanini, decidiu investir em sua internacionalização e viu na aquisição de 100% da Tatic Software uma oportunidade para expansão na América Latina. Com sede em Belo Horizonte (MG), a Tatic conta com operações na Colômbia e no Equador, onde atende grandes operadoras de telecomunicações.

Com esta transação, cujo valor não é revelado pelo grupo, a Scala vai incorporar em seu portfólio algumas soluções da Tatic que fortalecem ainda mais sua atuação em analytics. É o caso da DORA, que gerencia – com efetividade – bancos de dados e grandes volumes de informações de empresas de diferentes portes e segmentos. Possui um mecanismo de busca avançado, que disponibiliza os dados online de forma imediata, com segurança de parâmetros de acesso bem definidos, que trazem impactos positivos na estratégia e na operação dos clientes.

Outras soluções são ALICE e Improve. A primeira delas é uma plataforma de inteligência artificial que acelera o desenvolvimento de algoritmos para otimizar os negócios, seja da empresa como um todo ou de áreas e produtos específicos. Já o Improve é uma solução SaaS de análise de dados que possibilita a implementação flexível de modelos de remuneração variável, alinhando os objetivos da empresa com a motivação da força comercial, além de ampliar a produtividade da equipe e permitir um monitoramento contínuo.

“As três soluções da Tatic ampliam nosso leque de atuação e potencializam nossa plataforma LORE, que consiste na oferta de créditos para realizar jornadas analíticas como serviço quando o cliente achar mais conveniente”, explica Filipe Cotait, diretor de Tecnologia e Operações da Scala.

Considerado um modelo inovador e flexível – o cliente paga apenas pelo que usa, por créditos de consumo -, a plataforma da Scala oferece aceleradores, ferramentas, ativos e todo o know how de sua equipe de engenheiros e cientistas de dados para ajudar as corporações com as questões relativas a dados. O objetivo é gerar insights para que as empresas possam se planejar, tomar decisões, acompanhar o mercado e alcançar as metas desejadas.

Cotait explica que a decisão de implementar uma plataforma como a LORE foi baseada nas experiências da Scala como fornecedora de soluções analíticas e nas necessidades apresentadas pelos clientes. Segundo o executivo, as organizações precisam de diferentes tipos de dados, sejam internos ou externos, para compor suas estratégias de negócios. O problema é que essas informações estão espalhadas em diferentes fontes, tais como redes sociais, sites e aplicativos, dificultando a coleta e organização dos dados, de modelo que sejam utilizáveis.

“O quarteto ALICE, DORA, LORE e Improve é ideal para empresas que buscam expandir seus negócios, lançar novos produtos ou serviços e atender melhor às demandas de mercado em que atuam, oferecendo um atendimento mais humano e personalizado a partir das informações captadas e analisadas pelas plataformas”, afirma José Carlos Pires, presidente da Scala, que estima um crescimento de 70% na geração de novos negócios nos próximos dois anos. “Certamente, a Tatic contribuirá com essa audaciosa meta”, acrescenta.

 

Crescimento

O Grupo Stefanini finalizou 2022 com um faturamento de R$ 6,2 bilhões. Boa parte do resultado veio do ecossistema de inovação representado pela divisão Stefanini Ventures, composta por mais de 30 empresas de diferentes tamanhos e especialidades, que estão reunidas em seis principais plataformas: Analytics e IA, Banking & Payments, Cibersegurança, Indústria 4.0, Marketing Digital e Tecnologia. A expectativa é fechar este ano com um faturamento global acima de R$ 7 bilhões, o equivalente a mais de US$ 1,5 bilhão.

“Temos um plano acelerado de crescimento orgânico, que será potencializado com aquisições no Brasil e no exterior. A aquisição da Tatic é a segunda do ano – em março anunciamos a chegada da consultoria Safeway para reforçar o protagonismo do grupo em cibersegurança. Temos uma equipe de M&A que recebe pelo menos 30 propostas de aquisição por mês e que está atenta a oportunidades, tanto para fortalecer as ofertas atuais quanto para investir em novas frentes de negócios”, destaca o fundador e CEO global do Grupo Stefanini, Marco Stefanini, que prevê mais aquisições ainda este ano.

De acordo com Marcelo Louro, CFO Global da Stefanini e que lidera o time de M&A, a multinacional brasileira, que completa 36 anos em setembro, tem um modelo de negócios vitorioso pautado no crescimento orgânico e em aquisições que trazem novas habilidades, competências e produtos para o ecossistema de inovação. “A Tatic complementa o portfólio da Scala com soluções próprias, além de favorecer a expansão geográfica e a consolidação das ofertas em mercados estratégicos para o grupo”, finaliza.


Data analytics: por que é tão importante para suas decisões?

É fato que as empresas têm encontrado um mercado muito competitivo e clientes cada vez mais exigentes. Por isso, suas ações e processos precisam acompanhar essas movimentações. Para adotar as melhores estratégias, é fundamental investir em data analytics.

Hoje em dia, a análise de dados se tornou um grande pilar das tomadas de decisão porque as empresas não podem perder tempo nem investimentos. Cada passo deve ser muito bem calculado, e os dados são os grandes aliados para alcançar objetivos.

Investir em análise de dados deixou de ser uma alternativa. Essa transformação é fundamental para garantir a sobrevivência de uma empresa. Neste artigo você vai entender por quê. Continue lendo para descobrir como as empresas estão utilizando a data analytics e por que essa estratégia é tão importante para sua tomada de decisão.

Por que a análise de dados é tão importante?

Coma a data analytics fazemos a análise de um grande volume de dados para que eles sejam interpretados. O objetivo é ter esse material como base para tomar decisões mais estratégicas e eficazes.

Como explicamos, não é novidade que as empresas estão encontrando um mercado cada vez mais competitivo. Muitas organizações desejam atrair a atenção do mesmo perfil de consumidor. Aquela que desenvolve diferenciais é a que se destaca.

Mas para ter esses diferenciais é preciso entender as demandas do mercado e também as exigências e objeções do público. Tudo isso influencia de forma significativa nas soluções desenvolvidas e nos processos internos de cada empresa.

Sendo assim, é fundamental que cada ação, decisão e estratégia seja adotada com a maior precisão possível. Não existe margem para erro porque uma decisão equivocada pode comprometer o sucesso do negócio.

Para ter certeza daquilo que está sendo feito, é utilizada a análise de dados. Por meio dela, é possível identificar tendências, os hábitos de consumo, perceber padrões e levantar insights para auxiliar nas tomadas de decisão.

Podemos dizer que com a análise de dados uma empresa não “dá tiros no escuro”. Ela tem uma visão clara daquilo que precisa alcançar, pode traçar os seus objetivos e definir os melhores caminhos para chegar neles.

Como as empresas estão utilizando a data analytics?

De acordo com uma pesquisa feita com 333 empresas da América Latina, incluindo o Brasil, 86% delas já utilizam dados, analytics e inteligência artificial em seus processos. Em cada 10 organizações, 4 visam identificar padrões de consumo e tendências.

Elas também investem em análise de dados para otimizar processos, garantindo mais operacionalidade com menos custo. Os focos são aumentar a confiança, a segurança e a agilidade dentro da própria organização.

Apesar dessa crescente demanda por data analytics e também da visão que as empresas têm sobre a importância dela, ainda existem desafios a serem enfrentados. Um deles é encontrar profissionais bem capacitados para implementar esse tipo de estratégia. O outro é a falta de cultura baseada em dados. As próprias empresas não estão preparadas para essa transformação.

Quais são as aplicações da análise de dados?

A data analytics é uma estratégia versátil. Ela pode ser implementada com diferentes objetivos, e por isso é tão importante para suas tomadas de decisão. O processo de data analytics engloba diferentes etapas, sendo:

  • identificação do problema: identificar o problema ou a pergunta de negócio que se quer responder com os dados;
  • coleta dos dados: é realizada por meio de registros, fontes externas, bancos de dados ou pesquisas;
  • explorar dados: eles são tratados para eliminar informações irrelevantes, dados duplicados ou qualquer outro detalhe que não seja proveitoso agora;
  • análise dos dados: é o momento em que eles começam a ser reunidos para fazerem sentido. Podem ser aplicadas a modelagem estatística, análise de regressão, estatísticas descritivas, análise de séries temporais, entre outras técnicas;
  • interpretação dos resultados: esses relatórios serão interpretados para que tragam informações que vão ajudar a entender a questão do começo;
  • comunicação de resultados: etapa em que os resultados serão compartilhados com os interessados. Isso pode ser feito por meio de uma apresentação ou um relatório formal.

Perceba a importância de investir em boas ferramentas para realizar todas essas etapas da data analytics. Com uma boa plataforma, você consegue fazer a captação, a integração e o armazenamento de dados, além de gerar relatórios e ter a sua disposição tecnologias como machine learning, para chegar ao insight desejado.

Com uma plataforma de analytics bem estruturada, é possível apenas acompanhar o mercado e as suas flutuações e tendências, ou então planejar as suas ações e tomar decisões de uma forma estratégica.

Como a análise de dados influencia as tomadas de decisão?

Os dados sozinhos não fazem grande diferença para a empresa. Para que eles possam influenciar de forma positiva sua tomada de decisão, é fundamental que haja um objetivo. Assim a coleta será feita de uma forma estratégica, pensando naquilo que se deseja transformar no negócio.

Um exemplo muito simples ajuda a ilustrar a importância da análise de dados para sua tomada de decisão. Imagine que você tenha que presentear uma pessoa. Você poderia comprar qualquer presente, somente para não "passar em branco", mas isso não faria desse presente algo especial.

A situação ficaria muito diferente se você fizesse uma pesquisa sobre as preferências dessa pessoa, suas características, aquilo que ela pode estar precisando, algo que gostaria muito de ganhar, aquilo que já tem, entre outros detalhes.

Você estaria fazendo uma coleta de dados para analisar as informações e, com base nelas, definir aquilo que poderia agradar mais o presenteado. As chances de acertar seriam muito maiores e o seu presente poderia ser o melhor de todos.

As soluções que a sua empresa entrega para o público são esse presente. Portanto, é fundamental adotar a análise de dados para desenvolver novas soluções, pensando naquilo que seria melhor para o seu público.

Mas não se esqueça que a análise de dados tem aplicações muito mais amplas do que o desenvolvimento de soluções. Qualquer tomada de decisão dentro da sua empresa pode ser baseada em dados, até mesmo a escolha de um canal de comunicação.

É possível alinhar o seu negócio por completo tomando decisões muito mais precisas se você tiver uma visão clara daquilo que deve ser feito. Sempre com base nos objetivos que pretende alcançar para ter eficiência e diferenciais competitivos.

A data analytics é capaz de ampliar a visão que uma empresa tem sobre ela mesma, seu público, dos concorrentes e do mercado como um todo. Por isso ela é fundamental também para sua organização, sendo indispensável para que as tomadas de decisão sejam mais precisas e eficazes.

Não se esqueça de que você precisa de uma boa plataforma para implementar a data analytics na sua empresa. Confira neste outro artigo como uma plataforma como essa melhora os processos empresariais.